Deficiência Auditiva

Como proteger sua audição durante um show ou festival de música

Com a pandemia do COVID-19, shows e festivais de música foram cancelados no mundo inteiro. Nós havíamos preparado a tradução de um post importante sobre como proteger seus ouvidos nesses ambientes. Decidimos publicá-lo mesmo assim, uma vez que, assim que tudo se normalizar, as pessoas voltarão a frequentar shows e festivais de música. 🙂

“O verão chegou, trazendo consigo muitas oportunidades para sair e ouvir música ao vivo em festivais no país inteiro. Porém, se a música alta é um dos atrativos, a excessiva exposição ao ruído pode prejudicar sua audição, e os efeitos podem ser permanentes.

A música alta também pode levar ao zumbido crônico — um ruído que apita, assovia ou faz zzz nos seus ouvidos — muito tempo depois de a música ter ido embora. Tome cuidado: a perda auditiva irreversível e o zumbido podem acontecer muito mais rápido do que você pensa.

A exposição a sons mais elevados do que 100dB (decibéis) por apenas 5 a 15 minutos pode provocar perda auditiva permanente. E a maioria dos festivais, das boates, e de locais de shows costumam exceder esse nível de ruído — por períodos muito mais longos.

Como o som alto leva à perda auditiva?

A exposição prolongada ao som alto pode prejudicar e até matar as células no labirinto, que ativam nossos nervos auditivos. Sem o auxílio dessas células, é muito mais difícil ativar o nervo auditivo, e, em última instância, isso significa que o som tem de ficar mais alto para que um ouvido prejudicado consiga percebê-lo.

Como proteger sua audição em festivais e shows

Não se desespere. Existem medidas preventivas que podem proteger sua audição em shows de música. Aqui estão seis maneiras fáceis de aproveitar a música ao vivo e manter sua audição segura.

Use plugs de ouvido:

sempre use plugs de ouvido. Eles não vão tapar as conversas nem impedir você de ouvir a música. A proteção correta suprimirá níveis perigosos de som, mas permitirá que você ouça o que quer. Existem plugs sofisticados com cancelamento de ruído, mas até mesmo plugs de menos de 25 dólares podem reduzir os volumes sonoros a níveis seguros.

Plugs auditivos para músicos:

se você quer ouvir a música sem distorção, os plugs auditivos para músicos são uma solução. Eles exigem um molde, então você vai precisar da ajuda de um profissional.

Faça pausas regulares:

a intensidade sonora dobra a cada aumento de 3 decibéis. Assim, a cada vez que o volume aumenta apenas um pouquinho, os danos auditivos podem ocorrer em praticamente metade do tempo que levariam. E a diferença entre danos temporários e permanentes a seus ouvidos pode estar em meros minutos. Quando você limita a exposição, você dá aos delicados organismos no seu labirinto tempo para recuperar-se.

Não fique perto demais das caixas de som:

o som das caixas de um festival de música pode exceder 110 decibéis, o que pode em poucos segundos prejudicar sua audição. Porém, como as ondas sonoras diminuem de intensidade ao passar pelo ar, você consegue se proteger mantendo distância.

Use um leitor de decibéis no seu celular:

aplicativos de leitura de decibéis para smartphones são fáceis de baixar, e seus preços vão do relativamente barato ao totalmente gratuito. Eles mostram exatamente quão ruim está o barulho em qualquer tempo e lugar, informando o seu nível de risco. O volume sonoro em locais ao ar livre geralmente fica entre 90 e 100 decibéis. Em locais fechados, com frequência pode passar de 110 decibéis. Um leitor de decibéis informa o momento de colocar aqueles plugs auditivos.

Cuide de si:

existem outras coisas que você pode fazer para proteger sua saúde auditiva. Para começar, mantenha-se hidratado. Isso aumenta a circulação de sangue, que vai ajudar você a manter seus ouvidos saudáveis. Também se considera que antioxidantes ajudam a limitar os danos auditivos relacionados ao barulho, por isso coma muitos mirtilos antes do festival!

Coloque alarmes no seu celular para limitar seu tempo de exposição. Lembre-se de ficar o mais longe possível da fonte de um som alto. E mantenha seus plugs com você!

E se você trabalha no festival?

São bem documentos os níveis inseguros de barulho em festivais de música, e os empregadores têm responsabilidades éticas e às vezes jurídicas de proteger a audição dos funcionários.

Por exemplo, nos Estados Unidos, o National Institute for Occupational Safety and Health (NIOSH) estabeleceu Limites Recomendados de Exposição para a exposição profissional ao barulho em 85 decibéis ao longo de um turno de oito horas. Níveis médios de barulho que excedam esse limite são considerados nocivos para os empregados.

E a Agencia de Segurança e Saúde no Trabalho da União Europeia publicou uma diretriz segundo a qual os empregadores devem oferecer proteção auditiva para os trabalhadores a fim de manter sua exposição contínua ao ruído no local de trabalho numa faixa de 80 a 85 decibéis ou menos.

Siga a “regra de 60 a 60”

Se você trabalha num festival de música, peça a seu empregador que forneça proteção auditiva adequada. E se você trabalha na segurança e precisa de um headset ou de um fone para comunicar-se, garanta que o volume está num nível seguro.

Uma dica simples: siga a “regra de 60 a 60”. Se você está usando um fone, ouça o volume a 60% por não mais de 60 minutos de cada vez. E, por segurança, faça um intervalo de 20 minutos entre cada sessão.”

  • Publicado originalmente em Hearing Tracker
  • Tradução de Pedro Sette-Câmara

Sobre a Autora

Paula Pfeifer Moreira

Escrevo o Crônicas da Surdez desde 2010. Sou bacharel em Ciências Sociais pela UFSM, escritora e empresária. Moro no Rio de Janeiro e tenho 36 anos. Meu diagnóstico é de deficiência auditiva bilateral neurossensorial e progressiva. Tenho Implante Coclear nos dois ouvidos. Em 2013 lancei o livro Crônicas da Surdez (Ed. Plexus) e em 2015, Novas Crônicas da Surdez: epifanias do implante coclear (Ed. Plexus), que já foi traduzido para o inglês.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.