Primeira vez no blog?

CaféSeja bem-vindo!

Espero que este blog lhe ajude a encontrar respostas para as suas perguntas e uma luz para as suas angústias. Sinta-se em casa e compartilhe conosco as suas experiências e dúvidas.

Se é a sua primeira vez pelas páginas do Crônicas da Surdez, faço uma sugestão de posts que vão lhe ajudar bastante a se situar por aqui:

147 amaram.

60 Comentários

  • Responder FABIANE MALDONADO 06/12/2016 at 9:17 am

    Oi Paula
    Meu filho tem 5 anos e semana passada descobrimos que ele tem perda auditiva de leve a moderada. Ele nasceu com hipotireoidismo e faz acompanhamento com endocrino desde que nasceu, mas ainda não sabemos se a perda auditiva está relacionada a isso. Estamos nessa pesquisa.
    Nós estamos morando em Gent na Bélgica e aqui existem várias organizações para ajudar adultos e crianças com perda de audição, mas esse assunto é muito novo para nós. Vou te acompanhar! Um grande abraço

  • Responder Ana Cláudia 20/06/2016 at 6:34 pm

    Adorei o Blog e sua iniciativa em compartilhar sua vivência que acaba sendo tão comum na vida de pessoas com a mesma dificuldade. Meu marido tem deficiência nos dois ouvidos, usa aparelho e tals. Acredito que seu blog pode me ajudar a entender mais as dificuldades dele e termos um convívio familiar melhor. Temos 3 filhos e espero saber orientá-los também.
    Vou “fuçando” por aqui…. 😉

  • Responder Laressa Schimidt 04/12/2015 at 7:44 pm

    Adorei, não sabia desse cantinho..
    Tenho uma filha que é deficiente auditiva ela se chama Júlia tem 2 aninhos fez a cirurgia a 1 mês e ontem ela fez a ativação.
    ainda ta muito recente, mas tenho grandes expectativas, creio em Deus e na minha filha que vai ter uma grande evolução , ela é uma menina muito linda e esperta é tão inteligente.Minha filha é meu tesouro, minha vida no inicio que descobri foi muito difícil a aceitação,mas com o tempo fui conhecendo o caso e vendo as soluções que havia então fui pedindo a Deus pra nos ajudar e abençoar que o caminho era longo ,mas que no fim daria tudo certo e graças a Deus ta tudo caminhando muito bem. Amo minha filha mais que tudo na minha vida e sempre estarei ao lado dela ensinando à ela os verdadeiros valores da vida. Parabéns pelo blog.

  • Responder Heydi Hey Zacarias 22/11/2015 at 5:18 pm

    Adorei este cantinho! Sinto que estou entre iguais.

  • Responder jizele 24/10/2015 at 10:08 pm

    Oi. Tenho uma filha q foi implantada faz um ano. E hj ela começou a sentir o ic latejar. Tem alguns sintomas q pode aparecer. Td é mto novo. E ela não teve queixa nenhuma ate agora. Tenho medo dessas reações. Gostaria de ficar por dentro de mais detalhes.

  • Responder Giane 08/09/2015 at 4:26 pm

    É a primeira vez, achei muito interessante.
    Perdi a audição!!!…

  • Responder Maria Abadia Ferreira Silva 01/09/2015 at 11:14 am

    Estou a procura de ajuda… Gostei muito desse blog. Meu esposo teve uma surdez repentina que os especialistas em otorrinolaringologia denominaram: Surdez Súbita Bilateral Grave. E vai fazer um implante coclear. Gostaria de receber em meu Email informações sobre o assunto para poder ajudar meu esposo a superar essa terrível perda da audição.

  • Responder magda cunha 23/06/2015 at 11:51 pm

    Oi Paula, sempre tive muito interesse em implante coclear, desde as primeiras notícias, achei o máximo, tenho perda auditiva desde bem novinha, ficou pior a partir dos sete anos. Sempre pergunto para meu otorrino se não seria o caso de fazer, ele diz que estou me virando bem com meu aparelho, não precisa do implante. Mas não escuto mais sons agudos, canto de passarinho, toque de telefone, interfone, campainha, em aeroporto então, nem se fala. Tenho lido a respeito e não vejo nada sobre se quem tem otosclerose obliterante,que é meu caso, pode fazer. Você sabe algo a respeito desse assunto? E você sabe de algum Bom otorrino aqui em São Paulo que faça implante para orientar-me?
    Obrigada!

