Menu
Aparelhos Auditivos / Surdos Que Ouvem

APARELHO AUDITIVO GRATUITO pelo SUS no Rio de Janeiro

Se você tem deficiência auditiva e está em busca de aparelho auditivo gratuito fornecido pelo SUS na cidade e no Estado do Rio de Janeiro, essas informações serão de extrema utilidade para descobrir como entrar na fila e conseguir os seus aparelhos para ouvir melhor.

Entrei em contato com a Ouvidoria do Ministério da Saúde, que me pôs em contato com Beatriz Pessanha Gonçalves, da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência da Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro (RCPD/SESRJ). Ela se prontificou a me ajudar a esclarecer algumas dúvidas, e compilei todas as informações num único post para ajudá-los a conseguir os seus aparelhos auditivos gratuitos mais rapidamente.

Comece a sua jornada lendo as Diretrizes Gerais para Atenção Especializada às Pessoas com Deficiência Auditiva no SUS.

 

newsletter surdez

Quais são os documentos necessários para conseguir aparelho auditivo pelo SUS?

  1. RG (original e cópia)
  2. CPF (original e cópia)
  3. Cartão nacional de saúde
  4. Comprovante de residência (original e cópia)
  5. Atestado de matrícula caso seja estudante
  6. Formulário de encaminhamento do SUS (abaixo explicamos como conseguir)

Com TODOS os documentos acima, você dará início ao encaminhamento no posto de saúde ou no lugar indicado pela Secretaria da Saúde. Assim, entrará na fila de espera no sistema chamado SISREG (Sistema de Nacional de Regulação do SUS).

O que devo fazer para conseguir aparelho auditivo do SUS no Rio de Janeiro?

  1. Compareça à Unidade Básica de Saúde mais próxima da sua residência, pois tudo começa no posto do SUS, também conhecido como Unidade Básica de Saúde, mais próximo de você;
  2. Com o cartão nacional de saúde e seus documentos, peça para agendar uma consulta com um médico. Se você já tiver feito algum exame, como uma audiometria recente, leve o exame junto;
  3. A realização de exames nesta etapa é feita CASO o posto do SUS ao qual você se dirigiu faça exames; caso não faça, eles serão realizados na próxima etapa;
  4. O médico ou fonoaudiólogo do SUS que lhe atender preencherá um formulário de encaminhamento do SUS, indicando a possibilidade de surdez ou a certeza dela, e a necessidade de reabilitação auditiva.

Seguindo esse caminho, você será encaminhado a um CER. É importante salientar que não adianta se dirigir diretamente a um CER, pois o agendamento é realizado através da regulação municipal. Siga o passo-a-passo informado acima.

Os Centros Especializados em Reabilitação (CER) no Rio de Janeiro

Os agendamentos nos Centros Especializados em Reabilitação são realizados pelo município de residência do paciente que, além de realizar o agendamento, deverá providenciar o transporte até o serviço quando este não está localizado no mesmo município em que o usuário reside.

A Atenção Básica do município de residência do usuário também deverá acompanhar seu tratamento. Dependendo do caso, é necessário comparecer ao CER diversas vezes pois a linha de cuidado de saúde auditiva prevê diversos atendimentos tais como:

1 – Avaliação: onde serão realizados os exames necessários para conclusão do diagnóstico de perda auditiva e a indicação de AASI de acordo com os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

– Seleção de Aparelho Auditivo: realização da pré-moldagem para confecção do molde e realização da seleção do tipo de AASI a ser dispensado para o paciente.

3 – Dispensação do Aparelho Auditivo: o paciente recebe o AASI e imediatamente é realizada sua regulagem. De acordo com a audiometria são fornecidas todas as informações referentes ao uso do aparelho (AASI) tais como: cuidados, limpeza, baterias, controle de volume, programas, entre outros.

