Acessibilidade Crônicas da Surdez

Hearing Loop na Europa

Fico muito impressionada com a quantidade de locais nos quais encontrei disponível o hearing loop na Europa – embora em nenhum deles eu tenha precisado usá-lo. Mas só de saber que essa tecnologia estava à disposição, já era um grande alívio. A parte triste é que a gente fica se perguntando porque diabos isso é tão desconhecido e inexistente aqui no Brasil… Mas tenho fé de que o aro magnético ainda vai chegar pra ficar por aqui! 🙂

 

Na foto acima, hearing loop no Aquário de San Sebastián, no País Basco (norte da Espanha).

Esse foi o mais chocante! Assim que cheguei em Londres, última cidade que visitamos, entrei no táxi e…dei de cara com o hearing loop! Achei TÃO legal!

 E pela primeira vez na vida vi hearing loop num elevador!

Londres ganha disparado de todas as outras cidades, com certeza. Até mesmo os restaurantes disponibilizam hearing loop. Supermercados, museus, bilheterias de monumentos, táxis, hotéis, elevadores… Mais um bom motivo para usarmos nossos aparelhos auditivos e ótima notícia para quem ainda não tem coragem de viajar sozinho. 😉

11 amaram.

Sobre a Autora

Paula Pfeifer Moreira

Escrevo o Crônicas da Surdez desde 2010. Sou bacharel em Ciências Sociais pela UFSM, escritora e empresária. Moro no Rio de Janeiro e tenho 36 anos. Meu diagnóstico é de deficiência auditiva bilateral neurossensorial e progressiva. Tenho Implante Coclear nos dois ouvidos. Em 2013 lancei o livro Crônicas da Surdez (Ed. Plexus) e em 2015, Novas Crônicas da Surdez: epifanias do implante coclear (Ed. Plexus), que já foi traduzido para o inglês.

5 Comentários

  • Olá! Enviei um e-mail para o INTI e, em menos de 2 horas, recebi resposta atenciosa do Sr. Leonardo Cruder, que me mandou um PDF do manual, com todos os componentes eletrônicos necessários e o esquema de instalação. Custo do material: a partir de R$ 50,00. Só falta boa vontade para instalar. Segue o link: http://tinyurl.com/aro-magnetico

  • Estive recentemente em Orlando e nos parques da Disney todas as atracoes tinham disponiveis ou caption ou hearibg loop ou interprete. Cada acessbilidade foi escolhida conforme o tipo de atracao. Qd eram teatros improvisados, tinha interprete. Captions eram em filmes 3D ou coisa semelhante. Hearibg loop estava presente nos brinquedos em movimento.
    Fiquei maluquinha!

  • Paula, tudo bem?

    O Brasil ainda precisa evoluir muito para chegar aos padrões europeus de assistência. Logo mais esse país terão muito surdos, visto as aparelhagens de som que a molecada coloca nos carros e o volume com que as pessoas ouvem música no fone de ouvido. É uma questão de tempo, infelizmente.

    Beijos,

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.