Menu
Crônicas da Surdez / Deficiência Auditiva / Surdos Que Ouvem

DEFICIÊNCIAS têm a ver com RECOMEÇOS: relatos de surdos

deficiências

Você já deve ter lido por aí aquela baboseira de exemplo de superação quando fala-se de deficiências, certo? Deficiências tem a ver com recomeços, e não com ‘superar’ uma limitação sensorial, como é o caso da surdez. Aparelho auditivo e implante coclear não curam a surdez, nós continuamos surdos e vamos nos adaptando da melhor forma possível, usando nossas próteses auditivas em busca de cada vez mais qualidade de vida. Mas definitivamente, não é por isso que os desafios desaparecem. Pelo contrário, eles continuarão nos acompanhando pelo resto dos nossos dias.

Ser uma surda que ouve me obriga a recomeçar a cada nova manhã, porque os desafios auditivos são constantes, meu implante coclear dá defeito, as pessoas têm comportamentos que eu não controlo e minhas vontades vão mudando à medida que me sinto mais confiante na minha audição biônica. Logo que voltei a ouvir, meu primeiro recomeço foi emocional, porque nunca imaginei que um dia estaria livre da prisão do silêncio. Poucos meses depois, entendi que estava no trabalho errado (escolhido em função da minha deficiência) e vivendo na cidade errada. Para minha sorte, acabei encontrando um grande amor, me mudei para o Rio de Janeiro, pedi demissão e me afundei no propósito de desmitificar a surdez. Não me arrependo!

Deficiências e recomeços estão intimamente ligados porque precisamos reaprender um número infinito de coisas, inclusive a maneira como nos enxergamos e nos posicionamos no mundo. É barra pesada emocional. Por isso, pedi aos membros do GRUPO SURDOS QUE OUVEM que compartilhassem conosco sobre os seus recomeços após a deficiência auditiva.

Grupo SURDOS QUE OUVEM

Você se sente sozinho? Solitário? Não tem com quem conversar sobre a sua surdez? Gostaria de tirar mil dúvidas sobre os seus aparelhos auditivos? Gostaria de conversar com pessoas que já usam implante coclear há bastante tempo? Precisa de indicação de otorrino especializado em surdez e fonoaudiólogo de confiança?

Somos 22.000 pessoas com algum grau de deficiência auditiva no Grupo SURDOS QUE OUVEM. Para ganhar acesso a ele, basta se tornar Apoiador Mensal do Crônicas da Surdez a partir de R$5.

Gabriel

Meu recomeço após a surdez foi um divórcio.

Fabio

Eu tive que recomeçar do zero. Em 2019 tive uma sepse grave que me levou à perda dos rins. Estou em tratamento de hemodiálise, e, devido os antibióticos ototóxicos administrados, fiquei com perda profunda de audição. Fiz implante coclear há 9 meses no ouvido direito. Aguardo para fazer o esquerdo. Foi assim que tive que encontrar forças que eu não sabia que tinha.

Cirlene

Eu fazia as audiometrias e achava “tem algo errado, não é possível que estou surda quase que total”. Medo, tristeza, rejeição e frustação eram alguns dos meus sentimentos. Então o Recomeço mais significativo foi como diz a Paula Pfeifer: saí do armário da surdez e me aceitei. Passei a me amar com minhas limitações. O processo às vezes é lento, mas passos foram dados, o que é já e muito importante e logo mais trago noticias da minha cirurgia de IC ?.

Rose

Pra mim o recomeço foi qúando decidi aceitar minha deficiência, vi que não era um bicho de sete cabeças, e graças a Deus encontrei pessoas que me compreendem e me aceitam como sou.

Fatima

Meu recomeço foi quando da perda auditiva moderada (pós infecção de COVID) passei para severa e tudo ao que havia me acostumado foi em vão, pois fiquei sem entendimento de fala principalmente de não entender pessoas falando no microfone. Troquei de aparelhos, mas tive que recomeçar tendo que aceitar minhas limitações.

Patricia

Não sei se a palavra correta é recomeço. Para mim está mais para mudança de rota. Seguir caminhando de uma forma diferente. Meu primeiro aparelho auditivo está a caminho e já estou com mil ideias para customização e ansiosa quanto à adaptação. Feliz pela existência desse recurso.

Lu

Pra mim o recomeço – por mais que já tivesse ciência de que iria perder mais audição ao longo do tempo por ser progressiva – foi aceitar e ir me adaptando, aprendendo mesmo com as dificuldades. Encontrei pessoas que me ajudaram no entendimento, nas recaídas e foi o melhor no caminho pra ter qualidade de vida.

Heliana

Sem dúvida, o Implante Coclear. O recomeço de uma vida nova.

Brenna

Pra mim o recomeço foi quando eu aceitei a minha deficiência, mas ainda há muita coisa pra enfrentar pela frente. Sempre tento ver o lado bom das coisas. Posso estar perdendo a audição mas por outro lado eu estou a caminho do implante coclear.

Aline

O meu recomeço, foi quando recebi o diagnóstico da surdez, desde que me conheço por gente tenho dificuldades para ouvir e enteder as pessoas, porém ninguém nunca notou isso ?, meus pais achavam que era birra quando me chamavam e eu não atendia, era taxada de “ouve quando quer” “só ouve o que lhe convém”. Quando fiz 18 anos eu mesma fui atrás de um médico (SUS) e graças a DEUS recebi o diagnóstico, e algum tempo depois recebi os aparelhos, que alegria, hoje tenho 25 anos e nunca tive vergonha da surdez, muito pelo contrário, tenho orgulho.

Marcia

Meu recomeço se deu na pandemia, por causa das máscaras eu quase não entendia o que as pessoas falavam e o pior qdo falavam baixinho,daí fui procurar ajuda e descobri que estava com os dois ouvidos perfurados e o esquerdo o enxerto havia caído. Agora estou usando somente um devido estar com um inflamado,mas logo voltarei usa-lo.

Ivana

Meu recomeço foi quando me falaram da Paula Pfeifer. Qdo li seu primeiro livro eu me vi nele. Nunca ninguém havia conversado comigo sobre minha surdez. Eu não sabia nada sobre ela. Parecia que só eu era surda, ainda moça, e em parte, isso me ajudou a seguir . Quando entrei no Grupo Surdos Que Ouvem foi a explosão. Percebi que sofri a vida toda por não ter conhecimento nenhum sobre surdez, minhas dificuldades, meus medos….enfim, foi difícil descobrir coisas que nem fazia idéia. Obrigada a todos q trabalham para uma vida melhor para os surdos e sem mimimi.







NOSSAS REDES SOCIAIS

LIVROS CRÔNICAS DA SURDEZ

Neste link você encontra os seguintes livros:

  1. Crônicas da Surdez: Aparelhos Auditivos
  2. Crônicas da Surdez: Implante Coclear
  3. Saia do Armário da Surdez

RECEBA NOSSAS NOVIDADES NO SEU EMAIL

Clique aqui para receber.

About Author

Paula Pfeifer é uma surda que ouve com dois implantes cocleares. Ela é autora dos livros Crônicas da Surdez, Novas Crônicas da Surdez e Saia do Armário da Surdez.

No Comments

    Leave a Reply

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
    Iniciar conversa
    Grupo SURDOS QUE OUVEM
    Grupo SURDOS QUE OUVEM