    • Responder Crônicas da Surdez 23/06/2015 at 11:58 pm

      Magda
      Procura o dr Arthur Castilho aí em SP!!!

      • Responder magda cunha 24/06/2015 at 12:06 am

        Obrigada! A propósito, adoro teu blog, leio tudo, é muito informativo e nos dá pertencimento,nos mostra que não estamos sós.

  • Responder José Camargo 03/06/2015 at 8:28 pm

    Tenho deficiência auditiva, moderada, e uso aparelho auditivo. Tenho uma dificuldade enorme de entender os avisos nos aeroportos, cujos alto falantes produzem um som horrível e muitas vezes inindentificáveis!

  • Responder Maria de Fatima Rodrigues 09/05/2015 at 11:39 am

    Bom dia ! Sou Fatima ou Fafi.

    Convivo com zumbido ha 20 anos.Começou do nada. Aprendi a suportar, mas interfere demais na qualidade vida..causa deficit de atençao, irritabilidade e isso se intensifica no frio.Achei muito interessante esse blog,pois compartilhando experiencia poderemos chegar a um consenso.

  • Responder Letícia Vasconcelos 04/05/2015 at 6:49 am

    Bom dia, Paula, e todos os leitores e leitoras.
    Estou começando a experiência de escrever um blog em que falo sobre a surdez, desde a minha percepção como ouvinte, e sobre temas associados.
    O endereço é http://www.jeitosdesereconviver.blogspot.com.br
    Ficaria muito agradecida se vocês pudessem visitá-lo e deixassem suas impressões.
    Um abraço, Letícia

  • Responder José 14/04/2015 at 11:25 pm

    Olá!

    Tenho perda auditiva de severa a profunda, estou testando o modelo Pure 501,(com receptor no canal) porém sinto vibrações (barulho de motor) dentro da capsula, voz abafada, dificuldade de ouvir e falar, foram feito vários ajuste e ainda continua a mesma coisa . Antes usava o prisma 2p (6 anos)o qual me adaptei rapidamente e agora está fora de linha. Alguém já teve o prisma depois mudou para o pure 501? Qual foi a sensação de usa-lo?

    Abraços a todos

    José

  • Responder Mauro de Oliveira 30/03/2015 at 8:11 pm

    Oi Paula.
    Há 29 anos usando aparelho auditivo fui convidado pela Audium para fotos e entrevista. E agradeço a você ter colocado minha foto no seu blog. E embora não tenha blog, mas fiz vários slides em power point, para fortalecer a vida de muitas pessoas e envio através de e-mail.
    Gostei muito do seu blog, pois, com certeza incentivará muitos que relutam em usar o apar. auditivo. O seu exemplo de vida é maravilhoso. Parabéns!
    Que Deus continue abençoando a sua caminhada de vida.
    Abraços. Mauro

  • Responder mari 12/03/2015 at 11:24 am

    Adoro tudo, as histórias nos ensinam muito e para mim que tenho um princípe com D A então estou sempre buscando informações.
    Parabens

  • Responder GAUDETE MENDES CALAND 09/02/2015 at 8:43 pm

    Meu filho tem surdez bilateral congênita. Hoje ele tem 17 anos e esperamos ansiosamente um tratamento com células troncos para a sua cura e de tantos outros. Será em um futuro próximo? em que local essas pesquisas estão mais avançadas e perto de serem utilizadas em seres humanos?

  • Responder carla 12/01/2015 at 10:06 am

    olá
    na busca de conhecimento sobre implante coclear encontrei esse site, tenho otosclerose bilateral. Com uma operação mal sucedida, agora foi proposto implante coclear. No outro ouvido utilizo prótese auditiva. muitos medos e dúvidas pairam no ar… a cirurgia está prevista para meio do mês de fevereiro.
    Sou de Portugal

  • Responder Caetano 09/01/2015 at 10:16 pm

    Oi Paula eu achei isso daqui tudo interessante!!! Amei seu o blog e indiquei ao meus leitores o seu blog e sua superação de vida aqui o link para você ver que está no meu blog -> http://apenasmeufilme.blogspot.com.br/2015/01/conheca-paula-pfeifer-que-superou-vida.html

