Aparelhos Auditivos Destaques Publicidade

Cellion: o aparelho auditivo com baterias internas recarregáveis

Os usuários de aparelhos auditivos esperam uma coisa de seu aparelho acima de todas as outras: poder escutar e entender claramente as pessoas e o que está acontecendo à sua volta. Melhor ainda se o aparelho for simples de usar.

Isso acontece com os novos aparelhos auditivos Cellion da Signia: eles não só possuem as últimas tecnologias que possibilitam uma audição sem esforço, como também são os primeiros aparelhos auditivos com baterias de íons de lítio carregadas por indução – sem fio e sem campos de contato. Isso não só facilita o uso, mas também dispensa a troca constante de baterias e ainda preserva o meio ambiente.

Já imaginou não precisar trocar as baterias dos seus aparelhos auditivos?

Comprar novas baterias” é um lembrete que muitos usuários de aparelhos auditivos colocam na agenda. Dependendo da intensidade do uso, as pequenas pilhas devem ser substituídas em média a cada duas semanas nos aparelhos auditivos convencionais. Agora, isso não é mais necessário: os aparelhos auditivos Cellion estão equipados com baterias internas recarregáveis. Tudo o que precisam fazer é colocá-los no carregador, preferencialmente antes de dormir.

Não existe nenhuma posição obrigatória para encaixar os aparelhos no carregador, já que ele não possui campos de contato – o carregamento é realizado por indução. Quando os aparelhos auditivos Cellion são retirados do carregador, eles já estão desumidificados e ligam automaticamente, estando prontos para uso. Uma carga completa possibilita 24 horas de uso contínuo, inclusive com transmissão completa de áudio.

E para quem fica inseguro se a bateria do aparelho irá funcionar à noite após um dia intenso de uso, apenas 30 minutos de carga proporcionam mais 7 horas da melhor audição. Outra praticidade: o carregador possui uma entrada micro-USB, então os aparelhos auditivos podem ser carregados durante uma viagem por meio de baterias extras (os famosos “power-banks”).

Além da nova tecnologia de carregamento, os aparelhos auditivos Cellion oferecem todos os recursos de última geração dos aparelhos auditivos Signia: por exemplo, o recurso “SpeechMaster” possibilita uma melhor compreensão de fala, até mesmo em situações desafiadoras.

Falar ao telefone também é muito mais simples com a função “TwinPhone”. E ainda existe um “Programa de Música HD” que proporciona três novos ajustes para curtir música em alta definição. 🙂

Baterias de íons de lítio

Uma vantagem das baterias de íons de lítio recarregáveis em comparação com outras baterias (como as de NiCad) é que o chamado “efeito de memória” não ocorre com esta tecnologia: as baterias de íons de lítio podem ser carregadas mesmo se ainda estiverem com alguma carga, sem o risco de diminuir sua capacidade ao longo do tempo. Traduzindo: suas baterias não ficam viciadas!

Como a tecnologia de carregamento por indução funciona?

Você já deve ter utilizado algum equipamento eletrônico assim: você simplesmente coloca o equipamento na base ou no campo correspondente e as baterias começam a carregar. Com a tecnologia de carregamento por indução, a energia elétrica é transferida de um objeto para outro quando eles estão em contato.

O essencial desta tecnologia é que a energia não é transferida por meio de cabos ou contatos elétricos, mas sim por campos eletromagnéticos sem fio.

Para carregar os aparelhos por indução, as baterias devem estar conectadas a uma bobina receptora especial. Uma segunda bobina necessária para a transmissão está localizada no carregador. Assim que o aparelho é colocado no carregador, o carregamento se inicia automaticamente.

A proximidade entre as bobinas é essencial para garantir e otimizar a transferência de energia. Na distância de até alguns centímetros a tecnologia funciona com um grau de eficiência de cerca de 90%.

A vantagem desta tecnologia em comparação com as outras é o conforto: você pode carregar os aparelhos auditivos com facilidade durante a noite. Basta colocar os aparelhos no carregador! As baterias não precisam ser substituídas regularmente, o que é ainda mais conveniente além de reduzir custos e proteger o meio ambiente.

Descubra mais sobre os aparelhos auditivos Cellion.

22 amaram.

