Ícone do site Crônicas da Surdez – Surdos Que Ouvem – por Paula Pfeifer

Molde colorido para aparelho auditivo: tem coisa mais linda?

molde aparelho auditivo

Molde colorido para aparelho auditivo: ai, meu coração! Confesso que estou felicíssima por constatar que tudo aquilo que venho falando há anos – quem me acompanha sabe que há anos toco repetidamente na tecla de MAIS GLAMOUR, POR FAVOR para aparelhos auditivos e implante coclear – virou tendência no mundo todo.

Acho  maravilhoso que as pessoas finalmente tenham percebido as infinitas possibilidades de diversão que um AASI pode proporcionar. E não estamos falando apenas de voltar a ouvir, mas de expressar sua própria personalidade através deles! Isso é lindo! 🙂

Eu sei que muita gente pagaria até R$100.000 por um aparelho totalmente invisível, mas eu sou do time que pagaria R$100.000 para personalizar o aparelho! Não acho que ninguém deva escancarar a sua surdez se não quiser, mas eu quero me divertir o máximo que puder com a minha.

Molde colorido de aparelho auditivo

Não sou uma pessoa bege, transparente, incolor ou invisível. Sou dourada, rosa, estampada e cheia de brilho, e acho o máximo poder expressar isso através dos meus melhores amigos – os meus IC’s. 🙂

Uma pena que essa moda dos moldes coloridos só pegou agora, pois na época que eu usava aparelho auditivo, isso não existia.

Em vários países as pessoas não querem mais saber de molde transparente, e com razão, afinal, não há nada mais sem graça do que isso. Bom mesmo seria poder ter um molde de cada cor, várias misturas de cores, com cristais, com glitter, com tudo o que temos direito. Fiz um apanhado das fotos mais incríveis que achei no Instagram.

Eis as provas mais fashion de todas!

Vídeo no YouTube do Crônicas da Surdez sobre como glamourizar AASI e IC

PS: se você trabalha com venda de aparelhos auditivos, não perca a chance de oferecer uma experiência fashion, divertida e inspiradora para os seus pacientes. Eles vão adorar!

REDES SOCIAIS CRÔNICAS DA SURDEZ – SURDOS QUE OUVEM

INSCREVA-SE NA NEWSLETTER CRÔNICAS DA SURDEZ

Coloque seu email na lista

Sair da versão mobile