Aparelhos Auditivos

Aparelhos auditivos chineses: comprar ou não comprar?

Foto: Shutterstock

As pessoas começaram a falar sobre aparelhos auditivos chineses. A maior dúvida é: comprar ou não comprar? A Camila Morais, fono que é assídua lá na FanPage, me mandou um link que mostrava esses produtos num site chinês e me choquei: U$14 por um AASI.

Pera lá. Não precisa ser muito esperto para saber que só pode ser porcaria mas, como sei que muita gente vai optar por cair nesse conto do vigário, resolvi chamar minha consultora para assuntos fonoaudiológicos Mirella Horiuti, do Não Escuto, para investigar o caso e saber a sua opinião.

Captura de tela inteira 07012015 143353.bmp

 

Esses produtos são aparelhos auditivos mesmo?

Agora estão surgindo alguns sites na internet com venda de “aparelhos auditivos” chineses com preços muito baixos (15 dólares ou menos). Fica aqui o alerta: todos os aparelhos auditivos comercializados no Brasil necessitam de REGISTRO na ANVISA pois é esse órgão governamental brasileiro que controla a qualidade e procedência destes produtos de saúde. Em nenhum destes sites encontrei o número deste registro e o responsável técnico por eles no Brasil.

Então de duas, uma…. ou não são aparelhos auditivos ou são e estão sendo vendidos sem o conhecimento da ANVISA. Sinceramente, não sei o que é pior…

Tive a curiosidade de entrar nesses sites e procurar pelas características técnicas desses produtos. Em primeiro lugar,  todos que vi são analógicos e portanto não reduzem ruído de ambiente, controlam microfonia (apito), etc. Mas ao procurar as características técnicas… voiláuns tem ganho de 4 dB (qualquer aparelho auditivo tem ganho de no mínimo 30 dB) e outros tem uma resposta de frequência tão pequena que não atingem praticamente nenhum grau de perda auditiva.

A maioria nem menciona a medição de ruído do microfone (em geral tem um valor em torno de 10 a 17 dB, nos aparelhos auditivos). Achei um produto com  30 e outro com 25 dB, o que significa que são microfones muito ruidosos no seu funcionamento e dependendo do grau de perda auditiva, o paciente vai ouvir o “aparelho auditivo” trabalhar.

Além disso, notei que eles usam classificações diferentes dos fabricantes de aparelhos auditivos: termos como Sensibilidade (Sensitivity) e não usam como referência nenhuma forma de medição padronizada (IEC 118-7, IEC 118-0 ou ANSI S3.22-2003). Ou seja, não conseguimos validar as informações. O que isso significa: simples, que não podemos  confiar nessas informações. E a pergunta que não quer calar…

Será que vale a pena comprar?

Minha resposta é simples: NÃO.

Os motivos são vários:

  • produto sem procedência e garantia,
  • para mim são simplesmente amplificadores (em geral fracos) com formato de aparelho auditivo;
  • sem  atendimento fonoaudiológico;
  • mas o MAIS IMPORTANTE: você pode estar comprando algo que vai prejudicar sua audição! Como não sabemos o quanto estes “aparelhos auditivos” podem aumentar de verdade pois não temos dados técnicos confiáveis, podemos ter uma amplificação excessiva e assim piorar ainda mais a audição.

Valeu, Mirella!! 🙂

A minha humilde opinião é a seguinte: é o mesmo que ter problema de visão e querer resolver comprando óculos no camelô porque é mais barato e não ‘precisou’ ir ao oftalmologista. Tem barato que sai caro. Melhor fugir disso, hein. Eu não colocaria um negócio desses nos meus ouvidos nunca.

53 amaram.