Sobre a Autora

Paula Pfeifer Moreira

Escrevo o Crônicas da Surdez desde 2010, e também escrevo o blog Sweetest Person desde 2007. Sou bacharel em Ciências Sociais pela UFSM, escritora e empresária. Moro no Rio de Janeiro e tenho 36 anos. Meu diagnóstico é de deficiência auditiva bilateral neurossensorial e progressiva. Tenho Implante Coclear nos dois ouvidos. Em 2013 lancei o livro Crônicas da Surdez (Ed. Plexus) e em 2015, Novas Crônicas da Surdez: epifanias do implante coclear (Ed. Plexus), que já foi traduzido para o inglês.

8 Comentários

  • OS SONS DA TERRA
    Com o passar dos anos há uma tendência na grande maioria das pessoas de escutar menos.
    Como isso não acontece de repente vamos nos acostumando e parece imperceptível.
    No meu caso demorou uns 10 anos ou mais para que eu sentisse falta de alguns ruídos na terra como: Pássaros cantando ao longe, aquela sinetinha que tinha numa certa musica e desapareceu, os telefones e tvs tem o som muito baixo, dificuldade de diálogo com os outros.
    As pessoas reclamavam que eu pedia para repetir tudo, realmente eu não tinha entendido. Opa, tem algo errado comigo. Musicas e sons sempre fizeram parte da minha vida e estavam sumindo pouco a pouco.
    Depois dos exames veio a surpresa. Aparelhos me devolviam tudo isso. com algumas desvantagens e também vantagem.
    Passe a usar os tais óculos dos ouvidos. É muito parecido. Quando não estamos vendo direito e colocamos uns óculos tudo clareia, o mesmo é com a audição.
    Passei a falar baixo, ouvir melhor as pessoas, entender melhor o inglês nos filmes, o canto dos pássaros. A seriema cantando lá na serra. A sinetinha do Paul Murriat voltou na musica Kzardas.
    Passei a entender porque muitos não conseguem se adaptar com os aparelhos. Acham que faz muito barulho. O mundo está cada vez mais barulhento, estava muito confortável não ouvir, mas não no meu caso. Quero e preciso ouvir o barulho de onde estou. Faz parte da vida, porque tenho que suprimir?
    Estou muito feliz por ter voltado a ouvir. Agora fazem parte de mim como os implantes dentários.
    Problemas: Um pequeno desconforto, tem que ficar trocando pilhas a cada 4 ou 5 dias, não pode esquecer de tirar para tomar banho. SIM, já entrei com eles no chuveiro algumas vezes. Esqueço que estão aqui.
    Vantagens: Além de tudo que escrevi acima ainda funciona como um ponto eletrônico, desses usado por artistas e apresentadores no palco. Recebo o Iphone e Ipod direto. Tem um pequeno Microfone sem fios que ajuda muito. Sons do Note, da TV, Poso assistir um filme tranquilamente enquanto as pessoas em volta dançam e gritam sem me incomodar. Tem um gerador de ruído branco que mascara o tal do zumbido dos ouvidos.
    Posso ouvir tudo que estão falando na sala ao lado sem eu estar lá. A conversa das pessoas sentadas nos bancos da frente no carro são limpas e claras usando esse acessório. Opa, estou virando o Superman. Eu disse que tinha vantagens.
    Se você está notando alguns sintomas de surdez, faça um exame, veja qual será seu aparelho e seja bem vindo a qualidade de vida novamente.
    Joe Ferreira 73

  • Bom dia.
    Tudo lindo.
    Nós que gostamos de ACAMPAR,AR LIVRE,MATO,PEDALAR PELAS MONTANHAS……
    Como faríamos para carregar essas baterias onde NÃO possua UMA FONTE DE ENERGIA?
    Tô na dúvida…
    Ou ele podem também receber uma BATERIA COMUM nos casos de *EMERGÊNCIA*
    Obrigado e :
    Quando o SOM vira poesia, a felicidade invade todo corpo e alma…Abraços

  • Adoro indução magnética! Minha área preferida da engenharia…Quem sabe um dia, eu ainda trabalhe desenvolvendo aparelhos auditivos, hehe <3

  • Em 2016 eu conheci essa tecnologia Signia por ter pesquisado para uma pessoa. Eu pesquisei e conheci algumas novidades.

Deixe seu comentário