Menu
Clipping / Crônicas da Surdez

Congresso da FORL em Campos do Jordão

Contei pra vocês que estive em Campos do Jordão nos dias 15 e 16 de agosto para o 12* Congresso da Fundação Otorrinolaringologia, certo? O post de hoje é para mostrar como foi tudo, porque foram dias bem emocionantes. A cada palestra que dou me descubro ainda mais apaixonada por essa missão de desmistificar a deficiência auditiva e ajudar os profissionais da saúde a entenderem melhor os seus pacientes com esta deficiência. Se não me derem limite de tempo para parar de falar, engato uma primeira e não paro mais.

 

IMG_3779 IMG_3800 pal

 

Confesso que na hora da palestra eu estava com o maior medinho de que a sala estivesse vazia! Era a última palestra do dia e era a primeira vez que o palestrante não era otorrinolaringologista ou fonoaudiólogo. Então, imaginem o meu nervoso. Assim que cheguei lá me deparei com a Dra. Tânia Sih. Minha história com ela é bem bacana!! Em 2012 eu estava chegando em Biarritz quando recebi uma mensagem pelo Facebook do meu médico, Dr.Pedro Coser. Ele me pedia que entrasse em contato com ela com urgência, pois a Dra.Tânia tinha lido num vôo da TAM aquela matéria que escrevi para a revista TAM nas Nuvens sobre as minhas viagens pelo mundo. Resumo da história, conseguimos autorização da TAM e a matéria foi publicada na íntegra no XI IAPO, que circula em mais de 30 países e em 5 idiomas. Eu e a Tânia ainda não nos conhecíamos pessoalmente, e ela fez questão de abrir a minha palestra – falou tantas coisas lindas a meu respeito que não sei como é que não me afoguei em lágrimas na hora!

Quando vi meu querido Dr.Luiz Lavinsky (que fará meu implante coclear) na platéia, meu coraçãozinho acelerou. Setenta pessoas estavam ali para me ouvir falar sobre minha vida e minha história. Acho que minha ficha caiu quando percebi ter sido capaz de levar essa platéia incrível às lágrimas e às gargalhadas. Ali eu pensei ‘poxa, o que tenho pra dizer não é tão bobo assim se esses profissionais incríveis estão aqui me ouvindo, rindo e chorando’. E só de escrever isso já encho os olhos de lágrimas. Me descobri a maior manteiga derretida do planeta nessa fase pré-IC, mas isso é assunto para outro post.

No final da palestra, as pessoas puderam fazer perguntas e ainda tive a honra de ouvir mais palavras lindas, dessa vez dos doutores Luiz Lavinsky e Ítalo Medeiros.

 

IMG_3806 IMG_3807

 

Duas pessoas que merecem meus mais sinceros agradecimentos. Dr.Ítalo Medeiros, que me deu essa grande oportunidade. Se não fosse a confiança dele em mim, não haveria palestra. E minha mãe, por ser essa super companheira que prestigia todos os meus momentos importantes relacionados ao Crônicas da Surdez e chora junto – te amo!

 

IMG_3840 IMG_3874

 

No outro dia, sessão de autógrafos do livro no stand da Siemens – com nada menos do que cinco horas de duração e 250 livros autografados. Foi um convite da ABRAASI – aliás, um beijo enorme para a Patrícia Coradini, o Cláudio Luccas e o Paulo Freixo, todos da diretoria da ABRAASI. Obrigada por confiar no meu trabalho e por serem grandes parceiros do blog. Vocês são incríveis!

 

IMG_3830 IMG_3895 IMG_3902 IMG_3901 IMG_3900 IMG_3898 IMG_3897 IMG_3892IMG_3890 IMG_3881 IMG_3876 IMG_3870 IMG_3866 IMG_3856 IMG_3846 IMG_3831 IMG_3823IMG_3894 IMG_3904

Foi muito legal conhecer médicos do país inteiro – até a Dra. Tanit Ganz Sanchez finalmente conheci. Muitos deles me contaram de pacientes que adoram o Crônicas e que indicaram o blog e o livro para eles!!! Uma fono me contou de uma paciente dela que comprou uma pilha de livros e distribuiu entre familiares, amigos e médicos/fonos! Uma médica me disse que não conseguiu assistir a palestra pois quando chegou estava lotada, mas que vários colegas estavam comentando sobre ela no outro dia. E acrescentou: “Nossa, como a gente come bola! Eu nunca tinha percebido isso até ouvir o que os colegas disseram que você disse na palestra!”.

Acho que talvez tenha sido porque num determinado momento comentei sobre o quanto me irritava chegar num consultório médico e ver a TV ligada…sem legendas. Ou ter que achar normal secretárias desavisadas que ficam berrando os nomes dos pacientes…que não escutam! Pior, não poder até hoje marcar uma consulta médica sozinha pois é impossível marcar por email ou pelo site das clínicas. Coisas que parecem bobagem aos olhos de pessoas ‘normais’ mas que irritam e machucam muito os pacientes com deficiência auditiva.

