Surdos Que Ouvem

Inovadores Surdos Que Ouvem: os 5 vencedores da iniciativa

É com uma satisfação gigante que hoje venho anunciar os 5 vencedores da iniciativa Inovadores #SurdosQueOuvem, bem como agradecer imensamente os 15 selecionados que executaram os seus projetos com imensa dedicação e amor ao movimento.

Vocês foram – e são! – demais. Ficamos muito felizes com o engajamento, a participação e o carinho de todos nesta jornada. Recebam o nosso abraço carinhoso e os nossos mais sinceros agradecimentos – não só nossos, mas de todos os surdos que ouvem desse Brasil. 🙂

1) Adriana Arauzo Huisa

Ela levou o #surdosqueouvem para o Peru, abrindo nossa primeira frente na America Latina fora do Brasil, inclusive na mídia de radio e TV peruana.

2) Alexsandro Dos Santos Machado

Através de uma exposição fotográfica, ele mobilizou inúmeros #surdosqueouvem para que compartilhassem suas historias de vida e inspirassem outras pessoas a buscar reabilitação auditiva.

3) Edivania Barros Lima

Em uma ação que mobilizou toda uma escola, envolvendo um alto grau de criatividade e engajamento de outras pessoas, ela impactou diferentes faixas etárias e agentes de mudança.

4) Ramona Rosselinni Pinheiro De Souza

Sua ação “Saia do Luto e Vamos a Luta” percorreu varias cidades do Rio Grande do Norte, levando informação à sociedade e inspirando outros pais e mães de surdos que ouvem.

5) Tayane Dalcin

Ela mobilizou a comunidade acadêmica do Vale do Itajaí para falar sobre acessibilidade e tecnologia e difundir os objetivos do projeto #surdosqueouvem, através da perspectiva de uma fonoaudióloga que enfrenta a deficiencia auditiva.

Veja o vídeo

Entre para o grupo Crônicas da Surdez + Surdos Que Ouvem no Facebook

Sobre a Autora

Paula Pfeifer Moreira

Escrevo o Crônicas da Surdez desde 2010. Sou bacharel em Ciências Sociais pela UFSM, escritora e empresária. Moro no Rio de Janeiro e tenho 36 anos. Meu diagnóstico é de deficiência auditiva bilateral neurossensorial e progressiva. Tenho Implante Coclear nos dois ouvidos. Em 2013 lancei o livro Crônicas da Surdez (Ed. Plexus) e em 2015, Novas Crônicas da Surdez: epifanias do implante coclear (Ed. Plexus), que já foi traduzido para o inglês.

1 Comentário

  • Parabéns uma vez mais pelo projeto! Precisamos educar, esclarecer e desmistificar a surdez.
    Fiquei muito feliz porque conhecemos uma das finalistas e acompanhamos seu desabrochar.
    Desejo que 2020 seja repleto de muita abertura de consciência para o que é a surdez!

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.