    Fico feliz que você tenha superado uma história de vida e reconhecimento tão grande ? beijos

  • Responder Roseli Ramos 07/01/2015 at 10:17 am

    Olá Paula
    Gostaria de saber se a cirurgia que vc fêz pode ser feita pelo Sus. E em Minas Gerais algum hospital que faz esta cirurgia. Obrigado. Roseli

  • Responder Anamaria 21/12/2014 at 9:57 pm

    Olá

    Gostaria de compartilhar minha experiência bem sucedida na compra de um aparelho da marca resound Alera 9 61 (usado) comprado no ebay. Pesquisei muito e ao ser atendida na loja em São Paulo recebi todas as informações, mas o custo do aparelho Alera 7 61 chegava a 5 mil reais!! Na compra, enviei minha audiometria e o aparelho veio programado pelo vendedor, tudo pelo custo de – pasmem – US400!!! Tenho uma perda de 60% por otosclerose e espero contribuir para ajudar a muitos que não possuem condições de comprar um aparelho auditivo. Boa sorte a todos.

    • Responder Meire Fenske 22/04/2015 at 6:01 pm

      Olá Ana Maria,como vc conseguiu esse contato?? Pode passar? Tenho perca bilateral, 60% ouvido esquerdo e 40% direito, consigo ouvir, mas não entendo as pessoas sem ler os lábios, principalmente quando tem ruído em volta…testei um aparelho e foi maravilhoso, mas os 2 aparelhos custavam 10.000,00, n cabe no meu bolso no momento…

  • Responder maria cidalia 26/11/2014 at 12:31 pm

    Olá. Procuro coragem para fazer implante coclear. Estou lendo seus textos e dos parceiros deficientes auditivos. Parabéns. Estou gostando muito dos comentários.
    Tenho uma proposta para discutir com o grupo. É sobre desconto no Imposto de Renda do custo dos aparelhos auditivos. Não são considerados órteses necessárias para a saúde. Alguém já se manifestou sobre esse assunto? Grata.

  • Responder Filipe chauque 19/11/2014 at 10:32 am

    Oi, eu sou de Mozambique, tenho impedimento auditivo. Gostaria de receber a vossa ajuda. Como faco?

  • Responder Glória Dourado Lages 21/10/2014 at 6:15 pm

    Olá Paula, sou portuguesa e hoje ouvi a sua história no programa da Fátima Bernardes. Não tenho qualquer problema para vos apresentar, mas queria dar-lhe os parabéns pela sua coragem e altruísmo! Que Deus a proteja e a ajude na sua caminhada. Mais uma vez parabéns!

  • Responder michela patricia da conceição 21/10/2014 at 1:35 pm

    hoje vi vc noprograma da Fatima achei interssante sua opinião tenho um filho surdo de 17 anos o nome dele é david ele e´um menino maravilhoso fiquei curiosa sobre o implante pois gostaria muito que um dia ele pudesse ouvir parabens pelo blog.

  • Responder elisete helena da silva costa 21/10/2014 at 11:45 am

    EU TENHO UMA NETA Q E DEFICIENTE AUDITIVA TADINHA TDS FICAM FALANDO Q ELA E SONSA EU FICO TAO TRISTE COM ISSO ,,, PORQ ELA MEU TESOURO TADINHA ELA FICA MAIS E AFASTADA DAS PESSOAS PORCAUSA DISSO

  • Responder Karla 30/09/2014 at 5:07 pm

    Olá Paula, adorei seu blog tive a oportunidade de fazer aula de libras na universidade agora, mas desde os sete anos tive o interesse, minha avó falava lingua de sinais e eu sempre queria comunicar com ela pela lingua de sinais mais infelizmente ela faleceu nova, ela tinha vários amigos surdos e eu criança já achava lindo aquela lingua, agora tive a oportunidade de aprender estou muito feliz, como li em uns comentários acima, é díficil ser diferente nesse mundo de iguais, e apesar de ser ouvinte me sinto diferente e as vezes saudade e vontade de comunicar com pessoas como eu… e parabéns pelo blog 😉 By Karla Kássia

  • Responder Andreia 30/07/2014 at 9:04 pm

    Ola estou muito confusa pois hoje recebi um diagnostico que tenho perda auditiva unilateral mista moderada. E agora sou ou não sou considerada PNE para concurso público.

