Crônicas da Surdez Deficiência Auditiva

RG de PCD no Rio de Janeiro: como fazer o seu

Várias foram as situações em que me exigiram uma comprovação da minha deficiência e eu não tinha como comprovar, afinal, carteirinha de implantado não possui validade jurídica alguma. Quando vou ao cinema, por exemplo, e quero comprar ingresso como PcD (único ‘direito’ que usufruo vez ou outra), a resposta é sempre a mesma: “Onde está o deficiente?“. Uma vez, precisei chamar o gerente pois o caixa do cinema deu chilique como se eu estivesse mentindo a respeito da minha surdez.

Outra vez fui ao Pão de Açúcar e lá dizia que PcD podia comprar ingresso com 50% de desconto – levando em conta que o ingresso cheio custa R$99, era uma boa ajuda! Chamei o atendente, mostrei meus implantes, blablabla, nada. Ela disse que burocracia é burocracia e que precisava de comprovação oficial de que eu era PcD. Naquele dia, apareceu na minha timeline uma notícia sobre o RG de PcD no Estado do Rio de Janeiro e fui atrás…

No Rio de Janeiro existe a Lei estadual 7.821, de 20 de dezembro de 2017. A emissão não é obrigatória, mas é gratuita e pode ser solicitada em todos os postos de identificação civil do órgão. Agendei pelo site do Detran, peguei um laudo médico atualizado citando meu CID e, no dia marcado, fui até o Detran pessoalmente levando meu RG ‘normal’.

De acordo com o IBGE, o estado do Rio de Janeiro conta com cerca de 3,9 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência, o que representa 24,4% da população, segundo dados do Censo 2010 – imagine a quantas anda esse número quase uma década depois…

O que precisa saber

  • É grátis (não precisa pagar o DUDA)
  • É preciso laudo médico atualizado, carimbado e com o CID (médico privado ou do SUS)
  • As entregas estão bem atrasadas, a minha tinha previsão de entrega para 2 de fevereiro mas só chegou dia 3 de abril
  • O agendamento é feito somente pelo site do Detran
  • Não precisa tirar foto nem levar foto, eles usam a mesma do RG ‘normal’ válido
  • Entregam um RG e um crachá (muito útil para crianças e idosos)
  • Não precisa ir ao Detran pra saber se o RG chegou, quando chega você recebe um email avisando pra ir buscar

Como fazer?

Para solicitar seu RG de PCD no Detran do Rio de Janeiro, clique aqui.

Seja o primeiro a amar.

Sobre a Autora

Paula Pfeifer Moreira

Escrevo o Crônicas da Surdez desde 2010. Sou bacharel em Ciências Sociais pela UFSM, escritora e empresária. Moro no Rio de Janeiro e tenho 36 anos. Meu diagnóstico é de deficiência auditiva bilateral neurossensorial e progressiva. Tenho Implante Coclear nos dois ouvidos. Em 2013 lancei o livro Crônicas da Surdez (Ed. Plexus) e em 2015, Novas Crônicas da Surdez: epifanias do implante coclear (Ed. Plexus), que já foi traduzido para o inglês.

4 Comentários

  • Excelente matéria acerca da carteira de identidade para deficiente.
    Lendo no tópico “O que precisa saber” surgiu uma dúvida quanto ao laudo a ser apresentando.
    O laudo assinado por Fonoaudiológico é o suficiente, já que a matéria cita laudo médico. O laudo que menciono seria aquele – inserido na Audiometria, conforme permissisvo legal – Resolução – CFFa nº 482, 12 de dezembo de 2015. ( Conselho Federal de Fonoaudiologia.).

    Parabens pela Matéria!

    Um abraço!

    Obrigado!.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.