Como escolher o melhor aparelho auditivo para você?

Esse post foi escrito pela fonoaudióloga Mirella Boaglio Horiuti, que acabou de criar o site Não Escuto. Para quem não conhece, nós duas temos um velho caso de amor. A Mi é especialista em adaptação de aparelhos auditivos e Mestre pela Escola Paulista de Medicina. E foi ela quem me ajudou na jornada (longa) que tive até me apaixonar pelos meus aparelhos nos anos em que usei eles antes de fazer o IC. Graças a ela que posso dizer sem rodeios que não existe AASI ruim, existe AASI mal adaptado ou não indicado para a perda auditiva do paciente. Esses dias até escrevi lá na fanpage do blog que fico bege com as desculpas esfarrapadas que as pessoas dão para não usar seus aparelhos auditivos – e isso sempre volta para este ponto básico: aparelho mal adaptado. Só que, antes disso, é preciso decidir qual marca e modelo de aparelho auditivo comprar, e essa foi a missão da Mirella neste post. Não deixem de conferir, comentar e dar uma passada lá no Não Escuto.

 

smile3

‘Muita gente me pergunta como escolher o melhor aparelho auditivo para seu caso. Resumi em alguns itens para ficar bem simples. Lembre-se: comprar um aparelho auditivo é muito parecido como comprar um carro mas, é mais sério pois estamos falando de um produto médico, para sua saúde. Existem diversas marcas FIAT, GM, BMW, etc. e cada marca possui vários modelos uns mais e outros menos sofisticados com este ou aquele opcional. Cada modelo tem sua peculiaridade e o que agrada muito um comprador pode não agradar tanto à outro.

O que fazemos quando vamos comprar um carro? PESQUISAMOS TUDO! Desde características técnicas como cor, potência, consumo, opcionais até garantia, assistência técnica e forma de pagamento. O que é mais importante quando a pesquisa é sobre aparelhos auditivos? A resposta é … muitas coisas. Fiz uma lista que pode ajudar bastante.

Passo 1 Procure na internet as empresas que comercializam aparelhos auditivos dentro de uma área próxima que você ache fácil e tranquilo trafegar. Motivo? Facilidade de locomoção e solução de problemas com rapidez.

Passo 2 - Selecione umas 6 empresas e comece sua jornada de contato. Muita gente prefere email. Eu pessoalmente prefiro ligar pois já começo minha avaliação desde aí… Já deixei de ir em várias lojas pois o atendimento telefônico foi péssimo.

Passo 3 – Agende uma visita ( sem compromisso ) para um orçamento nos 3 melhores. Leve seu exame de audição e a prescrição médica.

#ficadica: O exame auditivo e a receita são SEUS documentos. O local pode apenas tirar um xerox para anexar em seu prontuário. Se o local insistir em “segurar” seu exame ou sua receita, já desconfie e risque esse local da sua lista. Eles querem garantir que você não vá a mais nenhum lugar pesquisar preços!!!!

Depois do seu atendimento, volte para casa e avalie:

Instalações – eram boas? E a limpeza do local? Há quanto tempo estão neste mesmo endereço?

Marca – qual a marca do aparelho auditivo comercializado? Era de primeira linha? Pesquise pelo nome do fabricante na internet.

Atendimento – como foi? O atendimento foi por um fonoaudiólogo? Ele se mostrou interessado em ajudar a resolver seu problema auditivo ou só quis vender um par de aparelhos auditivos?

Conhecimento do profissional fonoaudiólogo – Ele pareceu seguro e confiante? Tem experiência? Tirou todas suas dúvidas?

Teste antes da compra – é prática do mercado permitir que o paciente teste o aparelho auditivo sem compromisso de compra por 1 semana. O teste em casa, no trabalho e nas situações do dia-a-dia são muito importantes. Costumo dizer aos meus pacientes que dentro de uma sala fechada qualquer aparelho auditivo é bom.

Preço – muita gente acha esse item o mais importante. E importante ele é, com certeza. Mas não é o principal. Lembre-se que ao adquirir um aparelho auditivo você está casando com o local onde comprou!

Garantia do produto – quanto tempo é a garantia? Marcas de primeira linha em geral praticam de 2 a 3 anos. O que cobre?

Garantia do fabricante – procure saber quem é o fabricante do aparelho auditivo que foi oferecido à você. A maioria destes produtos é importado.

Política de retornos – pergunte como funcionam os retornos após o vencimento da garantia. São cobrados? Qual o valor?

Política de revisão técnica – esse ítem merece muuuuuuita atenção.

Muitas empresas insistem que o aparelho auditivo deve ser revisado a cada 6 meses ou no mínimo uma vez por ano depois que acabar a garantiam mesmo que o usuário não tenha queixa nenhuma de funcionamento. Eu não concordo. Pergunto à você… quantas vezes você mandou seu televisor ou seu celular para revisão e limpeza?

#ficadica: Só envie seu aparelho para a assistência técnica se aparecer algum problema de uma hora para outra. Alguns exemplos: aumentou o consumo de pilha, som distorcido, etc.

Passo 4 – Depois da sua jornada de visitas e avaliações, escolha 2 locais para fazer o teste em casa. Ou escolha o local que você gostou mais, ou melhor, sentiu mais segurança e teste 2 modelos diferentes recomendados pela fonoaudióloga. Isso é possível também!

Passo 5 depois da finalização dos testes, com segurança, avalie as vantagens e desvantagens de cada aparelho auditivo e escolha uma das empresas para fazer a compra.’

16 amaram.

FaceTime de áudio: o melhor jeito de usar o iPhone

Captura de tela inteira 27082014 084920.bmp

 

Essa dica é para quem é usuário de implante coclear e usa iPhone para falar no celular. Enquanto o Nucleus 6 não chega no Brasil para me livrar dos cabos de áudio (é muita mão de obra: celular toca, você tem que achar o cabo na bolsa, tirar o IC, conectar o cabo nele, colocar de volta na cabeça, blablabla) o jeito é atender do jeito normal, embora o cabo de áudio tenha o plus de fechar todos os ruídos de fundo. Posso ter demorado pra descobrir mas o dia em que me dei por conta foi ‘como pude viver sem saber disso antes’. Falar no iPhone numa ligação é infinitamente melhor, mais claro e mais audível através de um FaceTime de áudio – pena que só funciona de iPhone pra iPhone. Experimentem fazer a comparação ligando para alguém primeiro através de uma ligação convencional e depois através do FaceTime de áudio: são outros quinhentos!! Basta clicar num contato e depois clicar no ícone do telefone na opção FaceTime, facílimo. O som é incomparavelmente melhor do que na ligação convencional, parece até que a pessoa está ao seu lado falando ao pé do ouvido. Muito, muito bom. Acho até que a dica vale para quem não usa IC ou AASI, hein! ;)

15 amaram.

Quem são os leitores do Crônicas da Surdez?

 pesquisa1

 

Chegou a hora de saber quem são os leitores do Crônicas – tenho muita curiosidade de saber mais sobre vocês!! Por isso, peço que cliquem aqui e respondam a um questionário que bolei com várias perguntas que vão me ajudar a fazer um site melhor! :)

27 amaram.