Novidades

O ruído na aula de spinning pode causar perda auditiva

Um estudo acaba de mostrar que o ruído na aula de spinning chega a 9 vezes superior ao recomendado. Acha bobagem? Então aqui vai uma dica: baixe um app que mostra quantos decibéis o local onde você está tem de barulho (como o Decibel 10 ou o Sound Meter Pro).

Quando eu usava aparelhos auditivos tentei frequentar aula de spinning mas, mesmo tendo surdez severa, não aguentei. Primeiro tentei usando meus aparelhos, mas achei que meu tímpano fosse ser perfurado e meu cérebro, explodir. Depois, tentei sem aparelhos, e mesmo com toda a minha perda auditiva não fui capaz de ficar naquele ambiente com o som tão, mas tão alto, que fiquei com medo de sair de lá ainda 00mais surda! Um bate estaca violento, incessante e que estava na casa dos 100 dB, para dizer o mínimo.

O nível de ruído de uma aula dessas pode levar à perda auditiva induzida por ruído

Perda auditiva induzida por ruído (também conhecida como PAIR) é causada por exposição prolongada a níveis altos de ruídos. A audição é lesada gradualmente, em função da exposição aos ruídos incessantes.

A academia que eu frequento, dia desses, fez uma ação de marketing de aniversário bizarra. Colocaram um DJ e música a 118 dB (medi com o Decibel 10) durante o dia inteiro e, para completar, havia uma fonoaudióloga fazendo ‘testes auditivos grátis’ na porta. Fiquei chocada com tamanho despropósito. Reclamei, inclusive nas redes sociais, e não adiantou nada. Mesmo com o  Scan dos meus implantes cocleares, não deu pra aguentar aquele barulho horroroso, absurdo, perigoso e invasivo. O mais insano: minhas reclamações soaram, para eles, como coisa de gente chata,

As aulas de spinning são auditivamente perigosas, mas as de Zumba e Body Pump não ficam atrás. A verdade é que qualquer academia deveria ter preocupação com a perda auditiva induzida pelo ruído que pode causar aos seus funcionários e alunos. Quem é aluno ainda consegue se proteger com fones de ouvido com cancelamento de ruído e protetores, mas e os instrutores, que não podem usar durante o trabalho? O dia em que alguém ficar surdo e processar, aí eu quero ver.

O que me deixa de cabelo em pé é que academias são templos para cuidar da saúde! Mas não dão a mínima para a saúde auditiva. Música alta de fundo desnecessária, TV a todo volume (ou sem volume e sem legendas, hahaha)

Decibéis perigosos

dB Som
140 avião decolando
110 show de rock
110 MP3 player no máximo
93 música na academia
88 restaurante movimentado
60 conversa normal

 

Proteja a sua audição

Leve protetores de ouvido na bolsa (vende em boas farmácias). Descanse os ouvidos num ambiente silencioso após uma exposição prolongada a sons altos. Faça audiometria periodicamente. E fale sobre o assunto! Educar as pessoas que não dão a mínima para saúde auditiva pois ainda têm a sua intacta é uma ação muito poderosa, além de altruísta.

10 amaram.

Sobre a Autora

Paula Pfeifer Moreira

Escrevo o Crônicas da Surdez desde 2010, e também escrevo o blog Sweetest Person desde 2007. Sou bacharel em Ciências Sociais pela UFSM, escritora e empresária. Moro no Rio de Janeiro e tenho 36 anos. Meu diagnóstico é de deficiência auditiva bilateral neurossensorial e progressiva. Tenho Implante Coclear nos dois ouvidos. Em 2013 lancei o livro Crônicas da Surdez (Ed. Plexus) e em 2015, Novas Crônicas da Surdez: epifanias do implante coclear (Ed. Plexus), que já foi traduzido para o inglês.

1 Comentário

Deixe seu comentário