Menu
Crônicas da Surdez / Implante Coclear

Jornada do Implante Coclear parte V

Finalmente me sinto melhor para sentar e escrever um pouco. Hoje fui ao médico, e ficou decidido que os pontos serão retirados na próxima segunda ou terça. A tontura diminuiu muito, graças a Deus!! O zumbido deu uma estabilizada boa. O paladar do lado direito da língua ainda não voltou. Já conheci e estou ficando íntima da minha ‘careca’, inclusive hoje descobri que passando a mão nela dá pra sentir uma parte do IC. Já saí dos antibióticos. Ainda não descobri quantos quilos já ganhei de brinde desde as semanas pré-cirurgia, apenas sinto que se der uma respirada mais profunda meu jeans explode. Mas isso é problema pra depois! O que me mata agora é a saudade do meu cachorro, que certamente vai me virar a cara com gosto quando eu puder voltar pra casa. Da última vez que fiquei fora uns dias ele me tratou com desprezo nível 10, imagina agora. Tô com medo. Engraçado que desde a cirurgia durmo numa posição múmia e acordo de manhã ainda uma múmia no mesmo lugar – pra quem praticava nado sincronizado durante o sono em dupla com um yorkieshire, tô que tô. Minha cabeça não pesa mais 1000kg de chumbo como antes e, a cereja do bolo, lavei o cabelo domingo, numa legítima operação de guerra. Do jeito normal ainda não rola de lavar, então virei a rainha do shampoo seco – aliás, futuros implantados, anotem aí, ele se chama Batiste, faz milagre e custa R$17.

O melhor jeito que encontrei de mostrar pra vocês como foram meus últimos dias foi esse: fotos!!!

 

1e658e40287d11e3930822000a1fab4e_7

 

No domingo dia 29/9 com o Dr.Luiz Lavinsky

 

c7e70ef228b511e3aa3022000a9e2931_7

Com a mãe no domingo dia 29/9 – sinceramente, não sei o que seria de mim sem ela nessa jornada. Mãe zelosa, preocupada, companheira e que vive junto cada emoção comigo. É só eu chorar que ela chora junto.

d9e47e9c29fe11e3bdc622000a1fb844_7

Com a Regina Vaz Ribeiro – também conhecida como mommy n.2 -, no domingo dia 29/9. Nesse dia ela veio direto de Santa Cruz do Sul e trouxe do meu restaurante favorito – o Antigo Bistrô – os pãezinhos que mais amo, além de mil revistas. Amo!! Além da Regina, a Ale Vernier, a tia Naná e a Elene também foram me ver. Cada visita que chegava e fofinha aqui desabava chorando…

basul b94db06c2bb211e3ad7a22000a9f3090_7

Nada melhor pra levantar o astral do que ganhar presente!! Recebi no hotel mimos da Brasil Sul, chocolates da leitora baby biimplantada Isabella enviados pela sua mommy amada Cris, brigadeiros da minha best friend Jordana! E a Carol me trouxe cookies que ela mesma fez (já pode casar, gata!). Outras visitas deliciosas no hotel foram do meu único primo, que agora é médico, Chico; da Bárbara Degrandi; da Ester Scotti; da Anita e do Zé.

41d7d3662d2211e38d2722000a1f8fa0_7

 

Lá pelo terceiro dia, tentando dar uma olhada na internet – mais que 5 minutos e a tontura me matava…

 

19fda1702b9411e3a04722000aeb1017_7

Com a Patricia Coradini, da Comunicare, que veio ajustar meu Pure Carat esquerdo – acabamos conversando por quase 4 horas… Tô louca que chegue o logo o Micon da Siemens para fazer o meu upgrade pra ele.

 

20f1cb842f7a11e386b022000ae90285_7

A foto acima é do nono dia pós-IC. Tava naquelas de pegar intimidade com a minha careca lateral, sabe como é. Pior que eu gostei dela! To apegada à careca… Tô me sentindo tão moderna! Juntando isso com minhas várias tatuagens e minha predileção por couro e tachas e sai uma punk fajuta. Não sinto A MÍNIMA vontade de esconder, de colocar o cabelo por cima. To orgulhosa desse side shave, gente.

pancri

Segunda dia 7/10 mandei um SMS pro Rodrigo Panceri perguntando se ele topava vir bater papo comigo no hotel. É o amigo cujo humor negro é o mais parecido com o meu, adoro (somos TÃO incompreendidos hehehe). Resposta: ‘Hmmm, poderia adiantar o assunto? Poxa, mas eu nem me depilei!’. Aí mando de volta um: ‘VTC, vem ou não vem?‘. E quando chega aqui manda um lá do hall: ‘Cheguei. Coloca perfume!‘. Pode?? Bendita seja a Carol, esposa dele, porque aguentar essa fera… Mas falando sério, graças a Deus pelos amigos. O Rodrigo ativou o IC dele há pouco tempo (com a mesma fono que vai ativar o meu) e ficou horas me contando maravilhado sobre todas as experiências sensacionais que vem tendo desde então. E eu, que nem tinha pensado na minha ativação ainda, comecei a ter coceira de vontade que ela chegue logo. Conversar com o Rodrigo me animou muito porque a felicidade dele me contagiou.