  • Responder Mari 24/07/2014 at 1:31 am

    Genteee, como assim só agora que descobri um blog super legal e descolado sobre surdez? Ameeeei! Sou mto traumatizada com minha perda. Descobri com 7 anos de idade e ainda não aprendi a lidar com isso (tenho 28 anos)… Hoje levei uma bronca gigantesca do médico (tudo por causa de uma viagem de avião, pq sofro muito com dores no ouvido e depois fico surda por vários dias e como vou precisar encarar um voo daki alguns dias, tive que dizer um olá pro otorrinolaringologista), pois há anos que não o consulto. Mas aí, encontro um blog super bacana que me fez descontrair bastante com a situação. Parabéns pela iniciativa!!!! E obrigada! 🙂

  • Responder Alessandro Reis 09/07/2014 at 4:03 pm

    Muito bom esse blog, parabéns é bom saber que existem pessoas preocupadas com a audição dos outros, da pra ficar por dentro das novidades glórias a deus pela sua vida .

  • Responder Ariele 08/07/2014 at 3:34 pm

    Oi Paula, descobri hj seu blog via “google” enquanto eu pesquisava sobre as possibilidades de um deficiente auditivo unilateral (eu sou!) prestar concursos concorrendo às vagas de cotas de PCD. Vi que realmente há uma grande discussão em cima disso, e adorei ver os comentários do pessoal num post sobre isso, pois a gente acaba “se descobrindo”, é ótimo ver que o problema não somos nós, e tb não é só com nós.
    Adorei seu blog, parabéns!

  • Responder Ricielly Ribeiro 07/07/2014 at 6:53 pm

    Olá Paula!!! tenho otosclerose bilateral, fiz duas estapedotomias no ouvido direito, em que a perda é severa. Na primeira cirurgia consegui recuperar muito da audição, mas a prótese deslocou e na segunda já houve perda neurossensorial profunda, desde então uso aparelho auditivo.Em abril desse ano, tive outra queda na audição, agora a otosclerose coclear, fui medicada para calcificação.Mas junto com doença surgiu, alem do zumbido que sempre tive, a hiperacusia( hipersensibilidade a qualquer som, desde os mais simples e cotidianos). O medico esta me tratando para isso somente com antidepressivo, o que não tem adiantado muito. Hoje em uma rede social sugeriram terapia de treinamento, a TRT ( sigla em inglês). Ela trata a hiperacusia também. Mas isso ainda não é comum no Brasil, mesmo em São Paulo é um tanto rara. Estou sem vida nenhuma, ja que fujo de qualquer barulho. Você acha que devo tratar a hiperacusia com fonoaudiólogo???Por favor, talvez você tenha algo a me indicar, moro em belo horizonte. Obrigada!

  • Responder simone meneghette timponi 13/06/2014 at 10:52 pm

    boa noite Paula, tudo bem? Estou muito contente de conhecer o blog, foi uma fonoaudióloga de SP que me falou, inclusive me pediu para ler o seu livro. Tenho perda auditiva bilateral de grau moderada há 25anos, uso aparelhos auditivos da siemens, mas as vezes tenho dificuldade para entender o que as pessoas falam.Tenho também zumbido nos ouvidos e o aparelho ajuda a mascarear isso, mas tem hora que eles ficam mais elevados e as vezes tenho dificuldade de lidar com isso, vc tem alguma dica em relação a lidar com os tinidus, pq qdo a gente tira o aparelho e fica no silencio aí fica incomodando…
    desde já agradeço,
    Simone Jundiaí.SP

  • Responder Maria Aparecida 22/05/2014 at 7:54 pm

    boa noite Paula, fiquei muito emocionada com o blog. Não conhecia, amei ler os comentarios isso só nos ajuda a encarar com mais naturalidade a nossa deficiencia.Tenho deficiencia auditiva bilateral ha 13 anos uso aparelhos auditivos mas tenho muita dificuldade para entender o que as pessoas falam. Gostaria de saber como faço para conseguir o implante coclear, se é feito pelo SUS. desde já muito obrigada

  • Responder Sebastiana 25/04/2014 at 10:44 am

    Estou ingressando na sala de Atendimento Educacional Especializado e o que estou sentindo bastante dificuldade é com relação ao desenvolvimento de um trabalho para realizar com surdo-mudo.
    o que você pode fazer para me ajudar nesse sentindo?

