Aparelhos Auditivos Crônicas da Surdez

Review do Motion 700 da Siemens

Hoje vou apresentar a vocês meus novos melhores amigos. Como comentei neste outro post, acabei ficando com o modelo Motion 700 da Siemens. Já estou acostumada a usar aparelhos auditivos intracanal, me sinto segura com eles e não me causam urticária.

A melhor parte é que o Motion 700 faz tudo o que o Pure 700 faz. Conecta com a TV, Ipod, celular, notebook – tudo através do TEK Transmiter. Ou seja, continuarei fazendo as mesmas coisas – enquanto escrevo este post estou bem feliz assistindo um seriado americano na TV e ouvindo tudo direto nos aparelhos, sem incomodar ninguém por causa de TV com som alto!

Os Motion 700.

O TEK: milagroso! Se quiser ver TV, clico no P2 e o TEK faz o som vir direto pros meus aparelhos. Escuto bem alto e não preciso incomodar ninguém aumentando o volume da TV. A mesma coisa com o Ipod. Eu nem sabia que meu Ipod incomodava as pessoas até o dia em que coloquei-os (andando de carro com a mãe) e ela me disse: “Paula, até o cara lá na outra esquina tá ouvindo, abaixa o volume disso!!”.

Naquele momento me lembrei de uma viagem de ônibus a Porto Alegre na qual os passageiros me olhavam com ódio. E eu bem desencanada (com o Ipod no volume máximo) pensando :”Bando de doidos!”. Vivendo e aprendendo…

Esse é o Transmitter, que fica acoplado na saída de aúdio da TV.

É assim que ele fica nas minhas orelhas. 

Não sei se vocês sabem, mas engordar ou emagrecer de repente pode ser um problema em relação ao molde do aparelho auditivo (a cápsula bege). Precisei mandar fazer um molde novo porque engordei uns 3kg e, em função disso, eles ficaram um pouco frouxos. 🙁

Sim, sei que de certa forma parece uma novela mexicana. Demorada, dramática, com altos e baixos e muito drama. Mas o final feliz, OUVIR, compensa tudo. O som é um milagre para aqueles que não o percebem naturalmente. Após colocar meus aparelhos novos, voltei para casa à pé e começou a chover no caminho. Ouvir o barulho da chuva foi indescritível. Os ouvintes podem não entender isso, do mesmo modo que eu, que enxergo perfeitamente, deixo de ver a beleza de muitos detalhes que minha visão me proporciona.

Não existe nada mais demorado, complicado e chato do que ir até o final quando você toma a decisão de voltar a ouvir ou ouvir melhor. Aparelhos auditivos não são óculos e não funcionam automaticamente. São muitas variáveis envolvidas: o grau da sua surdez, a anatomia da sua orelha, o modelo que você escolheu, sua relação com a fonoaudióloga, os sons que lhe agradam e que desagradam, sua perserverança…Muita coisa pode dar errado: ao escolher o Pure 700, não poderia prever que o fio do receptor e a parte dele que ia atrás da orelha me causariam urticária, nem que o molde da orelha direita faria com que ela inchasse e inflamasse por dentro. Acontece!! Não é motivo para desistir: quem quer ouvir precisa, acima de tudo, de persistência.

Hoje, acho comodismo optar pelo silêncio. Desse modo, você não precisa se incomodar nem se esforçar. Quem ainda tem a opção de ouvir (por mínima que seja essa audição) e quer buscar isso, vai suar a camiseta, vai se irritar, vai querer atirar o aparelho pela janela, matar a fonoaudióloga e por aí vai. Porém, um belo dia, você vai acordar e tudo vai ter entrado nos eixos: os moldes estarão perfeitos, o som estará agradável e você estará que nem criança descobrindo e redescobrindo mil sons.

Estou nessa vibe hoje. Passei o dia inteirinho me deliciando com as vozes sexies dos personagens dos meus seriados americanos favoritos – vozes que eu criava na minha imaginação e agora ouço e sei como são na vida real. Também ouvi tipo cem vezes aquela música linda do Ben Harper,She’s only happy in the sun” e, cá entre nós, se ele cantasse pra mim ao vivo, juro que pedia o cara em casamento!  Que voz!!

O silêncio é cômodo, mas perdemos muito em termos de interação social. Como é bom saber como é a voz de alguém, como é gratificante entrar numa conversa em pé de igualdade com seus interlocutores. E como é delicioso ouvir. Como as vozes e os sotaques das pessoas são gostosos!