Sobre a Autora

Paula Pfeifer Moreira

Escrevo o Crônicas da Surdez desde 2010. Sou bacharel em Ciências Sociais pela UFSM, escritora e empresária. Moro no Rio de Janeiro e tenho 36 anos. Meu diagnóstico é de deficiência auditiva bilateral neurossensorial e progressiva. Tenho Implante Coclear nos dois ouvidos. Em 2013 lancei o livro Crônicas da Surdez (Ed. Plexus) e em 2015, Novas Crônicas da Surdez: epifanias do implante coclear (Ed. Plexus), que já foi traduzido para o inglês.

30 Comentários

  • Quero agradecer a toda a equipe desse site por todos conselhos que foram valiosos para mim. Tenho perda auditiva desde criança, mas realmente só aceitei meu problema depois dos 20 anos de idade. Comprei dois aparelhos da Siemens em 2006 modelo intracanal, mas não foram bons para mim. Não imaginava na época que o modelo maior RIC (receptor no canal seria muito melhor). Desacreditado com os primeiros aparelhos auditivos, os quais custaram 3000 reais cada, desisti de minha audição e resolvi viver a vida sem cuidar de minha saude auditiva. Foi um grande erro, pois a falta de informação somada ao desânimo roubaram anos preciosos de felicidade com a família e os amigos. Hoje as coisas estão muito mais modernas. Há poucos meses atrás resolvi fazer outro teste na siemens, mas pedi um aparelho mais forte, sem me importar com a beleza !! , pois sempre queremos esconder nossos problemas dos outros. ME surpreendi !!! Comprei os aparelhos RIC e minha vida realmente mudou. Televisão mais baixa, voz mais baixa, mais tranquilo, aumento da autoestima. Digo que vale a pena investir na saude auditiva. A surdez traz grande cansaço físico e mental, isolamento e depressão. Escreverei em breve. Muito grato por esse site.

  • Tenho perda auditiva moderada. Tentei (me sinto um idiota depois disso) fazer uma pesquisa de especificações técnicas e preços de aparelhos auditivos. Há muita publicidade convidando a “vítima” a comparecer ao revendedor ou até mesmo para o revendedor mandar alguém à sua casa. Quanto às informaçoes técnicas, há pouquíssimas publicações e artigos médicos independentes, mas que abordam somente o que é perda auditiva , suas origens e métodos de tratamento. N?o definem os parâmetros que devem ser levados em conta para que o deficiente auditivo saiba o que fazer. E quanto aos preços, não há nada, nada mesmo. Ou seja, o consumidor não tem acesso a qualquer informação relevante para que possa tomar uma decisão.

    Respeito, mas não concordo plenamente com um comentário acima sobre o registro obrigatório na ANVISA. Todos e quaisquer medicamentos, órteses e próteses devem ter registro e acesso público naquela Agência. Qualquer um pode consultar, no site da ANVISA, tudo, até a bula completa dos medicamentos mais complexos e super caros. Mas não achei nem uma linha sobre especificações técnicas de aparelhos auditivos.

    Alguém duvida de que sonegar informações sobre a saúde da população é crime? . Não estou sendo agressivo nem movido por frustração. É um assunto de interesse público, e deve ser tratado como tal. É estranho, aparentemente ilegal e uma afronta aos milhões de brasileiros que sofrem ou sofrerão algum dia de perda auditiva. e com esse quadro perverso estão condenados à surdez completa. Isso é suficientemente grave para que o Ministério Público promova uma investigação que resulte num inquérito criminal, puna os culpados e estabeleça o que deve ser feito dentro da Lei. Alguém duvida de que sonegar informações sobre a saúde da população é crime? É um assunto de interesse público, e deve ser tratado como tal.

  • Entendo perfeitamente todos os comentários mas aqui vai os meus…..
    Comprei um aparelho de surdez para o meu pai em empresa autorizada no Brasil. Paguei uma fortuna, realmente uma fortuna. Imagine uma pessoa de 82 anos podendo comprar um aparelho! Pois bem, ele funcionou bem na primeira semana, na segunda fomos na empresa fazer os ajustes, após um mês tivemos que retornar e para nossa surpresa a conta do ajuste ficou em 500,00 , exatamente, quinhentos reais. No próximo mês ocorreu a mesma coisa, pois é, você tem que pagar uma manutenção caríssima.
    Por isso muita gente esta optando por comprar aparelhos Chineses, quebrou joga fora e compra outro.
    Se não fosse tão absurdo e tivessem mais opções, esta alternativa Chinesa não teriam tantos adeptos.