4 – Acompanhamentos – o usuário deverá retornar ao serviço 2 vezes por ano (acima de 3 anos) e 4 vezes ao ano (de 0 a 3 anos). Estes acompanhamentos são essenciais para a adaptação do paciente ao AASI, pois serão realizados os ajustes necessários de acordo com o tempo de uso do AASI.

5 – Fonoterapia – em alguns casos é necessário que o paciente realize terapia fonoaudiológica. Diante do exposto, entendemos que o CER que atende a modalidade auditiva é um serviço responsável por toda adaptação do paciente ao AASI e não simplesmente um serviço dispensador. Ressaltamos que todos os atendimentos são indispensáveis para uma boa adaptação e evolução do paciente no uso do AASI.

Lembramos que a pessoa com deficiência auditiva poderá solicitar passe livre estadual e municipal.

Quais são os direitos, no que diz respeito à garantia e manutenção, dos pacientes que recebem aparelhos auditivos do SUS no Rio de Janeiro?


A manutenção de OPM auditiva está prevista pelo SUS 07.01.03.030-5 – MANUTENÇÃO/ ADAPTAÇÃO DE OPM AUDITIVA que prevê a REPOSIÇÃO DE PEÇAS DANIFICADAS DO APARELHO AUDITIVO SONORO INDIVIDUAL (AASI).

Ressaltamos que os Centros Especializados em Reabilitação possuem gestão municipal, desta forma, cada município gestor decidirá a melhor forma de realizar a manutenção, por exemplo, se o valor das peças danificadas for igual ou maior do valor de um AASI novo, talvez a melhor opção seja dispensar outro AASI. Geralmente o AASI é enviado à empresa que forneceu os aparelhos auditivos e se for constatado o uso indevido do aparelho o paciente perde o direito à manutenção e à garantia.

Qual o procedimento a ser adotado quando o paciente está há mais de 6 meses aguardando na fila para receber um aparelho auditivo do SUS no Rio de Janeiro?

Depende. Em qual etapa da linha de cuidado o paciente se encontra? É necessário avaliar cada caso, mas dependendo da situação, entramos em contato com o gestor municipal do serviço.

Quais são os critérios de prioridade para concessão de aparelhos auditivos no Rio de Janeiro

A orientação é que as crianças de 0 a três anos tenham prioridade na aquisição de AASI.

Quais são os  locais que fornecem aparelhos auditivos no Rio de Janeiro?

Neste link e neste link   poderão ser encontrados todos os endereços dos Centros Especializados em Reabilitação de todas as modalidades de reabilitação e na Deliberação CIB-RJ N.º 6.262 de 17 de setembro de 2020 temos os serviços de referências de acordo com a modalidade e o município de residência do paciente.

Referências da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência no RJ:

BARRA DO PIRAÍ

Associação Pestalozzi de Barra do Pirai
Modalidade: física e intelectual (CER II)
Endereço: Rua Barbosa, 122, Santo Cristo, Barra do Piraí
Telefone: (24) 2442-5450

BARRA MANSA

Santa Casa de Barra Mansa
Modalidade: auditiva (modalidade única)
Endereço: Rua Pinto Ribeiro, 205, Centro, Barra Mansa
Telefone: (24) 3323-0652

DUQUE DE CAXIAS

CER IV                                                                                                                                                                                                    Avenida República do Paraguai S/N – Bairro Sarapui – Duque de Caxias- RJ

Serviço de Assistência Social Evangélico – SASE
Modalidade: auditiva (modalidade única)
Endereço: Rod. Washington Luíz, 3200 – Parque Beira Mar, Duque de Caxias – RJ, 25085-009

CEAPD
Modalidade: física e intelectual (CER II)
Endereço: Rua Nilo Vieira, 253, Duque de Caxias
Telefone: (21) 3774 -4020

