Crônicas da Surdez Deficiência Auditiva

Preço de aparelho auditivo: os preços em 2019

Descobrir o preço de um aparelho auditivo é uma saga chata e desagradável – os marinheiros de primeira viagem precisam se informar melhor antes de sair fechando uma compra por pressa ou preguiça. Todo ano, fazemos uma pesquisa de preços entre os leitores que compraram seus aparelhos no ano corrente e no ano anterior. Lançamos o formulário e deixamos alguns meses no ar para que todos que quisessem responder tivessem tempo suficiente para fazê-lo.

Eis os resultados de 2019. Eles servem de base para você ter uma ideia de quanto irá pagar pelos seus, que tipo de atendimento irá encontrar, quais são as marcas mais procuradas pelos nossos leitores e outros insights interessantes.

O mais importante na hora de fechar a compra

Fiquei feliz com a resposta vencedora dessa categoria, pois a qualidade sonora realmente faz toda a diferença na hora de bater o martelo. Mas é claro que poder pagar pela qualidade sonora que preferimos precisa ser algo viável… Como a surdez de cada pessoa é como uma impressão digital, única, é preciso sim gastar um tempinho experimentando aparelhos diferentes.

Qual marca de aparelho auditivo você comprou?

Para saber quem é quem no mundo dos aparelhos auditivos, recomendo a leitura deste post. Essas são as cinco marcas mais compradas pelos nossos leitores em 2018-2019, em ordem decrescente: Oticon, Phonak, Signia, Widex e Resound.

Onde você compra pilha para aparelho auditivo?

Aqui há um insight interessante: as pessoas acham que precisam comprar pilha “da mesma marca do aparelho auditivo“, o que é uma grande bobagem. Inclusive porque os fabricantes mundiais de pilhas de aparelhos auditivos são sempre os mesmos, as marcas costumam mandar fazer lotes de pilha com suas logomarcas/nomes com eles.

Se alguém lhe disser que você só pode usar a pilha X no seu aparelho, saiba que isso é mentira. E como em pleno mundo digital ninguém precisa ser refém de loja física ou de horário comercial e dia da semana para comprar qualquer coisa, a internet está aí para isso! 😉

Onde você buscou informações?

Em 2019, nada mais natural do que as pessoas buscarem informações sobre qualquer produto que vão comprar online. Alguém que já usa o produto que lhe interessa ou já é cliente da loja à qual você está saindo é a pessoa mais indicada para dar uma opinião sobre isso. Quem entende de aparelho auditivo são os fonoaudiólogos e os usuários de aparelhos. E só! Coach de audição? Médico insistindo para que você compre na loja “X”? Fuja!

Quantas marcas de aparelhos auditivos você testou?

A pressa é inimiga da perfeição, gente. Eu não recomendo a ninguém comprar um aparelho auditivo sem testar pelo menos três marcas e suas respectivas qualidade sonora e funcionalidades. Mas fiquei feliz que 33% das pessoas que responderam nossa pesquisa testaram mais de uma marca! 🙂

Quanto você pagou?

Existem aparelhos auditivos dos mais variados preços, mas diria que o padrão é entre R$5.000 a R$10.000 cada aparelho. Aqui, mais uma vez: a pressa é inimiga da perfeição. Pesquise muito, peça desconto – e saiba que você NÃO pode deduzir a compra de aparelhos auditivo do imposto de renda.

São três categorias: top, intermediário e básico. Um fonoaudiólogo de confiança vai saber lhe conduzir nesse processo e descobrir de quais funcionalidades você realmente precisa. Uma dica: faça questão de que seu aparelho seja compatível com aro magnético – você ainda vai usar esse recurso de acessibilidade para surdos e se apaixonar por ele. Para saber mais acuradamente quanto nossos membros pagaram pelos seus aparelhos, entre no nosso Grupo no Facebook.

As frases mais ditas por fonoaudiólogos…

Essa parte da pesquisa sempre me deixa decepcionada, especialmente porque eu já ouvi essas frases todas – e olha que meu último aparelho auditivo deve ter sido em 2012. Só quem já ouviu essas coisas ao vivo e a cores sabe como é péssimo. Você está se sentindo nu na frente de um profissional, super vulnerável e assustado, e se sente ainda mais constrangido com técnicas de venda ultrapassadas e nada éticas.

Todo mundo gostaria de ter poder aquisitivo suficiente para pagar R$20.000 num par de aparelhos, mas a maioria das pessoas não tem. E estimular a vergonha que as pessoas sentem da deficiência auditiva para fechar uma venda é algo que deveria ser punido pelos órgãos competentes – se bem que acho que reviews e grupos de usuários são muito mais poderosos para isso, hoje em dia!

E por último…

Outro dado interessante da pesquisa: as pessoas estão cada vez mais e mais buscando fonoaudiólogos independentes que trabalham com várias marcas diferentes. Por que? Economia de tempo (testar marcas diferentes significa precisar perambular de loja em loja) e busca por profissionais altamente qualificados na regulagem de aparelhos. Isso é uma realidade há muito tempo lá fora (Europa e Estados Unidos), mas um business model ainda recente por aqui.