Ouvir é um grande presente!

11 amaram.

Sobre a Autora

Paula Pfeifer Moreira

Escrevo o Crônicas da Surdez desde 2010. Sou bacharel em Ciências Sociais pela UFSM, escritora e empresária. Moro no Rio de Janeiro e tenho 36 anos. Meu diagnóstico é de deficiência auditiva bilateral neurossensorial e progressiva. Tenho Implante Coclear nos dois ouvidos. Em 2013 lancei o livro Crônicas da Surdez (Ed. Plexus) e em 2015, Novas Crônicas da Surdez: epifanias do implante coclear (Ed. Plexus), que já foi traduzido para o inglês.

17 Comentários

  • Os usuários de aparelho auditivo podem ter algumas diferenças em relação aos não usuários:

    Paula, eu queria saber se é válido estas dicas para usuários de aparelhos auditivos

    Na vida social, atividades em grupo e até em relacionamento familiar.

    Facilita na comunicação resultando na melhora da autoestima.

    O aparelho auditivo ajuda a diminuir o sentimento autodestrutivo causado pelos danos da perda auditiva.

    Usuários de aparelhos auditivos são mais empenhados em atividades sociais

    Aparelhos auditivos podem melhorar o emocional das pessoas, por terem um melhor relacionamento com familiares e terem uma visão mais positiva.

  • Gostaria de falar s/ o aparelho Nitro, estou experimentando um, micro canal, que pode ser usado até para quem tem perda severa. E tem tbem o intra canal do Modelo Nitro, capacidade de até 70 decibeis. m e muitas opcões de programas, tem cm controle de vol., para quem preferir./Gostei da novidade da Siemens. E qto a quem perdeu de vez a audição procurar po implante coclear, que é para este casos. Procurem se informar pelo Google. Deus os ilumine e de muuuita paciencia, pois precisa. Estou no 3o aparelho, indo para o 4o.

  • Nada melhor do que ouvir o dia acordar com o som dos passarinhos cantando… ?
    Meus Deus! Chorei essa semana qnd levantei pra ir no banheiro e ouvi.
    Ainda tô ajustando meu aparelho (a parte mais chata né?)rs
    na hora fica bom, chega em casa o som muda, até ficar insuportável e eu nao entender mais nenhum som e ter que voltar na fono. (Tb só tem um mês que tô usando eles.)
    Mas posso garantir, nunca fui tão feliz na minha vida!

    Ouvir meus gatinhos miando, os pássaros cantando lá fora..
    Descobrir de onde vem aquele som assustador.. q na verdade é o som da geladeira (rs).
    Quer ver mêdo? Foi qnd abri o congelador uma vez (que som é aquele?) kkkk

    Mesmo sendo mt trabalhoso, vale a pena, não desistam dos seus aparelhos! aguentem firme pq Assim como a Paula já disse:
    “um belo dia, você vai acordar e tudo vai ter entrado nos eixos: os moldes estarão perfeitos, o som estará agradável e você estará que nem criança descobrindo e redescobrindo mil sons.” 😉

    Fiquem todos com o grandioso DEUS! bjus!

  • […] tecnologia nova me interessa – e muito!! Já tinha o Tek desde o ano passado (tem post sobre ele aqui), mas assim que lançaram o miniTek no exterior, fiquei desejando. Quando ele chegou ao Brasil, […]

  • Oi Paula, tudo bem?
    Eu estou na parte de querer atacar meu aparelho pela janela…rsrsrsrs Eu também sou usuária e procuro um aparelho que atenda as minhas necessidades… esse da Siemens é realmente bom? Já usei aparelhos da Telex, Audibel e Widex (este último só me dá dor de cabeça) o melhorzinho foi o da Audibel mas parece que eles não tem essa tecnologia igual ao do seu aparelho… E eu preciso de um aparelho moderno, pois como você sou ativa e o pior trabalho diretamente com o público. Se puder me ajudar, agradeço.

    Juliana

  • Oi,Paula,já uso aparelho intra canal, mas como tenho zumbido,fica muito difícil acertar o aparelho para que eu ouça sem olhar os lábios de quem fala,não sei se é a falta de recurso do meu aparelho, pois uso apenas 2 programas,um normal e outro para ambientes muito barulhentos, mas tbem não tenho muita animosidade com a fono que colocou meu aparelho, acho que ela não usa tudo o que poderia fazer com o aprelho para me ajudar, mas ja é o 2o. que compro em 7 anos e cada vez fica mais caro, será que compensaria tentar comprar outro? O meu é da marca Danavox.Gde Beijo

    • Olá Paula, tudo bem!

