Aparelhos Auditivos

Dicas para se adaptar melhor aos seus aparelhos auditivos

Foto: Shutterstock

Que tal algumas dicas para se adaptar melhor aos seus aparelhos auditivos? Se você for novo neste assunto, estas dicas são preciosas. O mais importante é que este site é escrito por uma pessoa (oi!) que foi usuária de aparelhos auditivos por muitos e muitos anos. Hoje, uso implante coclear nos dois ouvidos, pois cheguei à surdez profunda, na qual os aparelhos não me ajudam mais.

Algumas dicas para se adaptar melhor aos seus aparelhos auditivos!

  • Comece com conversas com apenas uma pessoa, assim é mais fácil de entender. Aumente a quantidade de interlocutores gradualmente;
  • Se sentir dor ou muito desconforto, procure sua fono e refaça o molde (de acrílico ou silicone) do seu aparelho, pois é impossível conseguir gostar de algo que machuca;
  • Preste atenção nas situações em que você ouve melhor e pior: faça um diário para levar para a sua fono na próxima regulagem, com riqueza de detalhes, isso ajudará o trabalho dela;
  • Conseguir conversar em ambientes ruidosos (restaurantes, festas, baladas) vai ser difícil no início. Com tempo e prática, sua capacidade de ouvir nestes locais vai melhorar;
  • Existem acessórios que ajudam a melhorar o entendimento de fala no ruído, informe-se sobre eles;
  • Fique atento a outras pistas visuais do seu interlocutor: os lábios, a linguagem corporal. Tudo ajuda a entender e desvendar o contexto;
  • Posicione-se perto da pessoa com quem você está falando;
  • Esforce-se para aprender leitura labial. Parece difícil, mas é muito fácil: basta prestar atenção nos lábios das pessoas enquanto elas falam. Os lábios fazem movimentos diferentes a cada fonema, a cada palavra. Com concentração e prática, você chega lá;
  • Sinta orgulho e não vergonha dos seus AASI. A maior perda de tempo que existe é viver tentando escondê-los e achando que consegue esconder sua deficiência auditiva dos outros. Não caia nessa cilada! Saia do armário da surdez o mais rápido que conseguir e não perca energia com isso;
  • Busque um telefone com amplificador para ter em casa para ajudar nas conversas telefônicas;
  • Se seu AASI tiver conectividade bluetooth, use e abuse dela para ver TV, ouvir músicas e fazer treinamento auditivo;

A dica de prata:

USE o seu aparelho auditivo. Quanto mais você usá-lo, mais rápido irá se adaptar a ele! 🙂

A dica de OURO:

Faça parte do Grupo Crônicas da Surdez no Facebook 

O que você deve saber antes de comprar aparelhos auditivos?

  • Informe-se sobre os tipos de aparelhos auditivos existentes e sobre qual deles é indicado para qual tipo de perda auditiva. Micro-canal não é indicado para perdas profundas, por exemplo!
  • Acesse o site da marca que você quer comprar e descubra quem é o revendedor autorizado;
  • Faça pesquisa de marcas e preços – boa idéia é o Grupo Crônicas da Surdez no Facebook, onde ninguém se acanha de passar informações sobre isso;
  • Peça referências para amigos e conhecidos a respeito da revenda com a qual você quer fechar negócio antes de fazê-lo;
  • Faça todas as perguntas possíveis sobre sua perda auditiva para seu fonoaudiólogo ANTES de pensar em comprar aparelho auditivo;
  • Se for pedir indicação de marcas e revendas, peça no mínimo três opções e peça para pessoas que usam aparelhos auditivos;
  • Barganhe, porque não? Especialmente para pagamentos à vista!
  • Exija nota fiscal detalhada e tenha certeza de que se trata de nota fiscal verdadeira e não mero recibo, que não tem validade legal/jurídica;
  • Peça detalhes a respeito da garantia: quanto tempo, o que cobre, etc;
  • Certifique-se que o seu AASI tem reserva de potência para o caso de sua perda auditiva progredir;
  • foto: ShutterstockNão compre um aparelho que mal atende a sua perda auditiva só porque ele é ‘discreto’, pois em pouco tempo sua perda pode progredir e aí sim você não vai mais fazer uso do ‘discreto’ e precisará de um mais potente – e o gasto será ainda maior. O que interessa é saúde auditiva, e não se alguém vai ver que você usa aparelhos;
  • Busque revendas autorizadas para não correr o risco de comprar aparelhos de segunda mão pagando o preço de um aparelho novo. Abra o olho!
  • Faça um test-drive de no mínimo 1 semana com o aparelho em casa antes de se decidir.

 

Leia todos os posts sobre Aparelhos Auditivos no Crônicas da Surdez

78 amaram.