NATIVIDADE

CENOM – Centro Educacional Nosso Mundo – Natividade
Modalidade: auditiva (modalidade única)
Endereço: Praça Presidente Castelo Branco, 41, 2º andar, Popular Velha, Natividade
Telefone: (22) 3841-2145

NITERÓI

AFAC – Associação Fluminense de Amparo aos Cegos
Modalidade: visual e intelectual (CER II)
Endereço: Rua Padre Leandro, 18, Fonseca, Niterói
Telefone: (21) 2722-4898

AFR – Associação Fluminense de Reabilitação
Modalidade: intelectual e física (CER II) com oficina ortopédica
Endereço: Rua Lopes Trovão, 301, Icaraí, Niterói
Telefone: (21) 2109-2626

APN – Associação Pestalozzi de Niterói
Modalidade: intelectual e física (CER II) com oficina ortopédica
Endereço: Estrada Caetano Monteiro, 857, Pendotiba, Niterói
Telefone: (21) 2199-4409

Policlínica de Especialidades Sylvio Picanço
Modalidade: auditiva (modalidade única)
Endereço: Av. Ernani Amaral Peixoto, 169, 7º andar, Centro, Niterói
Telefone: (21) 2719-1699

NOVA IGUAÇU

CASF – Centro de Atenção em Saúde Funcional Ramon Pereira de Freitas
Modalidade: física (modalidade única) e oficina ortopédica
Endereço: Rua Maranhão, 125, Jardim da Viga, Nova Iguaçu
Telefone: (21) 3759-8400

RIO DE JANEIRO

Centro Municipal Oscar Clark
Modalidade: física, auditiva, visual e intelectual (CER IV)
Endereço: Rua General Canabarro, 345, Maracanã, Rio de Janeiro
Telefone: (21) 2284-1849

CENOM – Centro Educacional Nosso Mundo
Modalidade: auditiva e intelectual (CER II)
Endereço: Rua João Barbalho, 193, Quintino Bocaiuva, Rio de Janeiro
Telefone: (21) 2229-8366

Policlínica Manoel Guilherme da Silveira Filho
Modalidade: auditiva, física e intelectual (CER III)
Endereço: Av. Ribeiro Dantas, 571, Bangu, Rio de Janeiro
Telefone: (21) 3464-6030

UFRJ – Hospital Universitário Clementino Fraga Filho
Modalidade: auditiva (modalidade única)
Endereço: Rua Professor Rodolpho Paulo Rocco, 255, Ilha do Fundão – Cidade Universitária
Telefone: (21) 2562-2688

SMS Belizário Penna
Modalidade: auditiva (modalidade única)
Endereço: Rua Franklin, 29, Campo Grande, Rio de Janeiro
Telefone: (21) 3394-3158

ABBR – Associação Brasileira Beneficente de Reabilitação
Modalidade: intelectual e física (CER II) com oficina ortopédica
Endereço: Rua Jardim Botânico, 660, Jardim Botânico, Rio de Janeiro
Telefone: (21) 3528-6355

SÃO GONÇALO

ABRAE – Associação Brasileira de assistência ao Excepcional
Modalidade: auditiva e intelectual (CER II)
Endereço: Rua Dr. Nilo Peçanha, 151, Centro, São Gonçalo
Telefone: (21) 2606-6260

TRÊS RIOS

Planeta Vida
Modalidade: física e intelectual (CER II)
Endereço: Rua Padre Conrado, 67, Centro, Três Rios
Telefone: (24) 2255-5149

VOLTA REDONDA

Centro de Reabilitação Médica Tuffi Rafful
Modalidade: física, intelectual e visual (CER III)
Endereço: Rua Quinhentos e Quarenta e Cinco, 120, Setor Amarelo, Jardim Paraíba, Volta Redonda
Telefone: (24) 3339-9683

CLUBE DOS SURDOS QUE OUVEM: junte-se a nós!

grupo de surdos que ouvem deficiência auditiva surdez

CLUBE DOS SURDOS QUE OUVEM: junte-se a nós!

