Menu
Aparelhos Auditivos / Deficiência Auditiva / Surdos Que Ouvem

10 perguntas para fazer ANTES de comprar APARELHO AUDITIVO

perguntas antes comprar aparelho auditivo

Comprar aparelho auditivo no Brasil é uma saga. Se você é novato no assunto surdez, seja bem-vindo. Somos a maior comunidade online da América Latina de pessoas com algum grau de surdez que usam ou precisam usar aparelhos auditivos. E o nosso propósito e te ajudar a comprar aparelho auditivo economizando todo o tempo, dinheiro e energia possível.

A melhor dica para quem vai comprar aparelhos auditivos, seja pela primeira vez ou não, é fazer as perguntas certas. E, para fazer as perguntas certas ao fonoaudiólogo que vai lhe conduzir nessa jornada, você precisa de acesso à informação. O Crônicas da Surdez se dedica, desde 2010, a deixar ao alcance de todos as informações importantes sobre surdez e próteses auditivas. A indústria da audição, infelizmente, não possui um bom histórico com transparência – e falta ética para muitos dos que estão envolvidos com ela.

Você se verá pulando de loja em loja para descobrir preços e preso numa teia de promoções e ofertas “imperdíveis” para que não ponha os pés na loja do concorrente. Já comprou óculos? É a mesma coisa – na verdade, é bem pior, mas quase igual. Portanto, venha conosco e proteja-se de surpresas desagradáveis.

GRUPO SURDOS QUE OUVEM

A coisa mais importante da vida antes de comprar um aparelho auditivo é conversar primeiro com vários outros usuários de aparelhos auditivos. Não se apresse na compra, porque você vai se arrepender e cair feito patinho nas técnicas de vendas mais manjadas que existem.

Temos uma comunidade fechada com 22.000 membros que estão prontos para tirar todas as suas dúvidas e indicar profissionais de saúde e lojas de confiança. Economize milhares de reais e o seu precioso tempo tornando-se membro do Grupo Surdos Que Ouvem.

Quais são as perguntas que você deve fazer antes de comprar um aparelho auditivo?

Se você vai comprar um par de aparelhos auditivos do seu próprio bolso – saiba que o SUS fornece aparelhos auditivos gratuitamente –

1. O aparelho auditivo tem reserva de potência?

A perda auditiva pode piorar – e em muitos casos, é isso o que acontece. Você precisa perguntar ao fonoaudiólogo se o aparelho que pretende comprar possui reserva de potência caso isso venha a acontecer. Imagine fazer um financiamento de 5 anos para pagar o seu aparelho e um ano depois ele não servir mais para a sua surdez? Prejuízo pouco é bobagem!

2. Qual é o tempo de garantia do aparelho auditivo?

Quanto mais tempo de garantia o seu aparelho auditivo tiver, melhor você irá dormir à noite. Dispositivos eletrônicos invariavelmente dão problema.

3. Se o aparelho estragar durante a garantia, a empresa empresta outro até voltar do conserto?

Se você é novato ainda não conhece o desespero que sentimos quando nossas próteses auditivas vão para o conserto e ficamos sem ouvir durante algumas semanas ou meses. Adquirir os seus num local que garante emprestar outros para que você não fique sem ouvir é a melhor escolha. Não esqueça de ler as letrinhas miudinhas do seu contrato.

4. Qual é a vida útil deste aparelho auditivo?

Antigamente os aparelhos auditivos chegavam a durar dez anos sem nunca estragar. Hoje em dia, não é mais assim: eles parecem até que são feitos para estragar um mês após a aquisição. É bom ouvir do seu fonoaudiólogo qual é a expectativa de vida útil do aparelho auditivo que você está adquirindo. Quanto mais robusto ele for, mais chance de passar bons anos com ele você tem.

5. Se eu mudar de cidade, como ficarão as regulagens?

As pessoas podem acabar se mudando. Por isos, você tem que perguntar o que acontece caso vá morar em outra cidade! Como ficarão as regulagens, garantias e consertos nesse caso?

6. O aparelho é ‘trancado’ para não ser ajustado fora da marca?

Isso é uma prática odiosa, porém comum. A indústria da audição faz tudo o que pode para proteger o seu modelo de negócio, que inclui produto + serviços. Imagine que você venha a conhecer uma fonoaudióloga independente respeitada pelas maravilhosas regulagens que faz em diversos modelos e marcas de aparelhos auditivos. Você decide pagar uma comsulta com ela para refinar a regulagem dos seus. No dia, surpresa: eles são trancados pelo fabricante para não serem regulados fora da loja-marca onde você comprou. Para evitar a surpresinha desagradável, pergunte antes! E dê preferência a quem te der liberdade de escolha. Nada pior do que se tornar refém de uma indústria.

7. Quais os preços das peças pagando separadamente?

Muita gente tem uma síncope quando a garantia acaba e precisa começar a pagar separadamente por peças que estragam. Para que isso não aconteça com você, pergunte antes de comprar o seu aparelho auditivo os preços das peças: receptor, molde, caixa, etc. É o tipo de informação que você tem que ter!

8. Aparelho auditivo recarregável: e quando a bateria viciar?

Ninguém vai te contar sobre as DESVANTAGENS do Aparelho Auditivo Recarregável. É por isso que você tem que perguntar sobre elas antes de comprá-los. Todas as baterias viciam, e você precisa saber o que vai acontecer quando a sua hora chegar: é só trocar a bateria por uma nova ou vai ser preciso comprar um novo aparelho auditivo? Sempre dê preferência para o aparelho auditivo possui as duas opções: bateria recarregavel E pilhas comuns. Nunca se sabe o dia de amanhã. Melhor prevenir do que tirar outro empréstimo para pagar…

9. Quando tempo até esse aparelho auditivo sair de linha?

Muitos membros do Grupo Surdos Que Ouvem relatam que hoje em dia é comum que as lojas se recusem a consertar aparelhos auditivos com mais de 5 anos de vida, alegando que estão obsoletos. Pergunte se o local onde você pretende adquirir os seus também faz isso.

10. Posso adquirir o aparelho auditivo separado dos serviços da fonoaudióloga?

O dia em que alguém responder SIM para essa pergunta provavelmente nós não estaremos mais aqui. Há um tremendo lobby global para que isso jamais aconteça, e só quem ganha com isso são os fabricantes. Os fonoaudiólogos pagam o pato e os pacientes pagam a conta, que é alta demais. Nem todas as pessoas precisam passar dois anos indo e voltando de regulagens de aparelhos, para muitas, três ou quatro consultas de regulagem bastariam. A resistência em separar produto de serviço é tremenda.

NOSSAS REDES SOCIAIS

LIVROS CRÔNICAS DA SURDEZ

Neste link você encontra os seguintes livros:

  1. Crônicas da Surdez: Aparelhos Auditivos
  2. Crônicas da Surdez: Implante Coclear
  3. Saia do Armário da Surdez

RECEBA NOSSAS NOVIDADES NO SEU EMAIL

Clique aqui para receber.

About Author

Moro no Rio de Janeiro e tenho 39 anos. Tenho Implante Coclear nos dois ouvidos. Sou autora dos Crônicas da Surdez e Novas Crônicas da Surdez.

No Comments

    Leave a Reply

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    Iniciar conversa
    Grupo SURDOS QUE OUVEM
    Grupo SURDOS QUE OUVEM