Só consigo pensar no Implante Coclear como um desses milagres tecnológicos que a gente olha, entende e fica “putz, é muito louco, queria dar um beijo na boca do cara que inventou isso!”! Honestamente acho que a minha ficha ainda não caiu…Me programei internamente pra não ter expectativa nenhuma então acho que ainda tô meio abobada, sem filosofar demais sobre o que pode vir a acontecer. Só que depois de conversar com o Rodrigo comecei a formar uma idéia sobre o quanto a minha vida vai mudar pra melhor e não consigo parar de sorrir. Graças a Deus pela medicina e pela tecnologia.

Tô bem ciente que é um processo longo e demorado, vai ter um baita período de adaptação, audição binaural (AASI de um lado e IC do outro) leva tempo pra ficar ‘gostosa’ e tudo o mais. Só que entrei nessa jornada de coração aberto e vou enfrentar tudo com resiliência e cabeça erguida. Confesso que mal posso esperar pra vir aqui contar da minha ativação pra vocês!!!! <3

Sobre

Escrevo o Crônicas da Surdez desde 2010. Sou bacharel em Ciências Sociais pela UFSM, escritora e empresária. Moro no Rio de Janeiro e tenho 38 anos. Meu diagnóstico é de deficiência auditiva bilateral neurossensorial e progressiva. Tenho Implante Coclear nos dois ouvidos. Em 2013 lancei o livro Crônicas da Surdez (Ed. Plexus) e em 2015, Novas Crônicas da Surdez: epifanias do implante coclear (Ed. Plexus), que já foi traduzido para o inglês.

26 Comentários

  • Gustavo
    15/11/2016 at 1:32 pm

    Oi Paula, sou gaúcho também e moro no Rio como você. Eu sou natural de Cruz Alta.Eu tenho 36 anos e tenho perda auditiva bilateral neurosensorial severa/profunda. Fui diagnosticado a fazer o implante coclear nos dois ouvidos. Passaram-se dois anos e eu ainda não tomei coragem. Eu ainda tenho audição residual, consigo falar ao telefone e em conversas frente a frente eu me viro bem mas em grupo é bem complicado. Assistir tv ou radio é algo que tenho dificuldade de entender também. Gostaria de ler tuas recomendações já que está nesse ramo há mais tempo que eu. Por favor me escreva se puder. Quero muito falar com alguem que já tenha feito o implante. Grande abraço para vc e espero que tua vida venha sendo normal.

    Responder
  • Liziane
    16/10/2013 at 10:07 pm

    Oi Paula,

    Sou mãe do Arthur de 2 anos e 1 mês que fez que fez a ativação do IC em maio deste ano e estamos tendo muitos progressos, estou muito feliz de você estar postando suas reações pois só assim sabemos o que ele passou e ira passar novamente pois no próximo ano ele ira fazer a cirurgia no lado esquerdo. Boa Sorte e Felicidade para você! E tenho certeza que sua ativação vai ser um sucesso

    Responder
  • Bruna Antunes
    09/10/2013 at 4:20 pm

    A ativação do seu IC será um sucesso!! Porque você já deseja isso de td coração! Após não deixe de iniciar o treinamento auditivo, ele vai te dar um incremento, um upgrade!!
    Tenha certeza de que seu depoimento esta sendo de grande valia aos pacientes que se encontraram em avaliação a iniciar o processo!

    Beijos!:)

    Responder
  • Jacqueline
    09/10/2013 at 11:57 am

    Oi Paula, parabéns pela cirurgia, estou torcendo por você e acompanhando tudo por aqui. Sou mãe de uma bebezinha linda de 7 meses e que desde os 2 já tem o diagnóstico de perda profunda bilateral. Ehh, não é fácil… Mas já estamos fazendo acompanhamento em Bauru-SP e ao que tudo indica minha pequenininha é forte candidata ao IC. Espero apenas que ela seja feliz e, como você, saiba lidar, com naturalidade e leveza, com todos os desafios que a vida irá apresentar. Boa sorte e fico aqui aguardando sua ativação e torcendo pra você continuar assim feliz e disposta a compartilhar com todos nós suas novas descobertas!

