Crônicas da Surdez

Tchau 2017 e chega logo 2018

2017 foi um ano muito especial na minha vida, além de ter sido o sétimo ano seguido em que compartilho todas as minhas conquistas, dissabores e novidades aqui com vocês. O tempo passa muito rápido! Comemorei meu quarto aniversário de implante coclear, descobri que estava grávida em Chicago, fui duas vezes ao Facebook falar sobre o nosso maravilhoso Grupo Crônicas da Surdez (fechamos o ano com quase 8.000 membros!!!), fiz o Conexões Sonoras Rio e amei tanto que pretendo levá-lo por todo o Brasil em 2018 (se Deus quiser e o Lucas permitir, rsrsrsrs), voltei à Lisboa com minha avó Tereca amada depois de ter estado lá com ela há 5 anos, fiz um encontro de leitores do Crônicas em Portugal, escrevi duas páginas sobre surdos que ouvem para a revista Veja, fiz um TED Talks Santos (que até hoje não foi ao ar) sobre Surdos Que Ouvem, voltei à Igreja da Nossa Senhora da Medalha Milagrosa em Paris para agradecer (e encontrei uma senhora espanhola lá cujo sobrinho era implantado e abraçada com ela chorei muito), fui num jantar na Califórnia e conversei em inglês com quatro pessoas ao mesmo tempo no ruído e no final tive minha pronúncia super elogiada por um cientista (voltei pro hotel nas nuvens naquele dia), comecei a escrever um livro novo, melhorei minhas audiometrias e estreitei meu relacionamento com pessoas muito importantes pra mim. Ufa! Que ano maravilhoso. 🙂

Feliz 2018

Para mim vocês são todos meus irmãos de alma, pois juntos vivemos as alegrias e as tristezas da surdez e nos ajudamos de um jeito que ninguém mais seria capaz de nos ajudar. O Crônicas da Surdez foi a coisa mais bonita que eu já fiz na vida, pois com ele pude criar conexões (sonoras ou não) entre pessoas que estão atrás da tela do computador e que partilham os mesmos medos e angústias. Sinto um orgulho tremendo acompanhando as jornadas de cada um de vocês com sua reabilitação auditiva. Vibro junto quando me contam que estão amando seus aparelhos auditivos. Derrubo uma lágrima quando me contam que criaram coragem para quebrar a prisão do silêncio na surdez profunda e vão fazer um implante coclear. É muita emoção e uma honra muito grande compartilhar a vida com vocês, gente! Acho que vocês nem imaginam o quanto significam pra mim! <3

Recebam um abraço apertado e o meu mais sincero MUITO OBRIGADA. Pela companhia, pela audiência, pela presença física de vocês nos eventos, pela presença espiritual em cada post no grupo, pelo carinho, pelas contribuições, pelas ajudas, pelos elogios, pelas críticas, por tudo! É uma felicidade muito grande que o Crônicas da Surdez tenha crescido tanto nesses 7 anos, e isso só foi possível porque vocês estão aqui todos os dias! Espero que continuemos juntos em 2018 e por muitos e muitos anos, porque falar e escrever sobre surdez, aparelhos auditivos e implante coclear é a minha paixão.

Desejo a cada um um Ano Novo cheio de realizações e que tenham a coragem necessária para perseguir seus sonhos, não importa o quão loucos eles sejam. Contem comigo sempre em tudo o que eu puder ajudar!

Até a volta

O Crônicas da Surdez entra hoje em recesso de final de ano. Os posts retornam a partir do dia 3 de janeiro de 2018.,

41 amaram.

Sobre a Autora

Paula Pfeifer Moreira

Escrevo o Crônicas da Surdez desde 2010, e também escrevo o blog Sweetest Person desde 2007. Sou bacharel em Ciências Sociais pela UFSM, escritora e empresária. Moro no Rio de Janeiro e tenho 36 anos. Meu diagnóstico é de deficiência auditiva bilateral neurossensorial e progressiva. Tenho Implante Coclear nos dois ouvidos. Em 2013 lancei o livro Crônicas da Surdez (Ed. Plexus) e em 2015, Novas Crônicas da Surdez: epifanias do implante coclear (Ed. Plexus), que já foi traduzido para o inglês.

4 Comentários

  • Senhores,estou usando implante coclear há 1 mês, e a princípio ,tenho achado o som muito ruim,tipo aquele que é utilizado pelas TVs quando não querem que se identifique a pessoa que está falando(piorado).É assim mesmo ?
    Outra coisa, as baterias do processador do meu implante Kanso não duram mais que 1o horas. Alguém tem alguma dica para aumentar a vida útil das mesmas?

  • Foi muito bom compartilhar cada publicação de 2017… Tudo que escreve…eu me identifico…e tenho o mesmo amor de passar a minha experiência de usuária de aparelho auditivo pra outros…pois sou feliz e assumida…não é fácil…por isso, é bom ouvir e compartilhar com quem vive o mesmo furacão… Feliz 2018!! A todos

  • Hello!
    É muito bom ler mensagens que transmitem sinceridade, prazer de compartilhar, isso prova o motivo da multiplicação das fotos, quanto mais tiramos, mais temos.

    De nossa plataforma sideral, onde admiramos a natureza regendo tudo, sentimo-nos muito felizes por ler tão gostosas mensagens de Feliz Natal e ardentes de desejos de um Ano Novo repleto de boas novas, paz, saúde, amizades sinceras, coragem, simplicidade e amor ao próximo,

    Amar o próximo é se sentir amado, pois para o próximo, o próximo somos nós.

    Feliz Natal a Todos.

    Somos todos iguais, falo alemão com quem fala alemão, falo francês com quem fala francês, não falo com quem não fala essas línguas, mas não deixo de ser pessoa, se não falo e não entendo alguma língua, não me faz um ser diferente e nem incapaz.

    Estamos todos na mesma nave, nave essa que se chama vida!

    Que todos tenhamos um Feliz 2018 com muitas e muitas realizações de nossos sonhos.

Deixe seu comentário