Nucleus 6

Vídeo: mergulhando com o Aqua+ no mar

Esse final de semana estive em Recife e voltei a usar o Aqua+ para entrar no mar, coisa que há tempos não fazia por pura falta de oportunidade. Aí gravei um videozinho pra registrar o momento e divido aqui com vocês. Para assistir com legendas, cliquem aqui!! Não sei o que estou fazendo de errado, pois depois que faço a legendagem no site Amara, as legendas não aparecem lá no canal do YouTube mas no site do Amara aparecem (se alguém souber, me fala, tenho dificuldade de legendar direto no YT). Não reparem meu jeitão de bobalhona (quem me conhece sabe que sou assim mesmo, hehehe) e, em minha defesa, eu estava de chinelos porque a piscina natural era cheia de ouriços!

Captura de tela inteira 31082015 174932.bmp

Eu não consigo ficar sem ouvir quando estou em contato com a natureza, me dá agonia. E como amo demais o som do mar e da água, vocês podem imaginar meu prazer ao poder mergulhar ouvindo tudo não só ao redor, mas também embaixo d’água. Quem já usa deve ter notado que se a gente falar enquanto mergulha dá pra entender tudinho, e essa proeza também é muito legal!!

Ontem vi no Facebook uma pessoa que perdeu seu IC ao entrar na água com a antiga capa, a Aqua – ela não tinha prendedor de segurança, coisa que o Aqua+ tem. Fica um fiozinho prendendo ele no biquini (ou camiseta/touca de natação pros homens) e pode vir a pior onda que mesmo se ele cair da orelha não tem como perder por causa desse prendedor de segurança. Assim dá pra mergulhar relaxado…

FullSizeRender (7) IMG_0216 (1)

Tenho outro vídeo de alguns meses atrás: Como usar o Aqua+. Nas fotos acima dá pra ver direitinho como ele fica na orelha. Só pode ser usado com bateria recarregável e tem uma antena especial, é fácil de montar pra usar. Quem já usa essa capa a prova d’água com seus Nucleus 5 e Nucleus 6?

17 amaram.

Sobre a Autora

Paula Pfeifer Moreira

Escrevo o Crônicas da Surdez desde 2010. Sou bacharel em Ciências Sociais pela UFSM, escritora e empresária. Moro no Rio de Janeiro e tenho 36 anos. Meu diagnóstico é de deficiência auditiva bilateral neurossensorial e progressiva. Tenho Implante Coclear nos dois ouvidos. Em 2013 lancei o livro Crônicas da Surdez (Ed. Plexus) e em 2015, Novas Crônicas da Surdez: epifanias do implante coclear (Ed. Plexus), que já foi traduzido para o inglês.

3 Comentários

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.