    Responder
  • Alberto Arantes
    09/10/2013 at 9:03 am

    Estou muito satisfeito de ter encontrado seu blog. Sou intérprete de libras há muitos anos e continuo aprendendo coisas novas. A sua relação com a surdez é fascinante. Abraços.

    Responder
  • Silvia
    09/10/2013 at 8:52 am

    Oi Paula,

    Pra falar a verdade nem sei como vim parar aqui, acho que é aquelas deliciosas ” coincidências ” , adorei o seu texto e sei bem como é toda essa ansiedade, bem pelo menos o outro lado dela, o meu filho que hoje tem 9 anos, fez a cirurgia com 2 anos e 8 meses, nós descobrimos na época que ele tem perda profunda bilateral, e fez implante do lado esquerdo, ele está ótimo se adaptou super bem, fala perfeitamente e lida muito bem com tudo isso, ele dorme na casa dos amigos, sabe cuidar de todos aparatos ( carregador de pilha, umidificador , pilha reserva ) eu chamo de quite de sobrevivência, ele cuida de tudo, na escola nunca teve nenhum problema de aprendizado ele é um dos melhores alunos da sala e tb nunca teve problema com os amigos, quando descobrimos que o Dan não escutava encontramos um anjo ( fono ) que nos disse que a aceitação dele com a dificuldade de escutar dependia somente de nós ( pais ), se a gente o aceitasse como ele é, ele tb se aceitaria sem problema algum, e foi exatamente o que aconteceu, o implante não cura a audição, mas como ele mesmo fala é um acessório que o ajuda a se comunicar, como um óculos ajuda a enxergar, e sempre dissemos à ele não se incomodar com a pessoas olhando, que era uma reação normal de curiosidade, então qdo ele percebe que tem uma criança olhando ele se aproxima e diz: ‘ Oi, eu uso esse aparelho pra poder escutar, eu sou surdo, olha que legal ele gruda e desgruda da minha cabeça ‘ pronto já viraram amigos . . . .kkkkkkkk , boa sorte nessa nova fase em sua vida, claro que vai ter dias que vc irá pensar que não vai conseguir, mas acredite vai passar e vai valer muito apena, bjs

    Responder
    • Alda Lacerda
      09/10/2013 at 12:59 pm

      Silvia….adorei o seu depoimento e o modo que vocês, os pais, criaram o filho.
      Na minha família é assim, fomos e somos criados “naturalmente”, todos oralizados. Digo todos, porque, “quase” a minha família toda é surda….”quem não nasce surdo morre surdo” haha…verdade!!!

      Somos do interior de Minas, família tradicional, moramos numa Praça que tem nosso sobrenome (Lacerda) por causa do nosso avô que era surdo e foi uma figura politicamente importante na cidade. Teve 12 filhos (nenhum nasceu surdo mas alguns com o avançar da idade, foram perdendo a audição). Cada filho do meu avô, inclusive minha mãe, herdou alguns filhos c/deficiência auditiva.
      Na minha casa somos 8 irmãos, 4 c/deficiência e 4 ouvintes. Somos bem posicionados, boas profissões, usamos aparelhos, falamos no telefone, etc etc etc e os nossos filhos, meu filho, não nasceram com deficiência. Nem a Medicina sabe explicar…..Carma?? Só Deus prá explicar! rsrs

      Bjs e sucessos para o seu filho!

      Responder
  • George Mélo
    08/10/2013 at 11:38 pm

    Sou pai de uma menina de 4 anos implantada.Há um ano ela fez a cirurgia e está fazendo terapia com a fono. Parabéns pela escolha ao adotar o IC como seu companheiro para sempre. Ficamos assustados no começo, sem saber se adotaríamos ou não o IC – afinal estávamos escolhendo por ela. Ainda temos muito caminho a frente, mas ver um filho atendendo o chamado da sua voz, vale todo caminho percorrido até então. Sucesso na ativação.

    Responder
  • mariana soares
    08/10/2013 at 11:37 pm

    Fiquei emocionada em ler e conhecer sua historia ; ver suas fotos lembrei me de meu pequeno anjo a Isadora q foi implante a um ano no proximo dia 18 ; posso te dizer q veras o mundo com um colorido muito diferente e cheio de coisas boas … vitorias dia pos dia. Toda felicidade e siga sempre linda de viver. Bjs

    Responder
  • nailma arraes
    08/10/2013 at 11:03 pm

    Parabéns seja bem vinda a esse mundo tecnológico maravilhoso do implante coclear! torcendo por vc!

