Como o livro Crônicas da Surdez te ajudou? Otorrinolaringologia

Especialista em surdez no Rio de Janeiro: Dr. Luciano Moreira

medico-contorno-copy

‘Prezada Paula,

Sou médico otorrinolaringologista especialista em surdez  no Rio de Janeiro e me interesso especialmente pela reabilitação auditiva. Acabo de ler seu livro na segunda pegada. Minha vontade de lê-lo logo me fez baixá-lo logo no Kindle para não ter que esperar o livro chegar. No começo fui selecionando várias passagens mais marcantes e que eu gostaria de oferecer aos meus pacientes mas logo percebi que o texto ia ficando todo marcado e que minha leitura estava ficando emperrada pelo ato de parar para marcar. Parei de marcar e acabei percebendo que seu livro deve ser lido do principio ao fim por qualquer um dos meus pacientes usuários de aparelhos auditivos e implantes cocleares.

Ele trata com extrema lucidez e riqueza de detalhes os desafios no mundo da surdez. Tenho certeza que a identificação será imediata para qualquer deficiente auditivo, independente do tipo ou gravidade da perda. Recomendarei igualmente a leitura para meus colegas otorrinolaringologistas que ainda não o conhecem, especialmente àqueles não otologistas ou especialistas em audição, pois podem aprender muito com você sobre a realidade do paciente portador da disacusia e com isso se tornarem melhores médicos. Infelizmente a medicina atual não oferece espaço para que entremos tanto nos detalhes (tão importantes!) da vida e das dificuldades de nossos pacientes.

A leitura das suas “Crônicas” é uma forma então de aproximar também os profissionais envolvidos na reabilitação auditiva ao universo da surdez visto pelo outro lado, o do paciente. Enfim, difícil não cair no lugar comum. Meus parabéns! Você conseguiu com clareza e objetividade reunir muitos conceitos e conselhos importantes para os surdos, com propriedade, muita inteligência e alguma dureza, sem perder a ternura!

Por fim, algo que não sei se alguém já te disse é que seu livro pode também se aplicar a muitos dos ouvintes! Sim, mesmo os que não têm uma deficiência sensorial têm outras deficiências… No meu caso pessoal, por exemplo, sempre fui um tímido e sofri muito com isso desde a minha infância, em apresentações em público, festinhas de fim de ano na escola, teatro da turma, o terrível “parabéns” na sala de aula no dia de aniversário, até ter que apresentar seminários ou aulas na faculdade, residência médica, etc. Em várias partes do livro em que você relata sua “evolução” no sentido de reconhecer, aceitar, encarar, escancarar e então vencer (mesmo que ainda com limitações) a surdez, fui podendo ver melhor minha luta pessoal desde pequeno até poder hoje dar aulas ou entrevistas com alguma desenvoltura.

Tenho certeza que seu livro e blog ainda ajudarão muita gente. Desejo a você que mantenha para sempre essa postura curiosa e combativa diante dos desafios que vida impuser. Torço igualmente pelo sucesso do seu livro bem como aguardo mais dos seus textos e relatos, especialmente em relação ao seu IC recém ativado.”

** O relato acima foi enviado pelo Dr. Luciano Moreira em 01/12/2013

Leia sobre surdez no Portal Otorrino

57 amaram.

Sobre a Autora

Paula Pfeifer Moreira

Escrevo o Crônicas da Surdez desde 2010, e também escrevo o blog Sweetest Person desde 2007. Sou bacharel em Ciências Sociais pela UFSM, escritora e empresária. Moro no Rio de Janeiro e tenho 36 anos. Meu diagnóstico é de deficiência auditiva bilateral neurossensorial e progressiva. Tenho Implante Coclear nos dois ouvidos. Em 2013 lancei o livro Crônicas da Surdez (Ed. Plexus) e em 2015, Novas Crônicas da Surdez: epifanias do implante coclear (Ed. Plexus), que já foi traduzido para o inglês.

1 Comentário

  • Ótimos comentários para ressaltar ainda mais a importância deste livro, mas um dos principais foi: “Sim, mesmo os que não têm uma deficiência sensorial têm outras deficiências”, mostrando que ninguém é perfeito e sempre tem algum ensinamento da Paula no livro que serve para todo mundo.

Deixe seu comentário