  • Responder Bruno Rosa 17/03/2014 at 9:29 pm

    Que ótimo esse blog!

    Tenho deficiência auditiva desde nascença… que dizer, nasci saudável porém prematuro de 8 meses, peguei intoxicação hospitalar e o remédio que deram para me salvar era ototóxico. =\

    Bom saber que eu sou “normal” nesse requisito. aparelho para mim foi uma novela das 9h. Muito drama, altas expectativas para no fim acabar não suportando usa-lo a semana toda. Faz barulho dentro do ouvido, na hora de colocar pilha, para de funcionar do nada e me atordoava só de sair na rua, em festa e outros lugares com muita gente. Talvez se eu tivesse usado aparelho desde filhote já teria aprendido a me acostumar e seria menos introvertido.

    Acontece que o mundo, pra mim, era super normal. Aprendi leitura labial naturalmente, acho que até muito antes de aprender a falar. Estudei, me alfabetizei, e me formei no colégio sem ao menos nunca usar esses amarelinhos. Foi com 17/18 anos, indo para a faculdade, que uma das mil fonoaudiólogas que tive na vida, falou que seria bom usar um aparelho auditivo, que iria melhorar a minha vida, que ia escutar melhor, e de quebra iria ajudar a manter a queda natural da audição, iria parar de ouvir tv, radio e musica alta (constante reclamações da família) enfim. Me imaginei virando o Superman. Mas não foi bem assim. Primeiro porque pra falar a verdade, eu ODIAVA usar esses aparelhos, me sentia sempre atordoado, os sons vinham tudo ao mesmo tempo, passei a me incomodar com os ruídos, coisa que nunca ouvi. com o aparelho passei a ouvir. Até comer pipoca na hora do filme era ruim. ou eu comia ou eu ouvia o filme. tinha que escolher. Filme dublado sempre foi a morte. Sempre pergunto “o que foi que ele disse? no meio do filme” pior é quando foi uma piada, o cinema ou meus amigos, e família, todos riem eu eu fico sem rir pq não consegui entender a piada. Nos tempos de escola, brincar de telefone sem fio, me achavam o malandro de quase sempre mudar a frase da brincadeira por vergonha de pedir pra repetir 3, 4 vezes. Sempre chegava outra coisa no ouvido do ultimo amiguinho, mesmo quando alguém mudava antes de mim.

    Sempre ouvi dos meus pais a pressão por usar eles TODOS os dias, já que são muito caros. tinha dois “carros” na orelha eu eu não gostava de usar. Adorava usar só em aulas de inglês e outros lugares fechados como palestras e etc. fora isso eu tirava.

    Agora um pouco mais velho, nos meus 25. Começando carreira e formado. Resolvi mudar de atitude e dar uma chance pra eles de novo. Sempre fui taxado de desligado, meio recluso e lerdinho. As pessoas dizem que me chamam e eu não respondo. que eu “finjo que não as escutei” e que acabo ignorando-as de propósito. Odeio ir em boates, festas e lugares tumultuados e barulhentos, isso me da muito mais canseira do que prazer. se a pessoa falar comigo pelas costas ou se tem alguém na frente, putz! um horror, repondo sim ou não e “legal” e torço pra que tenha sido uma pergunta.

    Agora que resolvi largar a vergonha e voltar a usar de vez estou para arrumar o meu antigo aparelho siemens, que não parou de funcionar e ando meio preocupado se tiver que comprar um novo. Não sei que marca escolher no quesito custo, benefícios. amanha vou numa fone que atende Argosy e farei um test-drive enquanto o meu antigo não sai do conserto. Tudo muito caro, até para o meu primeiro salário. Triste isso. Entendo agora a pressão que meus pais fazem sempre.