    Responder
  • […] “Finalmente me sinto melhor para sentar e escrever um pouco. Hoje fui ao médico, e ficou decidido que os pontos serão retirados na próxima segunda ou terça. A tontura diminuiu muito, graças a Deus!! O zumbido deu uma estabilizada boa. O paladar do lado direito da língua ainda não voltou. ” – Segue link da matéria completo no site: Crônicas da Surdez de Paula Pfeifer   – Clique aqui […]

    Responder
  • Júlia Caires
    08/10/2013 at 10:09 pm

    Oi Paula,
    Me lembrei de vc hoje. Teve uma entrevista com o Antônio fagundes, no programa Encontro, e ele falava da acessibilidade no teatro. Ele está fazendo uma peça e um sábado por mês tem acessibilidade. E a peça é sobre a surdez.
    Boa recuperação e grande beijo.

    Responder
    • Luci
      10/10/2013 at 9:04 am

      Paulinha não tenho palavras para falar da emoção que senti sobre seu depoimento. Percebo que as pessoas que passam ou desejam passar por esse desafio, são pessoas mais solidárias, antenadas com a causa da surdez. Deus te abençõe muitooooo! Obrigada por fazer sentido nas nossas vidas!

      A julia Caires: que boa notícia! Precisamos lutar para ter acesso a arte. Há pouco tempo conseguia assistir filme brasileiro, hoje não me atrevo. Penso que é um absurdo os filmes nacionais não serem legendados. Uma coisa tão simples, e ausente. O que está faltando para isso gente?? Agora que a industria de filme nacional apresenta algo melhor de se ver, ficamos sem acesso??

      Abços,

      Luci

      Responder
    • Alda Lacerda
      10/10/2013 at 3:48 pm

      Eu vi foi uma reportagem no jornal com os atores Antônio Fagundes e seu filho Bruno Fagundes, sobre a peça de teatro “Tribos”.
      Bruno é o personagem principal (Billy, o surdo).

      Para fazer Billy, Bruno teve que estudar durante meses a linguagem dos sinais e entender a vida silenciosa dessa personagem. “É uma língua complexa, cheia de nuances, e os movimentos exigem uma precisão assustadora”, conta o ator, que acha que a peça vai fazer “o público refletir sobre sua maneira de ‘ouvir’ o mundo”.

      Torcendo aqui também pelo sucesso deles e como disse a Luci “Precisamos lutar para ter acesso a Arte”.

      O meu filho também é ator (produtor e diretor) e este concorda e luta pelas legendas nos filmes brasileiros.

      Beijokas.

      Responder
  • Amanda
    08/10/2013 at 9:20 pm

    Adorei. Você está linda com o cabelinho raspado. Tá parecendo aquela modinha de raspar apenas um lado da cabeça. Fico mto feliz por você. Estou contando os dias para a sua ativação. Aposto que vai ser melhor do que você esperava. Já te falei que seu blog deu um super UP na minha vida? Pois é, mas ainda não encontrei um fono tão bom quanto o seu. Mas estou me aceitando mais e isso que importa. Beijão. Fique com Deus.

    Responder
  • Patrícia Maia
    08/10/2013 at 8:31 pm

    Paulinha, chorei aqui lendo o seu depoimento. Fico feliz por poder ter te conhecido e cada vez mais fã, de toda sua força de vontade, de todo o seu heroísmo, de toda a sua filantropia (vc não imagina o quanto vc faz bem a todos q te lêem, sendo deficientes ou não).
    Adoro vc e estou muito feliz por tudo ter dado bem.
    Vou continuar rezando para que a adaptação também ocorra sem nenhum grande problema.
    Parabéns!
    Bjs

    Responder
  • Magda Aparecida Vagli Zobra
    08/10/2013 at 8:11 pm

    Paula,
    Feliz em dobro por vc e por mim que tb fiz recentemente o IC, hoje ja não tive enjoei, fui até no supermercado fazer compras com meu marido..fiquei um pouco tonta no carro acho que o balanço do dito cujo…Tive um pouco de coceira no ouvido mas resisti e não mexi nele..a tontura a médica da equipe do Dr, Koji falou que é normal pelo fato do meu problema ser otoesclerose mais vai passar…quinta feira vou no HC pra marcar minha ativação e talvez tirar os pontos…não consegui sentir o lugar onde colocaram o implante e o corte esta bem atras da orelha não vai dar pra ver a cicatriz…só estou ansiosa com a ativação tb…não vejo a hora…sucesso e vai nos atualizando…vou procurar esse shampo que vc falou tb…
    Bjsss

    Responder
  • Alda Lacerda
    08/10/2013 at 7:48 pm

    Nossa Paula!! fiquei emocionada…..será que eu teria coragem???
    Ansiosa aqui para ver o seu resultado final e quem sabe a coragem me domine? sei não……

    Beijokas mil!