      Lendo as cronicas, verifiquei que há possibilidades de dar assistência em vossa audição e buscar melhorias.
      Gostariamos de falar contigo e agendar uma consulta com nossa Fonoaudióloga.

      Somos Distribuidores Danavox.

      No aguardo de um contato ou agendamento.

      Agraço a atenção,

      Moyses Moraes
      Audireal Aparelhos Auditivos
      R. João Adolfo, 118 2º andar
      (11) 3101- 0441
      audireal@audireal.com.br

  • Nossa, fiquei mto emocionada com seu blog! Tenho 28 anos e há 6 fui diagnosticada com otosclerose, mas só agora – q a coisa piorou – decidi usar aparelho, e fikei surpresa ao ler seu blog e perceber q mais pessoas alem de mim compartilham os mesmos desafios!!!
    Muito obrigada!

  • Paula… lindo o teu relato
    Infelizmente, não temos um comando mágico nos aparelhos auditivos, que somente pelo fato de utiliza-los já fosse possível ouvir em toda a sua plenitude. Porém já sabemos que é necessário ser ativo, que é possível (e se deve) trabalhar além das próteses para ouvir melhor e comunicar-se melhor. Por isso, quem quer ser um ouvinte, ou permanecer como ouvinte tem que levar à risca a tua frase: “quem quer ouvir precisa, acima de tudo, de persistência”
    parabéns pelos teus blogs!!
    bjss

  • Paula,

    Estava lendo seu posto porém fiquei apenas com uma dúvida. Sua perda é de grau leve, moderada ou severa ? Porque já vi pessoas usarem intra canal em perdas leves e moderadas, mas nunca severas. Abraços

  • Poxa Paula, que lindooo!!!
    Simplesmente sem palavras…
    Parabéns pelo blog! Já era fã do sweetest, agora vou te acompanhar por aqui tb…
    Muitos beijos e curte muitooooooooooo

  • Caraca, Paulinha, quase chorei lendo vc dizer que se empolgou ao ouvir o barulho da chuva.. muito feliz por vc, guria: D
    bjim!

  • Lindo o post, Paula, ultrapassar a noção viciada de certas sensações é difícil. E tu mostras o quão importante é sentir, de verdade, essas sensações. Parabéns.

    “O som é um milagre para aqueles que não o percebem naturalmente”.

    Adorei 🙂

  • Ler seu texto me faz lembrar de dar mais valor para coisas cotidianas, como poder caminhar, enxergar, escutar… e o que você disse sobre tentar, experimentar, vale para tudo na vida. Não podemos nos acomodar só porque algumas tentativas não deram tão certo.

    Curta bastante! =)

  • eu adotei o Azure,
    tb estou super animada de sentir mais profundo os sons da natureza e do convivio social. Como fiquei TANTO tempo com o mesmo aparelho?

    Beijocas sonoras

  • Oi mto legal seu Post.Mas aqui os modelos Motion 700 e Pure 700 servem para qualquer grau de perda auditiva???Leve, Moderada,Severa, profunda???Ou só serve para um grau de perda??
    Pq eu compartilho da sua emoção,sai sábado e senti falta exatamente disso que vc descreveu,”mas perdemos muito em termos de interação social. Como é bom saber como é a voz de alguém, como é gratificante entrar numa conversa em pé de igualdade com seus interlocutores. E como é delicioso ouvir.”
    Então, se esse aparelho atender tdos os níveis eu vou atrás!!!
    Pq, tdo vale a pena,(as adpatações e as canseiras), para se ouvir melhor não é?!Bjos..sonoros..rsrs

  • Oi Paula, parabéns, fiquei emocionada com o post, aqui está chovendo a pouco e eu nem me liguei no som. Realmente, quando temos todos os sentidos em ‘ordem’ nem damos tanto valor. Deus fez tudo tão perfeito para nós. Depois do que li hoje sobre escutar bem, vou tentar fazer isso de maneira melhor e cada vez que eu ouvir algo fantástico, como o barulho das ondas do mar, ou a larva de vulcões (dá para ouvir e ver pel tv ou net), eu me lembrarei do dia de hoje e de você.
    Um beijo grande e estaladinho!!
    Parabéns, parabéns!!

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.