Menu
Histórias dos Leitores

Paulo Gomes: surdo que ouve aprovado em Odontologia na UFPE

“Meu nome é Paulo Gomes, e sou um surdo que ouve.  Minha luta começou quando eu estudava na educação infantil.
Aos 2 anos e meio de idade, a professora notou algo diferente no meu comportamento. Ela, então, pegou um balão e estourou perto de mim. Todos os alunos olharam, menos eu.
Depois, ela fez outro teste: apitou atrás de todas as crianças, que novamente olharam, e eu não.
De início, pensaram que eu era autista. Conversaram com meus pais que, me levaram ao médico e descobriram que, na verdade, era surdez.
Meus pais procuraram e pesquisaram muito e encontraram aparelhos auditivos que melhorariam minha vida.
Durante o período escolar foi muito difícil ter que lidar com alguns professores que não queriam e não sabiam lidar com surdos, mas eu e meus pais nunca desistimos.
Minha infância em sala de aula foi muito difícil, com professores falando rápido, às vezes com barba, andando pela sala enquanto falavam. Isso dificultou muito o aprendizado. Com essas limitações eu me sentia mais atrasado que os outros alunos. Como eles conseguiam ouvir e entender e eu não, isso fez com que eu precisasse correr atrás das coisas com muito mais afinco e dedicação.

Implante Coclear

Em 2017, fiz a cirurgia de implante coclear, que é o aparelho que uso atualmente.
Sou surdo oralizado (que se comunica através da fala), não escuto 100% e complemento meu entendimento com leitura labial. Sem o implante coclear, eu não escuto absolutamente nada.

Bullying

Sofri muito bullying na infância durante o colégio por falar diferente e ser surdo.
Isso me machucava muito e tinha vontade de desistir de tudo. Nunca era incluindo nos grupos, pois não me achavam capaz de fazer trabalhos e atividades com eles – sempre tinha que falar com os professores para ser aceito em algum grupo.
Ainda assim, sempre corri atrás e batalhei, e sempre tinha fé em Deus que chegaria longe um dia e nunca deixei de ser grato por tudo.
Hoje eu provei que eu posso e sou capaz como qualquer pessoa. Os surdos podem chegar tão longe quanto os ouvintes! A sociedade na maioria das vezes é muito preconceituosa, mas a pessoa com deficiência também é capaz de qualquer coisa!
Fui aprovado na Universidade Federal de Pernambuco com muito orgulho, para o curso de Odontologia. Mas a luta continua, não acaba aqui…”

GRUPO SURDOS QUE OUVEM

Se você tem deficiência auditiva, pode se tornar membro da maior comunidade online da América Latina de pessoas usuárias de tecnologias auditivas. Somos mais de 18.000 membros. Clique aqui para saber mais.
About Author

Moro no Rio de Janeiro e tenho 39 anos. Tenho Implante Coclear nos dois ouvidos. Sou autora dos Crônicas da Surdez e Novas Crônicas da Surdez.

No Comments

    Leave a Reply

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    Iniciar conversa
    Marque a sua consulta na Clínica Sonora