Ícone do site Crônicas da Surdez – Surdos Que Ouvem – por Paula Pfeifer

Os desafios do trabalho remoto para quem tem deficiência auditiva

O trabalho remoto foi uma grande novidade para muitas pessoas com deficiência auditiva. A pandemia obrigou quase todo mundo a trabalhar de casa, e isso trouxe uma série de desafios. Para começar, vários dos truques que nós costumamos usar para uma melhor comunicação no dia a dia simplesmente desapareceram.

Viramos reféns da tela do computador e de um ambiente de escuta difícil da noite para o dia. Descobrimos aquilo que de certa forma todos já sabíamos: a acessibilidade faz uma falta danada no ambiente digital. Pensando nessa nova realidade, fizemos esse post com algumas dicas e observações que podem tornar o seu trabalho remoto mais produtivo e menos desgastante.

Como tornar as reuniões online melhores

A primeira dica é informar ANTES das reuniões aos outros participantes que você talvez precise de algumas adequações. Não custa nada informá-los de que:

No fim das contas, essas adequações tornam as reuniões online muito melhores para todas as pessoas, sejam elas ouvintes ou surdas. Eu tive uma colega que teimava em fazer reuniões comigo estando numa garagem super barulhenta, e ainda ficava segurando o microfone do seu fone de ouvido na frente da boca enquanto falava. O resultado era um desastre, porque eu não entendia nada.

Como superar a falta de acessibilidade

Com a pandemia escancarou a falta de acessibilidade digital, as empresas de tecnologia correram atrás do prejuízo. Sabemos que em breve Google Meet e Microsoft Teams terão legendas automáticas em português, mas enquanto isso não acontece, você vai precisar se virar sozinho. Como?

Temos duas dicas infalíveis. A primeira é instalar o WebCaptioner no seu computador – leia esse post que ensina passo a passo como fazer isso. A segunda é colocar ao lado do computador um celular Android com o Google Transcribe aberto, pois ele faz legendas em português de ótima qualidade em ambientes silenciosos.

Abuse do bluetooth

Caso o seu aparelho auditivo permita conexão bluetooth com o computador ou celular, isso facilitará bastante o entendimento de fala, pois o som fica mais claro, limpo e alto. Entretanto, algumas pessoas (como eu!) regulam seus dispositivos para que 100% do som ambiente seja fechado, o que significa que você ouvirá super bem o que os outros dizem, mas não ouvirá a sua própria voz – e isso vira um problemão, já que você vai começar a berrar sem perceber.

A dica é: teste antes com alguém de confiança e, precisando de uma nova regulagem, peça ajuda ao seu fonoaudiólogo.

Como lidar com o cansaço auditivo

Todos nós sabemos que o uso de aparelhos auditivos e implante coclear somados à deficiência auditiva causam um grande cansaço auditivo. Não é à toa que tantas pessoas surdas costumam querer tirar os aparelhos ao chegar em casa após um dia de trabalho. A pandemia fez com que os ouvintes também descobrissem o que é isso, já que eles passaram a fazer um esforço de concentração auditiva muito maior no ambiente do trabalho remoto.

Antes da pandemia, a maioria de nós chegava em casa exausto após um dia inteiro tentando ouvir e entender as pessoas. O interessante é que nossas interações envolvendo comunicação e fala não eram intensas como são hoje. Atualmente, boa parte das pessoas com deficiência auditiva que segue em trabalho remoto precisa passar o dia inteiro pulando de reunião em reunião. Isso pode significar até 8 horas diárias ininterruptas de esforço auditivo intenso, o que causa um cansaço auditivo infinitamente maior.

Você vai precisar lidar com a sua agenda de uma maneira mais estratégica, e também conversar com o seu gestor para ver se existe a possibilidade de estar presente em reuniões quando sua presença for 100% necessária. Elimine todo o ruído de fundo que puder se você trabalha em casa, faça pausas para respirar fundo ou relaxar (quem sabe até mesmo tirando seus aparelhos nesses rápidos momentos de descanso) e administre sua agenda de modo a ter intervalos entre as reuniões online para conseguir diminuir o cansaço auditivo.

A boa comunicação é responsabilidade de todos

Não é porque você tem deficiência auditiva que você está livre da responsabilidade de saber se comunicar bem. É importante lembrar que, quando falamos de vida profissional, falamos de pessoas adultas. Isso significa que você não pode esperar que os outros adivinhem as suas necessidades ou dificuldades. Pelo contrário: você precisa comunicá-las da melhor forma.

Não se sinta constrangido ao pedir adaptações no trabalho remoto. A pandemia mostrou que somos todos seres humanos e estamos todos tentando administrar a vida da melhor forma possível. Cada um de nós tem suas questões. A deficiência auditiva pode complicar a comunicação no ambiente virtual, mas os recursos de acessibilidade e a colaboração dos colegas farão você contornar os obstáculos.

Sair da versão mobile