  • Recebi dois aparelhos auditivos da firma vitasons, e percebi que não era compatível com a minha audição, porque são aparelhos chineses de péssimas qualidades vendidos por essas marfais dentro do nosso pais sem nenhuma fiscalização se tornam órgãos corruptos com nomes fantasias, que causam problemas futuros aos pacientes com percas auditivas só cadeias neles, porque esse pais com tantos ladroes no nosso parlamentos auditando leis para seus próprios benefícios. Ainda tem a coragem de dizer que nos violamos os seus direitos pôs são eles que violam os direito constitucional desta nação brasileira.

  • e todo mundo mete o pau nestes aparelhos mas o governo nao ajuda em merda nenhuma quem nao tem condicoes de comprar e outra ese orgao anvisa e um mal carater sabe porque quando surgiu a pirola contra canser eles tentaram broqueala e se tivesem conseguido mt gente estaria morrendo ainda com cancer as pessoas metem o pau em tudo mas arregasar as mangas e ajudar quem nao tem condicoes nada de ajudar ja faz tres anos que estou na fila e nem uma ligacao recebi pra dizer espera mais ums dez anos que talvez vc consiga ganhar um aparelho do sus pra mim sao um bando de fdp so isto

    • Ganhei um aparelho pelo SUS em SC. Vencida a garantia, o aparelho morreu. Tinha que entrar na fila de novo.Uma bela máfia controlada por uma única empresa no estado.
      Porque nenhuma empresa divulga seus preços? OUTRA MÁFIA NACIONAL.

  • Não gostei dos comentários. Os aparelhos vendidos no Brasil devem ser chineses. Na china existem aparelhos de US$ 14 e de US$ 200. Claro que um de 14 é bem pior que um de 200.

  • No Brasil os aparelhos são controlado por uma máfia, fiz um orçamento e ficou em 11000,00 o par,
    e todas as clinicas pediam valores iguais.
    Porque não encontramos estes aparelhos para comprar em outros lugares no Brasil.
    Só eles vende, e assaltam que precisa.
    Não temos outra opção de compra, é um círculo fechado por eles.

    • Senti a mesma coisa, fiz um monte de orçamentos e os valores todos na mesma média, acabei nem comprando. Sei que tem tecnologia empregada,serviços…mas estamos falando de R$11,000,00 a 12000,00. meu muita coisa! to falando de um aparelho gente, não é um carro!

  • Olá meu avô tem problemas de audição, e gostaria de uma indicação de um aparelho com custo acessível… Obrigada

  • Eu tenho perda de audição leve, e fiquei assustado quando procurei aqui em Fortaleza as lojas de venda de aparelhos que giram em torno de R$3000 quiz saber o porque pois um aparelho tão minusculo não pode custar tão caro. Então eu descobri que voce compra o aparelho e fica amarrado ao fornecedor pois no preço está incluso manutenção e regulagens por um ano. pelo preço fiz a compra de 1 aparelho aqui no Brasil por R$ 160,00 estou aguardando chegar e ver o que acontece.

  • Estou pesquisando sobre esses aparelhos. Fora as variação de preços que chegam a mais de 500% também descobri que parte dos preços se referem a comissões que são pagas para médicos indicarem os aparelhos. Não são todos que fazem isso. Mas é nojento e é uma prática hedionda. Já pagamos caro pelas consultas e exames seja dentro ou fora de convênios. Também descobri que o preço dos aparelhos fora do Brasil são bem mais baratos e as vezes menos da metade dos preços daqui. São também confiáveis tal como os que se vendem aqui. Ninguém precisa comprar nada de origem duvidosa mas também acho que não devemos alimentar essa máfia.