Sobre a Autora

Paula Pfeifer Moreira

Escrevo o Crônicas da Surdez desde 2010. Sou bacharel em Ciências Sociais pela UFSM, escritora e empresária. Moro no Rio de Janeiro e tenho 36 anos. Meu diagnóstico é de deficiência auditiva bilateral neurossensorial e progressiva. Tenho Implante Coclear nos dois ouvidos. Em 2013 lancei o livro Crônicas da Surdez (Ed. Plexus) e em 2015, Novas Crônicas da Surdez: epifanias do implante coclear (Ed. Plexus), que já foi traduzido para o inglês.

9 Comentários

  • To usando uma prótese auditiva a 15 dias nao entendo bem as palavras .parece um som meio abafado .algumas vozes como roubo falando.será que e normal??

  • Sou usuário a uma semana não tá facil mas vou persistir pois estou ouvindo tudo, muito bom ouvir de novo aparelho do sus.

  • quero imprimir essa cronica – e dar para meu pai. ele tem 90,5 anos e não está se adaptando ao aparelho e reclama de dor. Quero imprimir em letras grandes e dar para ele ler.

  • Descobri semana passada que eu sou deficiente auditiva neurossenssorial bilateral com nivel moderada a severa. Comecei os testes com os aparelhos ontem, coloquei o primeiro aparelho da minha vida e fui para casa com ele. Ontem foi uma loucura, ouvindo todo mundo e sons que nunca pensei ouvi, o som entrou cortando, deu contade de diminuir o volume do mundo, achei que nao sentiria diferença em usa-lo, mas a senti logo de cara, principalmente no volume da minha voz – Detalhe : Eu nao sabia que tinha deficiencia, passei a vida pedindo que as pessoas repetissem o que elas falavam, e falava muito alto tb ( essa era a reclamação que eu ouvia do mundo, fora me chamar e eu nao responder). Fui a uma otorrino que me solicitou a audiometria, e realmente havia a deficiencia. Como a clinica tem uma equipe multidiciplinar ja fui encaminhanda para a Fono que me apresentou 6 aparelhos diferentes de marcas distintas, vou testa-los até perceber qual se encaixa melhor na minha necessidade. Algo a dizer, qdo fui dormir tive mta exaqueca ( coisa que não tenho) e o ouvido “cansado” parecia que havia saido de um show de rock pesado no ultimo volume. Dormi ouvindo o meu ouvido . Hj pela manhã ao colocar o aparelho não senti mais o som cortante das coisas, até o retirei para verificar se estava ligado ou não, pq nao senti mais o incomodo do som. Pelo visto meu organismo está se adaptando e está gostando desse meu novo aliado. Veremos como me sairei. Seja bem vindo mundo novo.. cheio de barulhos, vozes e instrumentos musicais..

    • Eu também sou deficiente auditiva perca moderada e severa!
      Não conseguir ainda me adaptar facilmente, comecei usar por agora e os sons q nunca imaginei, eu escuto e até incomodo às vezes pelo fato de ser irritante às vezes, porém ainda estou em processo de adaptação e aceitação e é muito difícil!
      Mais tem uma coisa q me incomoda.. parece q as vozes das pessoas fica diferente quando uso o aparelho ficam parecendo robôs falando e isso tem sido muito estranho, estou esperando meu retorno com a fono e irei falar pra ela isso…
      E também como eu acostumei muito com leitura labial antes de usar o aparelho e conversar só olhando pra pessoas acabei pegando esse hábito tanto q quando falam de longe ou tampando a boca ou virando o rosto não consigo entender o q a pessoa fala..
      porém a fono vai me passar algumas sessão para tirar esse hábito.. alguém mais se indentifica ?

  • Eu vou logo falando ,fale devagar e bem compassado que eu uso aparelhos auditivos e não vou entender se vc não falar direito.

  • Muito boa a matéria. Sou deficiente auditiva neurossenrial bilateral. Sempre usei aparelhos analógicos, hoje conseguir adquiri pelo SUS dois novos aparelhos digitais, mas ainda não estou conseguindo adaptar as configurações. Mas tenho certeza que aos pouco vai da certo. Valeu a pena pelas dicas

  • Boa tarde,

    Eu tenho Perda bilateral, leve mas sinto muita dificuldade pra ouvir…sabe é horrível! perguntei pro médico e ele me falou que não era necessário a utilização do aparelho, que se usasse não sentiria muita diferença…achei estranho, mas enfim me interessei pelo modelo DC, vc acha que seria uma idéia boa tentar usá-lo?

    Obrigada

  • Acho importante também citar o fornecimento de próteses auditivas gratuítas via SUS. A pessoa deve fazer cartão SUS em qualquer posto de sua cidade levando RG e prova de endereço como conta telefônica, de energia, de água, etc.
    Marcar consulta com otorrino do SUS que vai pedir audiometria feita também pelo SUS e se for o caso indicará aparelhos auditivos que serão fornecidos grátis. O processo demora um pouco mas são fornecidos aparelhos auditivos de marcas tradicionais e de ótima qualidade.
    http://sulp-surdosusuariosdalinguaportuguesa.blogspot.com.br/2011/02/sus-pagina-para-procurar-enderecos-de.html

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.