Acessibilidade Deficiência Auditiva Viagem Viajante Biônica

Teatro acessível a surdos oralizados em Nova York

Minha próxima ida a Nova York está marcada para março do ano que vem, e minha primeira parada será, sem dúvida, num teatro acessível. Sinto muita vontade de recuperar o tempo perdido, pois durante os meus 30 anos de surdez progressiva não pude me dar ao luxo de ir ao teatro, já que não entendia o que as pessoas falavam.

Lembro de duas idas: uma na qual sentei bem atrás e não entendi uma palavra do que os atores diziam, pois era impossíve06l ler seus lábios de tão longe. Nessa época, usava aparelhos auditivos. Reclamei com alguém da produção de que precisavam colocar algum recurso de acessibilidade para pessoas como eu e a resposta foi: “Querida, desculpa, mas você está querendo demais!”.

A segunda ida foi no Rio de Janeiro, em 2015, com apenas um implante coclear. Também sentei atrás e o som não chegava até lá, a acústica era horrível. Resultado? Fui embora no meio da sessão porque não sou masoquista…

Mas vim aqui hoje para falar de teatro acessível em Nova York. Agora existe um site incrível chamado Theatre Access NY que mostra em detalhes o que nós podemos encontrar de acessibilidade em todos os espetáculos da Broadway em cartaz!

Não é maravilhoso????

Nada pode ser mais estressante para uma pessoa com deficiência do que  se ver impedida de ir a espetáculos culturais e teatrais por falta de acessibilidade. Já que no Brasil as pessoas acham que acessibilidade é sinônimo exclusivo de rampa de acesso e Libras (hahahaha alguém avisa peloamordedelssss) só nos resta ficar por dentro do que acontece no primeiro mundo, e rezar que a moda logo pegue por aqui.


O Theatre Development Fund  e a The Broadway League estão quebrando barreiras para a Broadway ao lançar o Theatre Access NYC, que é um site 100% pensado para as necessidades das pessoas com deficiência. É tão bacana que pensaram também em sessões inclusivas para pessoas com autismo.

 

Recursos de acessibilidade disponíveis

 

Acessibilidade para surdos oralizados

 

 

Você entra no site, informa qual tipo de acessibilidade necessita, marca o dia em que gostaria de ir ao teatro, e pronto: ele te mostra todas as opções de espetáculos e horários com a acessibilidade pedida. O mais legal? São MUITAS opções. Nada parecido com a palhaçada dos cinemas brasileiros, que coloca uma única sessão legendada de desenhos animados e filmes brasileiros, no horário mais ridículo e impraticável possível. Amei demais essa novidade! 🙂

Leia todos os posts sobre Acessibilidade

Entre para o Grupo Crônicas da Surdez no Facebook

12 amaram.

Sobre a Autora

Paula Pfeifer Moreira

Escrevo o Crônicas da Surdez desde 2010, e também escrevo o blog Sweetest Person desde 2007. Sou bacharel em Ciências Sociais pela UFSM, escritora e empresária. Moro no Rio de Janeiro e tenho 36 anos. Meu diagnóstico é de deficiência auditiva bilateral neurossensorial e progressiva. Tenho Implante Coclear nos dois ouvidos. Em 2013 lancei o livro Crônicas da Surdez (Ed. Plexus) e em 2015, Novas Crônicas da Surdez: epifanias do implante coclear (Ed. Plexus), que já foi traduzido para o inglês.

Deixe seu comentário