    • Responder Denize 21/10/2014 at 12:19 pm

      Bruno,
      Entendi perfeitamente tudo o que vc disse. Me identifiquei bastante e resolvi compartilhar e te dizer algumas de minhas experiências.
      Tenho 52 anos e uso aparelhos há quase 20 anos. Nasci num lar onde todos falam muito alto e só percebi a surdez quando me casei (22 anos) e comecei conviver com outra família; que eu também chamo de anormal; pois devem escutar pensamento e falam baixíssimo.
      Ao contrário de vc sou extremamente extrovertida e tento levar com muito bom humor as piadas que fazem sobre meu problema, mesmo quando me incomoda. Acho que fica mais fácil prá mim até por causa da idade kkkkkkkkkk.
      Há uns 8 anos descobri que o SUS estava doando aparelhos auditivos. Fui à UVV em Vila Velha e lá descobri outras marcas e fiquei com a que me adaptei melhor, que por acaso é argosy.
      Recentemente comprei um novo e procurei argosy.
      Um amigo acabou de ganhar 2 aparelhos de última geração. Vc deve tentar.
      Um abraço e Deus te abençôe.

    • Responder Rafaela 22/10/2014 at 3:17 pm

      Bruno, me identifiquei com a sua história, é muito parecida com a que vivi, mas te desejo boa sorte na sua vida! Abraços!

  • Responder Ayrton Silva 27/02/2014 at 11:19 pm

    Boa noite, gente!
    Foi muito bom ter encontrado este blog. Há realmente muitos depoimentos interessantes. E vejo que muitos tem os mesmos problemas que eu.Desde 2001 uso aparelhos nos dois ouvidos. São Widex, Senso, já tive que trocar os moldes 1 vez, e outra, há uns 3 anos atrás, fiz uma revisão geral nos dois, em torno de R$ 1.500,00 para os 2. Este mês um deles parou de funcionar. É muito ruim. Agora acho que chegou a hora de botar uns novos, mais modernos, etc… Acho que vou continuar com a Widex, pois não sei se cuidei bem deles,já que em 2001 custaram R$ 3.650,00 cada um,(essas pequenas jóias) ou são duradouros, mesmo. De qualquer forma, os aparelhos são bons,voltei a ouvir muito bem, falar ao telefone sempre foi dificil, mas…, e a fono que me atendia quase sempre conseguiu me impressionar pelo bom atendimento.

  • Responder SÓNIA FAÇANHA 24/02/2014 at 3:47 pm

    Olá,
    Sou mãe da Ana Rita com 26 meses foi implantada á 7 meses com implante coclear bilateral e já está a dizer algumas palavras.
    Não desistam dos vossos sonhos assim como eu não desisti do melhor para a minha filha.

  • Responder Lena Mourão 19/02/2014 at 11:52 am

    Olá Paula! Tô muito emocionada com o Blog. Tenho otosclerose e há oito anos,fiz uma cirurgia, que foi mal sucedida e tive que usar aparelho auditivo. Bem, nas voltas que o mundo dá, refiz a cirurgia, no mesmo(estou fazendo 6 dias de operada hoje),ainda sinto zumbidos e barulhos, mas tenho que fé que dessa vez, tudo dará certo. Poucas vezes me senti tão acolhida como agora. Boa sorte!!!

  • Responder Eduardo de Campos Garcia 18/01/2014 at 1:48 pm

    Boa tarde! Li seu blog e achei muito significativo. Sou pesquisador da Universidade Presbiteriana Mackenzie e prof. da Universidade Nove de Julho, ambas em São Paulo. No momento pesquiso dispositivos intraorgânicos, entre esses o implante coclear. Sei que há preconceito de alguns surdos em relação ao implante, e alguns ouvintes não o entendem e nem sabem que existe. Em primeiro momento acredito ser importante informar que não saio em defesa de surdos ou ouvintes, mas da liberdade de escolha de todo ser humano em relação a sua vida e seu corpo. Em minha pesquisa de doutorado, preciso que algumas pessoas que optaram pelo implante coclear me respondam um questionário. Você poderia colaborar com minha pesquisa? Desde já gradeço a atenção. Muito obrigado!

  • Responder Marcos Alexandre 05/01/2014 at 5:23 pm

    Boa tarde Paula,

    Hoje me dou conta das oportunidades que perdi neste 50 anos de vida. Muitas coisas deixei de conquistar e de realizar por conta de minha surdez. Sou surdo oralizado. Possuo perda bilateral, moderada-severa na orelha direita e profunda na orelha esquerda – perda acentuada em 70 db.

    Que pena que somente agora tenha tomado conhecimento de seu blog.
    Parabéns pela iniciativa.

