Crônicas da Surdez Filmes Tecnologia

DJ’s devem cuidar da sua audição: a história de um DJ que ficou surdo

Vocês já ouviram falar do filme “It’s All Gone Pete Tong” (no Brasil, Ritmo Acelerado)? Ele conta a história da vida de um DJ muito famoso, Frankie Wilde, que ficou surdo. O filme tem depoimentos de nomes como Carl Cox, Tiesto, Paul Van Dyk, entre outros DJ’s conhecidíssimos no mundo inteiro.

 

E porque isso aconteceu?? Porque o bonitinho não foi nem um pouco cuidadoso com a sua saúde auditiva!! Quem trabalha com música e fica exposto a volumes ensurdecedores tem obrigação de tomar cuidado, afinal, está usando a audição para ganhar a vida. Dizem que ele também se entupia de drogas, mas isso são outros quinhentos.

Quando vejo um DJ trabalhando sem usar qualquer tipo de proteção tenho calafrios. Que coragem!!!  Dá vontade de cutucar e perguntar: “Você tem noção do que está fazendo? Depois, não reclama!”. Sabe como é, quando a gente não escuta direito fica alerta e tenta mostrar a quem está colocando um sentido no lixo, tipo, não faça isso pelo amor de Deus!!

Quem é que não conhece um DJ? Se você por acaso conhece, dê um toque. Pergunte se ele tem zumbido (sintoma de perda auditiva ou de início de perda auditiva), se protege a audição enquanto trabalha, enfim, mostre o risco que ele/ela está correndo e que é extremamente simples evitar a perda auditiva. Não custa, né?

 

Dei uma pesquisada e descobri que existem protetores com filtro: o DJ pode escolher o nível de atenuação entre 9, 15 e 25 dB. Ele se protege e ainda assim consegue ouvir os sons que precisa para poder trabalhar.

Sobre a Autora

Paula Pfeifer Moreira

Escrevo o Crônicas da Surdez desde 2010. Sou bacharel em Ciências Sociais pela UFSM, escritora e empresária. Moro no Rio de Janeiro e tenho 38 anos. Meu diagnóstico é de deficiência auditiva bilateral neurossensorial e progressiva. Tenho Implante Coclear nos dois ouvidos. Em 2013 lancei o livro Crônicas da Surdez (Ed. Plexus) e em 2015, Novas Crônicas da Surdez: epifanias do implante coclear (Ed. Plexus), que já foi traduzido para o inglês.

2 Comentários

  • Não só Dj cantrores também.
    Rogério Flausino, 35 anos, vocalista do grupo Jota Quest, revelou em um documentário presente no novo DVD da banda que perdeu 30% da audição por causa de anos convivendo com sons altos .
    Flausino havia reclamado de uma dor de ouvido crônica, e segundo ele, sua surdez parcial foi causada pelo uso de fones de ouvido.

    Problema semelhante foi enfrentado por outros músicos famosos, como Eric Clapton e Phill Collins, esse último esta com quase perda total…

  • Uma sugestão: Acho que deveria falar sobre Dj surdo que toca tb…
    Por sinal, te mandei o link sobre isso há mto tempo! 🙂

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.