    Responder
  • Anna Maria Pennella
    08/10/2013 at 6:54 pm

    YES!YES!YES! VOCE IMPLANTOU !!!!! IUHUUUU!!! PARABENS!! PARABENS!! Desculpe nao ter comentado antes, mas a correria do dia-a-dia nem sempre me permite ver emails e tals…
    TO MUITO ORGULHOSA DE VOCE!!! Voce já deve saber que vc é exemplo pros meus pacientes, né? Mostro seu blog e seus exemplos sempre !!!
    Sem palavras pra exprimir minha alegria, porque desde que vc falou pela primeira vez que tava pensando em fazer o IC, fiquei torcendo pra vc nao trocar de ideia!! mal posso esperar para ver a sua ativação !!! To rezando por ti, linda! Parabens mais uma vez!! bjus mil!!!!

    Responder
  • Dani
    08/10/2013 at 6:44 pm

    Tu és corajosa pelo que estás fazendo. Estás procurando a felicidade e não mede esforços para isso. Acompanho teu blog diariamente e torço sempre contigo, já sorri e chorei lendo os posts e histórias.Com o teu blog pude conhecer e aprender um pouco mais sobre esse mundo. Já recomendei teu blog há muitos amigos. Sucesso pra ti nessa nova fase da tua vida. Abraços.

    Responder
  • Janise
    08/10/2013 at 5:09 pm

    Paulinha, que delícia ler seus posts. Vitória, Sucesso!!! A cada dia que leio, me emociono e tenha certeza que o Implante te fará muito bem!
    Beijos.

    Responder
  • Dany
    08/10/2013 at 3:34 pm

    Só eu que choro com as postagens da Paulinha desde a cirurgia?

    Responder
  • Aline G
    08/10/2013 at 11:17 am

    Oi, sou surdo oralizado, sou deficiente auditivo profundo, mas eu tenho medo IC, quero fica meus aparelhos rsrsrsrsrs…
    parabens pelo novo IC…
    bjs

    Responder
  • Renata
    08/10/2013 at 11:13 am

    Querida Paula, estou aqui na torcida e acompanhando todos os post sobre tudo o que escreve. Sou surda profunda bilateral oralizada desde os 7 anos, graças a Deus falo perfeitamente e só entendo a fala com a leitura labial. Muitos me perguntam o motivo de não fazer o implante, eu até gostaria, mas meu otorrino diz que ainda não preciso, pois os aparelhinhos são suficientes… Será, fico na dúvida… Afinal tem tanta gente que se dá bem com os aparelhinhos e fazem o implante… é o seu caso e o da Lak… Vi que anda preocupada com os kilinhos que ganhou, se precisar tenho uma sementinha ótima 100% natural e que emagrece, infelizmente conheci depois que fiz a bariatrica, mas minha irmã emagreceu 15kg com ela. Se quiser mais informação sobre a sementinha me escreve no e-mail: rno.renata@gmail.com
    Tenha uma ótima recuperação e fique com Deus. Super beijozão.

    Responder
  • Bárbara Degrandi
    08/10/2013 at 1:04 am

    Mas olha só!!! Eu sonhei contigo de sábado pra domingo, que eu ia te fazer um penteado e perguntei “Quer que eu esconda a parte raspada?” e tu, pra minha surpresa, disse “Nahhhh, deixa aparecer!” rsrs
    Agora lendo o que tu escreveu chegou a me dar um arrepiozinho <3
    Bjsss! Essa semana te visito de novo

    Responder
  • Danielle Alexandra
    07/10/2013 at 11:54 pm

    Estou adorando acompanhar cada passo seu. Faz parecer que o IC é tão natural, como fazemos com AASI. Parabéns pelo sucesso da sua cirurgia, bom saber que está dando certo. Estou muito ansiosa com sua ativação. Vai ser quando mesmo? Beijooo…

    Responder
  • Ester
    07/10/2013 at 11:31 pm

    Cara, te acho super corajosa!!!
    Tbm sou surda oralizada, e vc é um ótimo exemplo de como devemos
    levar a vida.
    Desejo melhoras e mal posso esperar pelas grandes histórias que vc irá
    escrever, contando o processo de adptação.
    Bjsbjs Q Deus esteja contigo em todo tempo.

    Responder

Escreva um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.