Entre para o Grupo Crônicas da Surdez no Facebook

Leia mais:

Seja o primeiro a amar.

Sobre a Autora

Paula Pfeifer Moreira

Escrevo o Crônicas da Surdez desde 2010. Sou bacharel em Ciências Sociais pela UFSM, escritora e empresária. Moro no Rio de Janeiro e tenho 36 anos. Meu diagnóstico é de deficiência auditiva bilateral neurossensorial e progressiva. Tenho Implante Coclear nos dois ouvidos. Em 2013 lancei o livro Crônicas da Surdez (Ed. Plexus) e em 2015, Novas Crônicas da Surdez: epifanias do implante coclear (Ed. Plexus), que já foi traduzido para o inglês.

6 Comentários

  • Meu nome é Keli C. P. Dal Pont , sou usuário de aparelhos auditivos há 36 anos, sou professora desde 2002 Já usei diversas marcas como widex, bernafon, Siemens e phonak. Todos são ótimos qualidades e só troco a marca pois na região em que eu moro sempre muda a empresa nunca fica mais q 5 anos.?

  • Achei a pesquisa muito interessante, mas acredito que outros aspectos deveriam ser analisados antes da compra:

    Assistência técnica – aparelhos podem apresentar problemas, essas empresas disponibilizam próteses em casos de aparelhos que vão a assistência por um problema de fabricação?( Penso nas pessoas que sofrem com zumbido, que necessitam muito da audição no trabalho, etc)

    Pós venda – Deveria haver uma pesquisa bem mais ampla ( falo com usuários mais antigos), o acompanhamento é de extreme importância para uma boa adaptação.

    Adaptação – as pessoas pesquisadas deveriam responder um questionário falando sobre seus primeiros meses com o aparelho.

    Penso que muito além do valor do aparelho auditivo são os serviços que são agregados a compra. Existem exames como o ganho de inserção que são indispensáveis para uma boa adaptação e que infelizmente poucas clínicas de aparelhos auditivos disponibilizam.

    • Tambem penso isso. Fico me perguntando, as pessoas que compram aparelhos a deriva ou recebem aparelhos de doaçao fazem como para configurar o drive de acordo com seu problema específico? Alem disso nao contam com periodo de adaptaçao acompanhada nem de manutenção prevista.
      A galera precisa lembrar que não é so ter o aparelho em mãos, tem mtas outras coisas por tras dos preços.
      Estou prestes a adquirir por 8500 reais cada aparelho signia pure 3nx, em SP. Com todos os exames, 2 anos de acompanhamento da fono, manutenção e uma equipe pra me ajudar a qualquer momento com qualquer coisa que eu precise.
      Poderia pagar 12k reais comprando da gringa, mas quanto eu gastaria em exames (nao tenho convenio) acompanhamento médico e manutençao nos proximos 2 anos? E quem regularia meu drive e por quanto? Enfim. Varias duvidas. Se alguem puder palpitar, agradeço.

      • Amanda, quais outras marcas você testou no Brasil?
        É muito melhor você comprar aqui, devido ao acompanhamento.
        É indispensável, haja vista que sua audição vai mudar e você necessitará fazer novos ajustes.
        Espero ter ajudado, qualquer coisa meu ZAP é 98988544449.

  • Muito conscientes suas colocações quanto a todas as situações que vocês dispôs. Sou fonoaudiólogo, trabalho há 30 anos no mesmo lugar e assino tudo que foi descrito acima.

    Parabéns!

  • Boa noite Paula, meu nome é Aluisio e gostaria de fazer um breve relato sobre o que eu estou passando.
    Ouço quase nada do meu lado direito, o esquerdo estou perdendo a audição tbm,que eu me lembro desde pequeno eu não ouço, agora com 37 anos tomei coragem de experimentar usar um aparelho auditivo. Acabei indo só em uma fonoaudióloga(foi meu grande erro) comprei no dia 20 de Março. No dia 25 ele ja estava apresentado problemas, e la fui eu novamente na clínica onde comprei, ela me deixou um aparelho de testes para eu usar.so que o mesmo estava quebrado e machucou meu ouvido . Passado os 30dias ela me deu um aparelho auditivo novo e me garantindo que este não estragaria mais.
    No dia 18 de Julho meu aparelho estragou novamente, como da primeira vez ela me deixou um aparelho de testes quebrado desta vez eu não quis aceitar com medo. Pois hoje eu não tenho mais vontade de usar um aparelho dessa marca e tbm não confio mais na clinica, até nesse exato momento ninguém me deu uma justificativa e nem solução.
    Sinceramente eu achava que nunca mais eu conseguiria ouvir, mas descobri que posso, mas hoje o desânimo, a desconfiança e ate os momentos de irritação não me fazem mais acreditar na OuveBem e na starkey.
    Tbm não sei se consigo olhar nos olhos da fonoaudióloga que me indicou.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.