Filmes

Sobre o seriado Switched at Birth cujo tema é a surdez

 

Desde que o Canal Sony começou a passar Switched at Birth legendado todo domingo às 11hs, acordo pra assistir. Tinha visto os primeiros capítulos em espanhol, em Buenos Aires, e adorado. Agora, em português, melhor ainda. Resolvi escrever esse post pois vi uma cena que me chamou a atenção. Na verdade foi o modo como a irmã ouvinte sempre olha para a irmã surda. O olhar dela é um misto de superioridade com pena. Ela sabe que a outra jamais vai pegar as informações na hora exata e jamais vai participar em pé de igualdade das conversas. Ao mesmo tempo em que a que não ouve nem se liga nisso, a que ouve sabe o quanto faz diferença essa ‘presença’ na comunicação humana da qual a surdez nos priva. Confesso que aquele olhar dela me mata por dentro…

E quando aquele pai ouvinte quer ficar conversando no carro, no escuro, sem olhar de frente para ela? Dá vontade de entrar na tela da TV e dizer “oi, eu sinto a sua dor!”. Agora que a irmã ouvinte se apaixonou pelo melhor amigo surdo da irmã que não ouve então, altas emoções. Achei lindo ela começar a aprender ASL para se comunicar com ele e dá pra ver o quanto ele gostaria de falar para se comunicar com ela. Coisas que só o amor é capaz de fazer! ??

Adoro esse seriado, e acho que ele ilustra bem o quanto as relações humanas necessitam de tempo e adaptação para funcionar.

19 amaram.

Sobre a Autora

Paula Pfeifer Moreira

Escrevo o Crônicas da Surdez desde 2010. Sou bacharel em Ciências Sociais pela UFSM, escritora e empresária. Moro no Rio de Janeiro e tenho 36 anos. Meu diagnóstico é de deficiência auditiva bilateral neurossensorial e progressiva. Tenho Implante Coclear nos dois ouvidos. Em 2013 lancei o livro Crônicas da Surdez (Ed. Plexus) e em 2015, Novas Crônicas da Surdez: epifanias do implante coclear (Ed. Plexus), que já foi traduzido para o inglês.

15 Comentários

  • Olá! Acompanho o seriado,e consigo assistir pelo Megafilmes. Neste site, só é possível assistir a serie legendada em português. Vou disponibilizar o link do site que falei aí em cima. o link: megafilmeshd.net/series/switched-at-birth.html

    Você assiste online, e toda semana tem episódio novo. Na Tv a cabo, passava no canal Sony. Porém, acho que quase ninguem assistia e eles pararam de passar. A série já está na 4 temporada e foi renovada para a 5 temporada!

  • Assisti algumas e achei muito interessante esse seriado! Está passando? Não vi mais…Alguém me ajuda com novas informações a respeito desse seriado?

  • No dia que eu vi esse seriado para baixar, e que se tratava da temática surda logo baixei. Amei o seriado. Sou louca para aprender libras, e tem até alguns gestos em ASL que até já aprendi. A história dos personagens, da família tendo que se adaptar a uma nova vida com a sua filha é muito interessante, Bay e Daphne não se dão muito bem no começo mas logo elas descobrem que tem que enfrentar tudo juntas.Os outros personagens são adoráveis, como o Emmet e o Travis. No decorrer da série você se apaixona ainda mais e torce para que ela não acabe nunca! Pretendo fazer medicina, e com certeza vou seguir a carreira de otorrinolaringologista.

  • Eu adoro esse seriado! Descobri ele ano passado (2013), e me apaixonei logo de cara. Incrível.
    É muito interessante a história da Daphne, e como ela lida com isso e ainda se aceita muito bem e mostra pra todo mundo que é capaz de fazer o que os ouvintes fazem.E outra MAIS interessante ainda, na vida real, os 3 atores que atua a Daphne, Emmet e Melody são surdos de verdade.. Pena é que faz pouco tempo que não assisto por falta de tempo, mas parar de assistir NUNCA! Vou continuar assistindo assim que eu tiver tempo sobrado! 🙂

    Foi bom ter comentado e compartilhar isso, pq o seriado ainda é desconhecido no mundo, e só poucas gente que assiste! Enfim..

    Abraços.

  • Olá pessoal!!!
    Adorei ver meu seriado favorito aqui
    Não deixem de ver o episódio 09 que não tem nenhum som e as atrizes avisam no início que será assim para ninguém achar que é defeito da TV é bem tocante perceber como as pessoas que não conseguem ouvir nada se sentem e eles passam isso nesse episódio. É lindo!!!
    Tenho perda auditiva leve…. descobri a poucos meses ja noto que estou piorando com o tempo me achei nesse seriado e me achei no blogg também obrigada
    Beijos,

  • A 2ª temporada está ficando cada vez melhor em discutir esse aspecto de ouviente e surda. (Eu baixo via internet, então, estou no mesmo ritmo que os americanos)
    O episódio da próxima segunda (04/03) será inteiramente em ASL, primeira vez que isso acontece na televisão americana!
    Acompanho essa série desde que ela estreou, e cada vez mais me sinto identificada com os “dramas” pessoais dos surdos, principalmente os que são apresentados na 2ª temporada, pois (um pouquinho de spoiler para quem ainda não conheceu os novos personagens) existe um personagem que terá perda auditiva progressiva causada por uma sindrome, o que acaba sendo o caso de muitos. E o episódio 8 da 2ª temporada (que foi exibido semana passada, na segunda) foi realmente tocante.
    Sempre que alguém me pergunta de qual série começar a ver, não tenho dúvidas: recomendo Switched at Birth.

  • Sabe que eu tinha reparado nesse olhar, mas depois de tanto analisar produtos midiáticos e personagens com deficiências pensei que podia ser paranoia minha. Bom saber que compartilhamos dessa visão.
    Bjs

  • Olá Paula, cá em Portugal já chegou a dar essa série mas eu nunca liguei,,,vou estar mais atenta! Uma das coisas boas para nós que tem Portugal é que os filmes e as series estrangeiras são todas legendadas…mesmo em algumas portuguesas a tv tem a opção de colocar legendas…nem imagino minha vida se fosse tudo dobrado! Já agora, o seu livro não se encontra á venda por cá, seria possivel enviar-mo pelo correio? Deixo o meu mail para contacto celi2042@gmail.com .Beijo e obrigada pelo seu maravilhoso blog, adorei! Célia Barros

  • Adoro Switched at Birth!! Comecei a ver justamente por sua própria indicação, há algum tempo!! Até já aprendi um monte de coisas em ASL! =D

  • Oi, Paula. Não acompanho pela Sony mas sim pelos sites de legenda e nem sei que ponto está a Sony, tenho a impressão que evolui muito esse comportamento,tenho duas primas surdas e sei como funciona tudo, então, espere evoluir!

  • Poxa eu jurava que tinha comentado rs, mas enfim. Eu adoro o seriado. ELe n foca só na deficiencia auditiva e também mostra os vários lados dela. E Bay é uma incompreendida…aquela Melody é estressante, mas conforme o seriado for se desenvolvendo vc se apaixona por todos os personagens e suas peculiaridades (bom a Melody ainda não caiu no meu gosto) eu estou na segunda temporada já, baixo online e amo. Vale a pena. Com o tempo todos aprendem a lidar com a Daphne e vc nota q ela é uma surda q odeia aquela baboseira de cultura surda. É bem bacana.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.