Empresa especializada em vagas para pessoas com deficiência

“De acordo com a pesquisa “Pessoas com Deficiência: expectativas e percepções sobre o mercado de trabalho”, 84% dos funcionários com deficiência costumam ser contratados para trabalharem em cargos administrativos nas empresas brasileiras. Contudo, nem todos costumam ser favorecidos com boas oportunidades.

Esse é o principal gargalo do setor: a baixa qualidade das vagas oferecidas para as pessoas com deficiência. São vagas de base, operacionais. É quase impossível encontrar uma oportunidade de gerente ou coordenador, por exemplo”, diz o sócio-diretor da i.Social, Jaques Haber.

Para se ter uma ideia, segundo a avaliação, apenas 9% dos cargos disponibilizados pelas companhias costumam ser gerenciais. “Tal fato demonstra que as companhias estão apenas preocupadas com as cotas impostas pelo governo, se empenhando muito pouco para oferecer verdadeiros planos de carreira aos seus contratados”, conclui.”

Fonte: Infomoney

Buenas, nós estamos mais do que carecas de saber disso. Enquanto as empresas continuarem somente cumprindo cotas e usando a desculpa esfarrapada de que portadores de deficiência não possuem qualificação e formação (mentira das grandes), é assim que vai ser. Penso que, talvez, as empresas de RH devam começar a mudar essa cultura, pois eles têm poder para isso.

Para quem está atrás de emprego, fica a dica: o site da Plura, que é focada em colocar PCD’s no mercado de trabalho.

Seja o primeiro a amar.

7 comentários em “Empresa especializada em vagas para pessoas com deficiência”

  1. Juliana Moreira

    Não acredito nessas vagas… desisti há muito tempo da iniciativa privada porque as atividades eram aquelas que não te permitem “crescer” na empresa.
    A solução foi partir para concursos públicos, o final da história vc já conehce ;)
    Bjs!

  2. Eduardo Santos

    Maioria das empresas contratam surdos para serem empacotadores, e fazer tarefas esterotipadas é para “aliviar” a consciência das empresas e dizerem que estão fazendo alguma coisa pros deficientes. Nós, sim somos capazes de exercer tarefas mais importantes, apenas não ouvimos, mas temos outras boas qualidades. E um desrespeito que as empresas têm com os surdos.

  3. Rodolpho

    é o que eu sempre digo, não é só em empresas que isso acontece, com as pessoas, mesmo não sendo chefes de bulhufas nenhuma, isso acontece.
    tem gente que acha que cego serve só para telefonista. claro, muuuuuita coisa não dá pra cego facer, como por exemplo, nunca ouvi falar na vida de um cego médico. mas as pessoas pensam que um cego serve só pra ser telefonista. se for ver na área de informática, o cego consegue fazer muuuuuito mais que atender um telefone e anotar recadinho, é tudo uma questão de adaptação. e isso não é só com cego, é com qualquer deficiência.

  4. Patrícia

    Existe também a empresa desenvolver (www..desenvolver-rs.com.br).
    Eu não conheço pessoalmente,mas eu respondi a um anuncio nos calssificados onde eles buscavam uma psicóloga portadora de deficiencia. Achei muito interessante a proposta da empresa, mas não aceitei a vaga porque era em Porto Alegre e ficaria inviável para mim.
    Hoje trabalho em um hospital da reigião metropolitana e contratamos pessoas com algum tipo de deficiência, mas não pensando nas cotas, mas sim no potencial da pessoa.
    Temos deficientes auditivos técnicos de enfermagem, copeiras, eu que sou psicóloga, além de outras pessoas.
    Acredito que sim tem empresas que tem que crescer muito e o setor público também, pois fui aprovada num concurso e pelo edital, por eu ser deficiente, teria que ter prioridade na convocação. Já chamaram 5 aprovados e eu nada. pior é que fiz um ofício e entreguei na prefeitura reclamando a vaga e até hoje não me responderam. Penso que é um desrespeito à pessoa com deficiência que tem direito a vaga por lei.
    Depois do desabafo, queria elogiar muito o blog que sempre que eu me lembro compartilho com os meus conhecidos.

Deixe seu Comentário