A sua jornada da surdez não precisa ser solitária e desinformada! Para que ela seja mais leve, simples e cheia de amigos, torne-se MEMBRO do Clube dos Surdos Que Ouvem. No Clube, você terá acesso às nossas comunidades digitais (grupos no Facebook e no Telegram), conteúdos exclusivos, descontos em produtos e acesso aos nossos cursos*.

São 21 mil usuários de aparelhos auditivos e implante coclear com os mais diferentes tipos e graus de surdez para você conversar e tirar suas dúvidas a respeito do universo da deficiência auditiva (direitos, aparelhos, médicos, fonos, implante, concursos, etc).

MOTIVOS para entrar para o Clube dos Surdos Que Ouvem:

      1. Estar em contato direto com quem já passou pelo que você está passando (isso faz toda a diferença!)
      2. Economizar milhares de reais na compra dos seus aparelhos auditivos
      3. Aprender a conseguir aparelho de audição gratuito pelo SUS
      4. Não cair em golpes (a internet está abarrotada de golpistas do zumbido, de aparelhos de surdez falsos e profissionais de saúde que não são especializados em perda auditiva!)
      5. Conversar com milhares de pessoas que têm surdez, otosclerose, síndromes e usam aparelhos para ouvir melhor
      6. Conhecer centenas de famílias de crianças com perda auditiva
      7. Fazer amigos, sair do isolamento e retomar sua qualidade de vida
      8. Pegar indicações dos melhores médicos otorrinos e fonoaudiólogos do Brasi com pessoas de confiança

Se você for mãe ou pai de uma criança com perda auditiva, uma das comunidades digitais do Clube é um Grupo de Telegram com centenas de famílias se ajudando mutuamente todos os dias.

o melhor aparelho auditivo

Os erros que você NÃO PODE cometer ao comprar APARELHO AUDITIVO

Eu já passei pela saga da compra de aparelhos auditivos várias vezes. Já fui convencida a me endividar para comprar um aparelho auditivo “discreto e invisível” que sequer atendia a minha surdez. Já fui enganada ao levar um aparelho auditivo para o conserto na loja onde o comprei: a fonoaudióloga disse que ele não servia mais para mim sem sequer verificá-lo ou fazer uma nova audiometria. Já quase caí no conto do vigário de gastar uma fortuna num aparelho auditivo para surdez profunda “top de linha”, cujos recursos eu jamais poderia aproveitar devido à gravidade da minha surdez. Já fui pressionada a comprar um aparelho auditivo porque supostamente a “promoção imperdível” duraria apenas até o dia seguinte. E também quase cometi a burrada de comprar um aparelho de surdez que já estava quase saindo de linha por causa de um desconto estratosférico que ‘acabava amanhã’.

Mas VOCÊ não precisa passar por isso.

Criei um curso online rápido de 1h e 30min de duração que reúne tudo o que aprendi em 41 anos convivendo com a surdez 24hs por dia e que vai te fazer economizar muito dinheiro, tempo e energia para voltar a ouvir. Nele, você vai conhecer as PIORES PRÁTICAS da indústria da audição e tudo o que você precisa saber e perguntar ao profissional de saúde que estiver testando AASI com você.  Torne-se aluno AQUI.

O que você tem que saber ANTES de comprar um APARELHO AUDITIVO para não cometer ERROS:

Aqui estão as aulas que você vai assistir para comprar o seu aparelho de audição com segurança:

CURSOS SURDOS QUE OUVEM

 

 




About Author

Paula Pfeifer é uma surda que ouve com dois implantes cocleares. Ela é autora dos livros Crônicas da Surdez, Novas Crônicas da Surdez e Saia do Armário da Surdez e lidera a maior comunidade digital do Brasil de pessoas com perda auditiva que são usuárias de próteses auditivas.

No Comments

    Leave a Reply

    × Como posso te ajudar?