  • Responder Elzeni Rodrigues 21/11/2013 at 8:53 am

    Amei o seu blog. Sou casada com um surdo, faz 11 anos e amo o meu esposo, ele é uma pessoa maravilhosa e os nossos filhos são bilingue.
    Eu sou professora da inclusão; mas desde outubro fui trasferida para a SEMED, para desenvolver o AEEPS no municipio. Conto com a colaboração de voces, para me ajudar á ajudar outros surdos.

  • Responder Sonia 29/10/2013 at 5:05 pm

    Lindo o seu blog e o modo como escreve. Você poderia que indicar um livro gostaria de presentear minha sobrinha de 19 anos ela é surda e escreve muito mal. É impossível entender o que ela escreve, para mim não tem sentido. Queria dar um livro bem bacana, para que ela tome gosto pela leitura. Infelizmente os pais não a incentivam.

    Muito obrigada

    Sonia Papa
    soniapapa@uol.com.br

  • Responder Carol Pereira 29/10/2013 at 2:16 pm

    Que blog maravilhoso gente! Nasci surda profunda bilateral e estou na fila do IC… Finalmente encontrei um lugar que posso chamar de refúgio!!!

  • Responder Rosana Santiago 23/10/2013 at 11:40 pm

    É triste você dormir bem com sua audição e simplesmente acordar sem ouvir mesmo que seja de um ouvido,só uma zuada imensa na sua cabeça seu quarto rodando na sua frente e de repente você começa a vomitar.
    Perdi minha audição esquerda assim ha 2 anos; quando li sua historia mim emocionei pq a gente sempre pensa que só a gente passou por isso e se esquece que outras pessoas podem ta enfrentando o mesmo problema.
    Bem a partir dai minha vida que já não era nada fácil esta mais difícil em todos os sentidos.

  • Responder Betina 09/10/2013 at 11:44 pm

    Oi Paula, cheguei ao seu blog por meio de suas postagens do implante coclear no facebook!!
    Sou fonoaudióloga da Santa Casa de POA e trabalho na reabilitação dos pacientes implantados.
    Fiquei impressionada com sua força de vontade, garra, determinação e a forma bacana como escreve esse blog (adoro blogs)! Mesmo não te conhecendo me senti na “obrigação” de te deixar um recado e de te dizer que você terá muitas surpresas boas com esse implante! É emocionante e lindo ver os pacientes voltando a ouvir!!Cada dia será uma evolução. Muitas energias positivas e coisas boas nessa sua “nova vida ouvinte”!
    Abraços Betina

  • Responder Anamaria De Agosto 09/10/2013 at 11:40 pm

    Oi, sou mãe de uma filha linda, abençoada, corajosa e surda de nascimento. aos 2 aninhos fez o IC e é uma guerreira nesse mundo dos ouvintes! ela esta no colégio regular, aprendendo a ler e escrever tal qual a todos os coleguinhas, hoje tem 7 anos e é uma graça de criança! tenho um respeito e carinho por todos vocês, que mostram que com a diferença a vida segue em frente com um ouvido no coração!!! tenho aprendido nesses anos a re-escutar tudo que esta a minha volta, e sou a pessoa mais feliz, por ter sido a escolhida pela Isabela. sempre penso que com paciência, persistência e amor, tudo da certo! um grande abraço em todos vocês, Anamaria

  • Responder Ana Paula Correia da Costa 04/10/2013 at 5:28 pm

    Olá Paula, boa tarde,
    sou deficiente auditiva bilateral com perda de 50% neurossensorial, sou oralizada.

    …. Sabe Paula todos os dias nós deficientes auditivos passamos por situações inexplicáveis que a vida não saberia talvez explicar…
    … sabe as vezes vejo que o preconceito estar dento da nossa própria casa, é tão difícil dói em saber que no fundo bem lá no fundo eu vejo a ironia das pessoas, estes dias tive a experiência com meu pai fui visitar ele quando assistíamos a TV o volume estava muito baixo quando eu perguntava a ele o que havia falado na TV ele repetia uma, duas vezes eu não conseguia entender o que ele me falava apesar de eu ver uma má vontade na hora de responder ele me pedia para prestar atenção na TV…. sabe dói em ver meu pai, mãe, meu noivo minha família e amigos fazer isso, podem até dizer que são compreensivos que entendem a minha situação mais quando menos espero vem a seguinte frase ” preste atenção, vá colocar seu aparelho” como se isso fosse tudo!!!!!
    ……. as vezes tentamos resolver as coisas e quando falam algo que não entendemos acabamos resolvendo antes da hora e sair errado porque não ouvimos direito, quando olhamos ao redor todos rir da sua cara pelo erro que ocorreu mais ninguém pensa que tudo isso foi por você não ter escutado direito… na realidade eles dizem que te compreende e entendam o que você mais não quem viver e nem conhecer o nosso verdadeiro mundo, eu sempre falo como meu noivo a respeito do blog da Crônica da Surdez, ele pede que eu fique quieta que o que estar passando na televisão é importante… como uma pessoa pode conviver com uma pessoa sem ao menos se interessar em conhecer o mundo da pessoa vive ao seu lado que é mais diferente do que ele imagina, a única coisa que ele sabe dizer que são coisas da minha cabeça… isso dói muito.
    vivo sonhando que um dia tudo isso pode se acabar, que eles possam ser mais compreensivos….

