Advanced Bionics, Histórias dos Leitores, Implante Coclear, Publicidade

Usuário AB: Maria Cecilia

09/04/2017

Meu nome é Maria Cecilia Couri. Brasileira, carioca da gema. Eu nasci filha única e ouvinte. Infância feliz, de  família grande e libanesa. Até corda de relógio eu escutava. Lembro que aos quinze anos tive hepatite e comecei a ouvir uns zumbidos  que pareciam uma cigarra cantando. Com o tempo, os zumbidos se foram  e continuei ouvindo todos os sons normalmente. Fiz faculdade de comunicação social, depois me tornei bacharel em direito, me casei, tive duas filhas e me separei. Aos trinta anos, período da transição entre o casamento e a separação,  comecei a perceber que não ouvia mais a música ambiente e isso me levou a consultar o Dr. Martinho da Rocha que, diante dos  exames realizados aqui e no  exterior,  confirmou o diagnóstico de  otosclerose coclear bilateral idiopática. Inoperável e progressiva. Eu engoli aquilo, como se fosse um homem e prossegui. Comecei a usar AASI bilateral.  Não tive…

Leia Mais...

Histórias dos Leitores

Otosclerose bilateral: a história da Patricia

06/04/2017

Meu nome é Patricia, convivo com a otosclerose bilateral, tenho 30 anos, sou casada e mãe de um lindo e doce menino (Pedro, 5 anos) e estou no último ano de Psicologia. Aos 18 anos em diante, percebi que havia algo errado com a minha audição. Lembro que assistia televisão no volume 30 ou mais, e aquilo não podia ser normal. Então resolvi ir à consulta com uma médica otorrinolaringologista, fiz o exame de audiometria, e enfim, tive o diagnóstico. Ela foi direta e reta: ” Você tem uma doença hereditária e degenerativa, a otosclerose bilateral, é uma doença rara que  não tem cura e pode levar à surdez, e nenhum remédio é comprovado que melhore ou estacione a sua doença“. Lembro-me que não consegui me expressar, saí de lá desnorteada, abalada, no chão, e me desabei a chorar…O ano de 2009 marcou minha vida, tinha 23 anos. Só me restou…

Leia Mais...

Fonoaudiologia

O que é Audiometria

04/04/2017

Quando a Paula me convidou para falar sobre audiometria pensei nos leitores que estão tendo o primeiro contato com o mundo das dificuldades auditivas e lembrei também das reações inusitadas de vários pacientes ao chegar para fazer o exame, sem falar nas indicações inadequadas que recebemos… E resolvi aceitar o desafio! 🙂 O que é audiometria? A primeira informação importante é que a audiometria é o exame padrão-ouro para avaliar a audição! Isso quer dizer que é o exame de escolha, o primeiro que devemos pensar quando se trata de investigação auditiva. É claro que ela sozinha não diz tudo que precisamos saber, mas já garante um excelente ponto de partida. Por meio dela é possível detectar desde alterações mínimas no sistema auditivo até a surdez, ainda inferir qual a porção do ouvido está afetada e em que grau. Vale lembrar que o ouvido é dividido didaticamente em três partes (externo,…

Leia Mais...

Deficiência auditiva, Fonoaudiologia

Diagnóstico de surdez em bebês e crianças

02/04/2017

Foto: Shutterstock Encomendei este post à Norma Fidalgo, fonoaudióloga maravilhosa do Rio de Janeiro que é muito conhecida entre os otorrinos e pacientes pela sua especialidade em BERA e no diagnóstico das perdas auditivas em bebês e crianças.             Bebês e crianças e a perda auditiva “Ao longo de minha vida profissional como fonoaudióloga e audiologista muitas vezes me deparei com a difícil tarefa de fechar o DIAGNÓSTICO DAS PERDAS AUDITIVAS em neonatos e crianças. A dificuldade dos Testes Subjetivos como audiometria comportamental em crianças de pouca idade ou as que por diversas razões não conseguem cumprir as etapas do exame com clareza e confiança, deixam muitas delas sem o diagnóstico preciso e pais extremamente aflitos. Será que meu filho ouve bem? Ele não está falando por que não escuta? Está sempre desatento e é preciso chamar várias vezes para atender! – são muitos os…

Leia Mais...