Não posso esquecer também da médica que foi falar comigo no final da palestra – ela mesma tem deficiência auditiva. Conversamos, choramos, rimos. E, para minha total surpresa, no outro dia ela foi me ver no stand da Siemens e quando nos olhamos ela me disse, com os olhos cheios de lágrimas: “Olha só, estou de aparelhos!”. Acho magnífico conseguir plantar a sementinha da aceitação nas pessoas. Quem se aceita é feliz e busca qualidade de vida a todo custo!

IMG_3914

Sobre

Escrevo o Crônicas da Surdez desde 2010. Sou bacharel em Ciências Sociais pela UFSM, escritora e empresária. Moro no Rio de Janeiro e tenho 38 anos. Meu diagnóstico é de deficiência auditiva bilateral neurossensorial e progressiva. Tenho Implante Coclear nos dois ouvidos. Em 2013 lancei o livro Crônicas da Surdez (Ed. Plexus) e em 2015, Novas Crônicas da Surdez: epifanias do implante coclear (Ed. Plexus), que já foi traduzido para o inglês.

16 Comentários

  • Andreia C. Santolino
    05/09/2013 at 3:25 pm

    Um grande beijo para você…estou com meu paciente surdo agora na terapia e estou mostrando sua história e quanto você me fez chorar lá em Campos de Jordão. Obrigada mais uma vez!!!Andreia

    Responder
  • Michele
    31/08/2013 at 1:19 am

    cade a foto comigo?????? rsrsrs

    bjs
    amei, como sempre

    Responder
  • Cristiane
    26/08/2013 at 11:43 pm

    Parabéns, Paula, por conseguir desmistificar a surdez de forma tão grandiosa! Você tem sido o ponto de interseção em relação às informações e conhecimentos das duas vias: dos ouvintes e dos deficientes auditivos! Você, com sua beleza, meiguice, humor e espirituosidade tem favorecido a humanização vital da surdez! Obrigada por existir e nos fazer existir! Você é fantástica!

    Responder
  • Marta Gaino
    26/08/2013 at 7:38 pm

    Paula, Parabéns!
    Encontrar a missão de nossas vidas é uma bênção que dá sentido a tudo o que vivemos, principalmente às dificuldades que nos marcam para sempre.
    Esse final de semana mostrei seu blog a meu marido e ao final das leituras a única coisa que ele me perguntou foi “como é que é esse negócio de IC”, eu soube explicar com tanta propriedade e segurança que eu mesma não acreditei que havia aprendido tudo com você. Isso não tem preço… Cumpra sua missão e colha as graças merecidas a cada a pessoa que você consegue ajudar contando sua história de vida e superação. Um beijão,

    Responder
  • Thiago Régis de Sousa
    26/08/2013 at 1:02 pm

    Sempre fico feliz em ver pessoas semelhantes(com as mesmas limitações) se destacando na vida e com SUCESSO.

    Parabéns Paula, desejo muito e mais muito sucesso nessa sua missão..!

    Bjo grande

    Responder
  • Vanessa Gardini
    26/08/2013 at 12:19 pm

    Na vida existem pessoas que desistem ao menor sinal de dificuldade e pessoas que são exemplos de superação e sucesso.
    Paula Pfeifer você é meu exemplo de mulher guerreira e vencedora !
    Você não tem idéia de quantas pacientes minhas ,tristes com o preconceito da deficiência auditiva você já ajudou com seus depoimentos !
    Você merece todo sucesso e reconhecimento.Parabéns!
    Um grande beijo.

    Responder
  • Daniela V.A.
    26/08/2013 at 11:15 am

    Que lindo relato! Dá pra sentir a emoção que foi pra ti! E não tenho tanta certeza se a manteiga derretida é por estar às vésperas do implante. Acho que é porque tua missão é muito emocionante mesmo! 🙂
    Parabéns por tudo!
    Abração apertado pra ti!
    Dani

    Responder
    • Crônicas da Surdez
      27/08/2013 at 10:50 am

      Dani, to uma manteiga derretida MESMO, nem eu me reconheço mais!
      Beijo,

      Responder
      • Daniela V.A.
        27/08/2013 at 3:07 pm

        kkkkkkkkkkk
        Bjoooo

        Responder
  • Thales
    26/08/2013 at 10:53 am

    =’D

    Responder
  • OLIVIA WERLANG
    25/08/2013 at 9:09 pm

    Acompanho tudo que se passa contigo. Fico feliz com o sucesso nas palestras e espero que o implante traga tudo o que esperas. Eu tenho tido dificuldades com meus aparelhos, nesta época de frio, chuva, gripes, sinusites…a audição diminui e parece que os aparelhos perdem o efeito. Semana que vem vou na Clínica em Novo Hamburgo pedir que aumentem a potência dos aparelhos. Um abraço

    Responder

Escreva um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.