    vou deixando mais uma mensagem, talvez mais um desabafo na realidade Paula desde quando descobri o seu blog não deixo mais de visitar e encontrei nele um refugio para poder falar das minhas angustias, magoas e meus pensamentos a respeito do que vivemos.

    Abraços.
    Ana Paula

  • Responder Stephanie 03/09/2013 at 9:41 am

    Puxa, amei seu blog. Sou intérprete em LIBRAS, e durante todo meu processo de aprendizagem só aprendi como a LIBRAS é importante mas nunca tive a oportunidade de compreender a realidade de surdos oralizados (de verdade) como pude ver no seu blog.
    Está sendo uma experiência enriquecedora aprender com você muito obrigada por isso!!!

  • Responder Luciene Neri David 28/08/2013 at 7:56 pm

    Boa noite!
    Sou estudante de Pedagogia e fiquei sabendo sobre o seu blog através de uma matéria que saiu no jornal Extra.
    Esse semestre estou tendo a disciplina “Educação Especial” e a sua história me “rendeu” um bom exemplo, porque além de você superar suas dificuldades também partilha com os outros questões muito importantes para conviver com os desafios de uma deficiência auditiva entre outras coisas!
    Parabéns desejo ainda mais sucesso!

  • Responder JULIO FERNANDO GAVA DE BARROS 19/08/2013 at 12:26 pm

    Oi Paula, bom dia, tudo bem? É com grande prazer que te parabenizo por seu blog também mais ainda pela sua força de vontade e perseverança. O seu blog foi me passado pela fonoaudióloga Mirella Boaglio, que você conhece. Desde os meus 6/7 anos de idade sou portador de deficiência auditiva severa para profunda sensório-neural bilateral. Fui iluminado por Deus, quando perdi a audição não tinha percebido, comecei a usar minha visão, hoje meu sentido mais aguçado, e aprendi naturalmente a ler os lábios. Não utilizo linguagem de sinais, utilizo a fala e leio lábios para me comunicar com facilidade e falo normalmente, com pequena diferença no timbre da voz. Gostaria de saber se você pode me informar se existe carteira para deficiente auditivo, para que possa comprovar que eu sou portador de deficiência auditiva? Se sim, onde e como posso obter? Antecipadamente agradeço.

  • Responder tit 01/08/2013 at 11:38 pm

    Olá, fiquei muito contente com este blog
    Comenta,esclarece, informa e pode trazer muita esperança para portadores de zumbido, outro distúrbio da surdez.

  • Responder Carmem 11/07/2013 at 1:14 am

    Hoje, finalmente encontrei algo muito semelhante à mim. Não tem idéia de como me conforta em saber que não sou a única diferente nesse mundo de iguais.
    Sou deficiente auditiva bilateral, neurosensorial, severa em todas as frequencias. Tenho 49 anos, tenho dois filhos maravilhosos. Sou funcionária pública federal, e graças à Deus consegui sobreviver nesse mundo onde a maioria não entende a gente. Aprendi ultrapassar as barreiras.
    Quero parabenizar, Paula, pela sua coragem, esperteza e sabedoria e gostaria de poder colaborar expondo todas as minhas experiências, vivências e dificuldades que passei durante toda a minha vida.
    Pode contar comigo.
    Um grande abraço
    Carmem

  • Responder Jordana Freire 01/07/2013 at 6:10 pm

    Está tudo muito lindo.
    Ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii :*

  • Deixe seu Comentário