  • Estou perdendo a audição. Com o preço desses aparelhos vendidos no Brasil, vou ficar surdo. Não tenho condições de arcar com o custo de um, quanto mais de dois… Deus nos livre da ganância da medicina. Vou ter que aprender libras…

  • O mais importante vocês não fizeram, que seria comprar e testar, ouvir achismos e opiniões à partir de suposições não vale de nada. Melhor buscar informação com quem de fato comprou e usou.

  • Comprei o LOTUS 23P no Aliexpress, fiz a prótese com a Samira da Audire (Super recomendado), representante da Siemens em Florianopolis/SC e configurei com o Daniel Zamprogna CDO não tive problemas.

    Porém vamos lá, seremos taxados se colocar um valor muito alto e não terá garantia, gastei 1700 reais nos dois, pilha, exames, prótese e configuração.

    Recomendo? Sim e não, se você quer arriscar e chegar com a mercadoria extraviada, danificada,taxada e sem garantia, eu recomendo e muito! Eu não sofri nenhum destes problemas, porém poderia ter sofrido.
    Caso você fique com um pé atrás com todas estas possibilidades, eu não recomendo.

    Meu aparelho dura 30 dias cada pilha, por ser um aparelho simples, mas no geral muito bom e mais, original. Samira verificou os números de séries e realmente batem na Siemens!

    Outro detalhe, é importante conversar com os chineses, eles são bem prestativos e informam quando o aparelho é falsificado ou original, o meu vendedor, me deu com frete gratuito, economizei 150 reais.

    Não fui taxado e estou muito feliz com ele, embora ser um simples, quando este estragar irei importar novamente e serei feliz, vou correr todos os riscos sem nenhum medo.

  • Pessoal
    Gostaria de compartilhar minha experiência após fazer uma consulta na Resound. Testei um Alera 7 pelo valor de 5 mil reais, mas optei por comprar um aparelho superior, Alera 9 61 usado pelo ebay. Enviei minha audiometria e recebi o aparelho programado com garantia de 6 meses e funcionando perfeitamente, pelo valor de pasmem – US400!!! Considero um abuso os valores cobrados nesse país e ainda sem opção de poder pagar pela regulagem apenas quando for preciso.

  • Pessoal , pelo q lí no aliexpress, eles mesmo falam q nao e um aparelho auditivo, e sim um amplificador de som, que amplificara todo som em volta, e indicam para quem quer ouvir mais alto determinado som, algo assim.

  • E isso ai, uma excelente matéria, sou deficiente auditivo e técnico eletrônico (utilizo dois AASI), já verifiquei um desse aparelhos sonoro, esses de caixa quadrada que é um simples amplificador de áudio, o problema dessas “porcaria” envia ao ouvido da pessoa todo tipo de ruído que existe e não faz a separação das frequência/áudio que realmente o deficiente precisa, que é retirar todo o ruído e destacar mais a fala (o meu AASI está configurado assim, essa pra mim é a melhor configuração).
    Se já existe uma certa dificuldade para o deficiente adaptar com os AASI corretos, imagine com essas “porcarias”, ai que não vai conseguir mesmo!!!

    • Logicamente que aparelhos de $14,00 ou R$40,00 não irão funcionar adequadamente, agora é um absurdo os valores cobrados pelos aparelhos no Brasil, vamos para uma conta simples, aparelhos que são vendidos por R$700 á R$1.000 reais custam para as empresas de R$80,00 á R$150,00 e isso depende muito da cara do paciente ou seja situação financeira. Já vi caso de aparelhos TOPS que custas R$1,200 a R$1,400 serem vendidos por R$10.000 isso é pior que usar aparelho ruim é um roubo.

  • Eu comprei um desses aparelhos auditivos chineses. Realmente não vale a pena, amplifica muito pouco e o som fica “robotizado”.

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.